sexta-feira, 10 de junho de 2011

Um final de semana em Brasília com foco nos projetos de arquitetura, design de interiores e obras de arte da única cidade do mundo tombada por seus aspectos modernos

“Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein.”

Oscar Niemeyer

Compramos as passagens para Brasília no ano passado e assim conseguimos um ótimo preço e assentos no comecinho da aeronave, que são meus preferidos porque é onde se sente menos turbulência. Essa é uma dica de alguém que tinha muito medo de avião, mas graças à minha maravilhosa terapeuta e a uma mudança de atitude com relação ao que não se pode controlar na vida, fico feliz em contar aqui que estou quase recuperada!!!! Pra vocês terem uma ideia, na volta da viagem eu dormi antes da decolagem, algo impossível de acontecer há alguns anos. Além disso, o piloto arremeteu o avião na descida porque o vento de cauda estava muito forte e teve que pousar na outra extremidade da pista. E eu nem me abalei, acreditam? Bom, espero que eu continue progredindo dessa maneira porque já compramos passagens para outro final de semana na região centro-oeste em agosto!!!!

Começamos nosso passeio em uma sexta-feira à noite, degustando uma deliciosa pizza no FRATELLO UNO, eleita a melhor pizzaria de Brasília pela Veja Brasília Comer & Beber 2010/2011. Pedimos uma pizza grande dividida em três sabores que continham uma mistura de ingredientes bem interessante e criativa: Da Flor (Pomodori pelati, coração e fundo de alcachofra refogada com ervas frescas, alho e vinho branco, queijo ementhal e lascas de presunto de Parma), Estravaganzze (Pomodori pelati, mozzarella especial com shitake, shimeji, aspargos frescos refogados com manteiga, hortelã, limão, vinho branco, pimenta dedo de moça, alho, cebola e orégano) e Gostosona (Pomodori pelati, mozzarella de búfala, presunto de parma, pesto verde, tomate seco e orégano).

Todas estavam deliciosas, a massa era crocante, fininha e a cobertura era bem farta, mas a minha preferida foi a DA FLOR, pela combinação bem sucedida de ingredientes que eu nunca havia encontrado em outra pizza.

Acordamos cedo e fomos dar uma volta pelo nosso hotel, o BRASÍLIA PALACE, que pra gente também era uma atração turística, já que foi projetado por Oscar Niemeyer e fundado em 1958. No mezanino do edifício, pudemos observar várias fotos datadas da época da construção e da inauguração do hotel, incluindo jantares de gala frequentados por celebridades e políticos nos anos dourados.

O saguão do hotel é bem espaçoso com pé-direito alto e o que mais me chamou a atenção em termos de decoração foram as luminárias brancas pendentes em formatos diferentes e o balcão que imitava mármore e era iluminado por trás, criando um efeito cênico muito interessante.

Vidro e metal são abundantemente encontrados no local e um painel de azulejos de Athos Bulcão cobre uma extensa parede na parte externa do hotel, no caminho da área de lazer.

A piscina é grande e bonita, mas o friozinho matinal não atraiu os turistas…

Na entrada do restaurante Oscar, onde é servido o café da manhã, algumas cadeiras ficam ao redor das famosas mesas tulipa, criação do arquiteto finlandês Eero Saarinen.

O café da manhã é farto e ao mesmo tempo simples, e eu adorei o pão de queijo com casquinha craquelada, igual ao original de Minas, mas que eu acho difícil encontrar no Rio. O bolo de milho estava molhadinho e foi o melhor que já provei na vida!

A decoração do restaurante é bem legal, com predominância da cor preta e de metal cromado. As velas brancas enfileiradas na parede escura devem produzir um efeito muito interessante quando acesas à noite.

Nossa primeira parada foi o Palácio Alvorada, que fica próximo ao hotel e é a residência oficial da Presidência da República.

Depois partimos para conhecer o Palácio da Justiça, que aparentemente estava fechado à visitação, mas pudemos observar de perto a bela fachada contendo arcos com cascatas artificiais que correm entre calhas de concreto. A construção fica junto ao Eixo Monumental, entre a ala Norte da Esplanada dos Ministérios e o Congresso Nacional e foi desenhada em 1957 por Niemeyer.

O cartão postal mais famoso de Brasília é, sem dúvida, o Congresso Nacional (sede do Poder Legislativo). Os blocos em forma de “H” têm 28 andares e abrigam atividades administrativas. É aberto à visitação e adorei conhecê-lo por dentro, ver um monte de obras de arte, móveis de design e projetos paisagísticos, além de descobrir o que é que tem debaixo da cúpula maior…

Os passeios são guiados e começam no Salão Nobre, dividido em duas partes por um painel abstrato feito com vidro e metal.

Em seguida, passamos para o Salão Verde, um dos locais de maior movimento, que dá acesso ao Plenário Ulysses Guimarães e ao Gabinete da Presidência da Câmara dos Deputados. Neste espaço encontra-se um jardim interno, uma vitrine onde estão expostos presentes vindos de diversas partes do mundo e obras de consagrados artistas plásticos: o painel de azulejos “Ventania” e o Muro Escultório, de Athos Bulcão; o Fragmento de Anjo, de Alfredo Ceschiatti, a escultura “O Pássaro” e o vitral “Araguaia”, de Marianne Peretti; e o painel sem título de Di Cavalcante. As cadeiras e bancos da foto acima são de Anna Maria Niemeyer.

Vasos, quadros, bandejas e esculturas são alguns dos presentes expostos na vitrine do Salão Verde. Adorei essa peça que me lembra uma “árvore da vida” ou coisa parecida. Acho que arte é assim mesmo: a gente gosta ou não gosta e a interpretação pode variar de acordo com nosso estado de espírito.

Fragmento de Anjo, de Alfredo Ceschiatti

Muro Escultório, de Athos Bulcão

O painel-escultura de Athos Bulcão tem módulos soltos que podem ser empilhados de diferentes maneiras, possibilitando infinitas combinações.

Vitral “Araguaia”, de Marianne Peretti

Painel sem título de Di Cavalcante

Nas fotos acima, vocês podem ver uma tela de Cícero Dias que adorei, além de outras obras de artistas brasileiros renomados e o Marcelo fazendo pose no gabinete do presidente da câmara.

O Plenário da Câmara fica localizado abaixo da estrutura convexa do prédio e eu tive a impressão de estar dentro de uma nave espacial por causa do efeito das centenas de lâmpadas encaixadas no teto da cúpula.

Por meio desse painel eletrônico, os deputados marcam presença e/ou votam.

O túnel com desenho futurista liga o Senado aos seus anexos.

Achei interessante observar que na antiga mobília do Senado havia cinzeiros. E reparem no tamanho dos microfones à la Sílvio Santos!

No Palácio Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores, também vimos muitas obras de arte e a visita começou pelo hall do prédio. Trata-se do maior vão livre em espaço interno do mundo com 2.200 metros quadrados e é lá que fica a escultura interativa “Ponto de Encontro”, de Mary Vieira, formada por 230 placas móveis de alumínio.

As placas podem ser movidas livremente pelos visitantes, o que faz com que a escultura adquira as mais diversas formas.

A escultura que aparece no cantinho esquerdo da foto acima chama-se “Mutante” e produz o efeito semelhante ao de um caleidoscópio quando percorremos o segundo andar sem tirar os olhos da obra. É muito interessante!!!!

A escada helicoidal, projeto de de Milton Ramos e Joaquim Cardoso, une o térreo ao segundo andar do palácio e a linda treliça/escultura da foto acima é obra de Athos Bulcão, feita em madeira e ferro. Infelizmente não é permitido fotografar o segundo andar, mas atrás da treliça pudemos observar a Sala dos Tratados, onde fica a mesa na qual a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea.

É possível visitar as salas de coquetel e de jantar, todas com obras expostas, como a “Tela Imaginária”, de Manabu Mabe, e as telas “Os Jangadeiros” e “Os Gaúchos”, de Portinari. O paisagismo do jardim tropical é obra de Roberto Burle Marx.

O que eu mais gostei em toda a visita foi a escultura/lustre “Revoada de Pássaros” do artista Pedro Correa de Araújo, que não se podia fotografar, mas encontrei um registro aqui: http://tiefschwartz.blogspot.com/2010_01_01_archive.html*

*OBS.: Kapin, Waguito e Mari, a obra não lembra um pouco a “Galhada da Bethe”? O efeito é lindo!!!!!

Essa obra surrealista de Maria Martins é intitulada A mulher e sua sombra” e mostra uma figura em bronze com sua sombra projetada logo atrás. Segundo a jornalista Clara Favilla, “A representação é perturbadora e nos remete ao medo, ao escuro. A sombra parece tentar capturar a mulher com “pés e mãos” que tem a forma de cobras prestes a tocá-la. Já a mulher tem a palma das mãos e o olhar para o céu, onde parece ter uma comunicação com um ser superior”.

Sempre achei linda essa escultura que fica em frente ao Supremo Tribunal Federal e adorei vê-la de pertinho. Nem sempre a justiça é cega como retratada na obra, mas é bom manter a esperança!!!!

Nas fotos acima, vocês podem ver a Praça dos Três Poderes, um amplo espaço aberto entre os três edifícios monumentais que representam os poderes da República: o Palácio do Planalto (Executivo), o Supremo Tribunal Federal (Judiciário) e o Congresso Nacional (Legislativo). Como em quase todo o território de Brasília, a parte urbanística foi idealizada por Lúcio Costa e as construções foram projetadas por Oscar Niemeyer. Na última foto da sequência acima, vocês podem ver a maquete da cidade no Espaço Lúcio Costa.

Infelizmente a Catedral Metropolitana estava fechada para obras a partir do dia em que estivemos lá para visitá-la. Foi uma pena, mas tenho uma vaga lembrança do seu lindo interior quando estive na cidade com 15 anos para visitar minhas queridas primas que moraram em Brasília por 2 anos.

Nos arredores da catedral havia algumas barraquinhas que vendiam charmosíssimas flores secas e eu teria comprado um arranjo para o Dia dos Namorados se achasse que o mesmo não correria o risco de ser esmagado no bagageiro do avião…

Na minha opinião, o Museu Nacional de Brasília lembra o planeta Saturno e aproveitamos nossa estadia na capital federal para vermos a exposição “O Brasil na Arte Popular – Acervo Museu Casa do Pontal”. É uma mostra bem legal que já havíamos tido o prazer de visitar em parte na Casa do Pontal, no bairro do Recreio, no Rio de Janeiro.

O Memorial JK é um museu dedicado ao ex-presidente Juscelino Kubitschek. No local encontram-se o corpo de JK, diversos pertences, sua biblioteca pessoal e fotos tanto dele como de sua esposa Sarah. Apresenta obras projetadas por Athos Bulcão em sua área externa, um vitral desenhado pela artista Marianne Peretti sobre a câmara mortuária e uma escultura de 4,5 metros de autoria de Honório Peçanha.*

*Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Memorial_JK

Por volta das 17:30 hs estávamos no topo da Torre de TV de Brasília, como havíamos planejado, para ver o pôr do sol. A torre tem 224 metros de altura e um mirante panorâmico a 75 metros de altura com capacidade para 150 pessoas, inaugurado em 1965. Acho que é um programa imperdível!!!!

À noite fomos no UNIVERSAL DINER, recomendado pela minha prima Carol, ex-moradora de Brasília, e pela Glau Macedo, do blog QUITANDOCA. O restaurante/bar é bem eclético e possui uma decoração tão kitsch quanto divertida, misturando um monte de referências, como cartazes de filme tipo “O Iluminado” (que adoro!!!!) com propagandas dos anos 80 de doces, margarina e sucos artificiais, por exemplo. Samambaias de plástico, papel de parede de oncinha, luzes coloridas e toalhas de plástico estampadas com frutas tropicais também fazem parte da decoração.

Confesso que a gente achou a entrada meio “fraquinha”: os pastéis de queijo coalho com pimenta de cheiro estavam bem simples, mas os pratos principais nos agradaram muito!!!!

O Marcelo pediu o LEMOGRASS LAMB (Corte francês de costeleta de cordeiro ao molho de azeite balsâmico, mostarda Dijon, capim santo, rapadura e sementes de cardamono, acompanhado de couscous marroquino com amêndoas).

Meu prato foi o STEAK UNIVERSAL (Filé alto com manteiga de ervas caseira, coberto pelo molho da própria carne e vinho tinto acompanhado de risoto pommodoro). Repararam nos sousplats? São LPS, os mesmos que eu costumava ouvir na minha adolescência!!!!

A sobremesa foi uma combinação de mini-delícias como brownie com sorvete de creme, mousse de coco, panacota com geleia de frutas vermelhas etc.

No fim da noite, o saldo foi positivo, mas achamos os preços de Brasília em geral mais salgados do que os do Rio, que já é uma cidade cara.

No dia seguinte, o Marcelo pegou o carro alugado (acho que não tem outro jeito de circular pela cidade com liberdade), e fomos conhecer áreas mais afastadas.

A Ponte JK virou mais um ícone de Brasília estampado em cartão postal. Devido a suas qualidades estéticas e harmonia ambiental, o arquiteto da obra, Alexandre Chan, recebeu em 2003 a Medalha Gustav Lindenthal. Por causa deste prêmio, a estrutura ficou localmente conhecida como a ponte mais bela do mundo.*

*Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ponte_Juscelino_Kubitschek

Eu lembrava dessa piscina pública situada no Parque Nacional de Brasília desde quando estive lá em 1988. O dia estava muito quente e tudo o que eu queria era mergulhar nessas águas frescas, mas eu não tinha levado biquini na mochila, infelizmente!

O Palácio do Planalto é a sede do Poder Executivo  e foi um dos primeiros edifícios construídos na capital. Pelo que entendi, foi aberto à visitação a partir do governo Lula: ôbaaaaaa!!!!!

Eu adooooooro essa cadeira marquesa desenhada pelo Niemeyer desde que vi uma réplica no Rua do Lavradio, aqui no Rio. É linda demais e no palácio tem pelo menos três, que inveja da Dilma, rsrsrsrsrs!!!!!

O imenso painel do saguão também chama a atenção dos visitantes. Gente, foi engraçado tirar essa foto porque o segurança pedia pro grupo ficar próximo, mas eu queria fotografar os ambientes sem ninguém… enfim, eu era sempre a última a sair dos lugares!!!!

Achei engraçado quando postei essa foto no Facebook e algumas pessoas perguntaram o que eu estava fazendo no gabinete da Dilma. Eu era só uma simples e humilde turista…

O Setor Militar Urbano é um bairro de Brasília, também conhecido como SMU. É o local onde se situam os quartéis e as casas dos militares do Exército Brasileiro e o prédio do Quartel General é muito bonito.

O Pontão do Lago Sul é um centro gastronômico bem interessante e agradável, que reúne vários restaurantes/bares e tem uma vista privilegiada do lago Paranoá.

Terminamos nosso “tour” pela cidade visitando um edifício que abrigava uma exposição sobre a construção de Brasília e depois partimos para o CAFÉ DANIEL BRIAND, onde encontrei as seguintes blogueiras:

Ruby Fernandes (MEU CANTO, MINHA PROSA);
Glau Macedo (QUITANDOCA);
Tamy Rolim (NA COZINHA DELA);
Dani Schelb (POLKA DOTS SCRAP).

Meninas, peço desculpas por não ter avisado da minha visita com mais antecedência!!!! Eu sou muito desligada (do tipo que esquece o aniversário da melhor amiga, imaginem!!!!) e acabei não entrando em contato com muitas blogueiras que moram na cidade. Só avisei da viagem no mesmo dia pelo Twitter, pedindo algumas dicas.

Nosso encontro foi muito rápido, mas eu adorei… ficou aquele gostinho de “quero mais”, sabem? Bom, sei que a Tamy vem pro Rio daqui a alguns meses e combinamos uma “aventura gastronômica” que, com certeza, vai parar aqui no blog!!!!!

Na foto acima, vocês podem ver as lindas e inteligentes mulheres que tive o imenso prazer de conhecer pessoalmente e, na foto abaixo, o mimo que ganhei da Ruby. Que coisa mais fofa!!!!! A Tamy também me presenteou com três potinhos contendo condimentos super especiais pra eu usar nas próximas receitas… quanta responsabilidade!!!!

Meninas, muito obrigada por todas terem comparecido a um encontro tão assim… combinado na última hora!!!! Fiquei muito feliz mesmo e espero que a gente consiga se ver mais vezes no futuro!!!!!

Bom, gente, preciso dizer que amei Brasília???? Acho que o post já deixou isso explícito, né?

Um beijo enorme e um ótimo final de semana pra todos!!!!!

Bonfa ass

35 comentários:

Ateliete® disse... [Responder comentário]

Começando Tudo de novo - rs
Bom dia Kátia,
Nem preciso dizer o quanto me emocionei revendo a minha cidade... Acho que vou publicar o seu post no meu blog, posso? EU amei...
Gostei de vcs terem ido ao pontão!! Eu sempre ia ao Bierfass com as amigas e depois esticávamos pela noite! Nossa, tantas lembranças renasceram. Confesso que nunca fui ao gabinete do presidente - rs E que pena que a Catedral está fechada para reformas. Quando era criança sempre olhava para aqueles anjos pendurados morrendo de medo que despencassem - hehehe!
Fiquei feliz em saber que superou o seu medo de avião. Estou precisando muito disso tb, ando com uma fobia estranha, estou precisando conversar com sua terapeuta ;)
Me emocionei em ver a água mineral (Parque Nacional de Brasília) brincava muito lá quando era criança, e me emocionei mais ainda em ver as fotos que tirou do topo da Torre de TV, consigo até me rever correndo e passeando com meus pais. Meu pai trabalhava (hj aposentado) no Supremo tribunal, então eu estava sempre por ali na praça dos 3 poderes. De tudo só não conheci o UNIVERSAL DINER, mas já fica anotado para minhas férias em Brasília. Amei cada linha do seu post, me sinto tão feliz em rever minha cidade através dos seus olhos. Mostrei o post ao meu marido, que apesar de conhecer muitas cidades Brasileiras (nosso relacionamento firmou em Salvador - Bahia), ainda não conhece Brasília.
Ahhhhhh como meu dia começa bem, cheio de boas lembranças!
Uma beijoca
Eliete

JUJU VoaVoa disse... [Responder comentário]

Nossa Bonfa...Que delícia de fim de semana em??? Sempre bom passear!!!
Tenho que confessar querida tb tenho medo de voar e tb sempre escolho as poltronas da frente...kkkkk...
Quando for ao Rio vou querer te encontrar e quando vier pros lados de k não esqueça de avisar para podermos marcar algo!!!
Beijokas!!
jujuvoavoa.blogspot.com

Jussara Gehrke disse... [Responder comentário]

Kátia!!!!
sempre é bom passar por aqui! bom, não, é uma delícia!!
que passeio, hein?
gosto porque vc registra tin tin por tin tin, ou melhor, não é só um registro, são belíssimas fotos que me faz viajar com vc!
obrigada, querida!
beijo
Ju

Lu disse... [Responder comentário]

Bom dia Kátia.
PARABÉNS pelo post, que delícia de "exposição".
Amo Brasília,minha cidade natal, diga-se de passagem...rs e é sempre bom ver por outros olhos o quanto ela é linda.
Como disse a Jussara, impressionante a sua capacidade de passar muito além do que diz a foto. Você faz as fotos falarem!
Depois que conheci seu blog, me tornei uma pessoa muito mais atenta aos detalhes, muito mais empenhada em fazer bonito.
Estou sempre a procura de algo bonito, novo, inusitado para meu marido e meus filhos (2 meninos)e devo isso a você .
Após ver usas ideías criativas, o carinho com que recebe, o cuidado que tem com o Marcelo, só pude ficar inspirada.
beijos e muito obrigada por ser essa fofa.

Lilo

.Sté. disse... [Responder comentário]

Bonfa na minha terra!
Brasília é linda né?!
Beijos

LILICA disse... [Responder comentário]

Olá, sou uma candanga apaixonada pela minha cidade e seguidora do seu blog. É muito bom ver a minha cidade pelos olhos de quem a visita e se encanta. Brasília é essa beleza toda e muito mais!!!

Bjos

Nívia CQ disse... [Responder comentário]

Bonfa, redescobri minha cidade com esse post. Adorei. Suas fotos estão profissionais!!

Nívia CQ disse... [Responder comentário]

Ah, aqui é realmente tudo muito caro... tem que preparar o bolso pra sair de casa.

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Lu e Eliete, amei as impressões de vocês!!!!! Nossa terra natal sempre mexe com nosso lado emocional, né? Não tem jeito, eu vivo reclamando do calor do Rio, da sujeira, da violência, da bagunça etc., mas me derreto toda quando ouço o "samba de avião", principalmente quando estou longe de casa!!!!! Eu e o Marcelo adoramos conhecer Brasília e achamos que a cidade tem muito a oferecer, é realmente linda! E fico feliz que tenham gostado das fotos, muito obrigada pelo elogio! O que não contei é que usei duas máquinas diferentes porque a "titular" resolveu, digamos assim... dar um mergulho sem a minha autorização e não está mais funcionando... chuif! Era novinha!!!! Mas, como sou precavida, levei minha câmera sobressalente e pude documentar a viagem inteira! Um grande beijo e um FELIZ DIA DOS NAMORADOS pra todas vocês!!!!

**Psycopathy** disse... [Responder comentário]

Que delícia vc na minha cidade! Se soubesse teria ido te ver =) Vc retratou como ninguem as belezas daqui... adorei!

Taia Assunção disse... [Responder comentário]

Bela viagem, belas imagens...amei. Não conheço Brasília e olha que vivi duas décadas no Centro-Oeste. Seu marido me lembra meu filho com sua camiseta do Grêmio. Noutro dia olhando fotos antigas, percebi que na maioria ele está com uma camiseta do time amado. Beijocas e feliz dia dos Namorados.

Tamy disse... [Responder comentário]

Bonfa querida! Amei o post... como sempre cheio de detalhes e primoroso!!!!!

Não vejo a hora de nos encontrarmos em Agosto para aventuras gastronômicas!!!!! ADORO!!!

Beijos

Carol disse... [Responder comentário]

Oieee!!! Menina, que legal vc visitando nossa cidade,hein? As fotos ficaram lindas, o relato do post super detalhado, imagino como esse encontrinho deve ter sido divertido:) Da próxima vez avisa por aqui pra gente juntar mais blogueiras,né? hihi
bjo grande
Carol

wcampelo disse... [Responder comentário]

As fotos ficaram ótimas, Bonfinha! Pelo visto, deu pra aproveitar bastante o fim de semana em Brasília! E legal você ter podido encontrar as amigas blogueiras que vivem na cidade. Adorei a foto dos coqueiros ao longo da margem do lago Paranoá!
Beijo.

Babi Mello disse... [Responder comentário]

Oi! Bonfa, revivi minha viagem a BSB e infelizmente não consegui fazer essa visita dentro dos locais, infelizmente minha visita aconteceu no mesmo tempo que o Presidente Obama esteve em BSB. :(
Tem alguns lugares que você visitou que não deu para conhecer, mas gostei muito de lá e assim como vc achei os locais bem longes, só de carro mesmo.
E ai curtiu o Pontão?
Bjos!!!

Ual disse... [Responder comentário]

Que gostoso ler esse post agora. Sou de Brasília e moro em São Paulo, mas acabei de desembarcar em Brasília pra visitar a família. Parei para tomar um café e vi seu post. Adoro essa cidade, sou apaixonado desde pequeno pelas cascatas do Palácio da Justiça.
Seu passei foi super completo, achei o máximo. foram em tudo, comeram em ótimos restaurantes e ainda visitou as amigas blogueiras. Arrasou!
Me deu até vontade de curtir um pouco mais da cidade nesses três dias que ficarei aqui com meus pais.
Bjs, inté.

Bella disse... [Responder comentário]

Isso sim é vida, não tem nada melhor do que viajar né??

http://esemeudivafalasse.blogspot.com/

DE♥CORAÇÃO disse... [Responder comentário]

Adorei o post, posso dizer que é minha cidade, pois morei lá por uma vida. Cresci e estudei na capital... rsrsrsrs e casei e até decasei. Adoro a cidade como ponto de referência arquitetônica e de organização urbana. Mais as pessoas são um tanto frias.... Hoje morando aqui no Rio, sinto falta desta organização mas francamente estou muito bem aqui. Vou à Brasilia todo ano, meu irmão esta lá e adorei seu post uma visão diferente da cidade. Bjos

Ruby Fernandes disse... [Responder comentário]

oie Bonfa!!! Não tem como não amar essa cidade! Falo para todo mundo que moro em um museu a céu aberto!
Muitas pessoas não sabem que é possível visitar dentro dos palácios e prédios públicos, foi ótimo você mostrar.
Você arrasou na postagem e me fez gostar ainda mais de viver aqui.
Quanto ao nosso encontro foi maravilhoso, você é exatamente como pensei: alegre, carismática e de bem com a vida, adjetivos que me são essenciais.
bjo e volte sempre à capital =)

Cucchiaio pieno disse... [Responder comentário]

Oi linda
Como sempre as tuas viagens sao uma delicia e é incrível como você aproveita cada momento e situação!
Aqui no teu cantinho tenho aprendido muito com teu estilo aventureiro e curioso!
Que bom encontrar as amigas. Elas sao mesmo especiais.
Se em agosto for em Goiânia me avisa viu - hehehe!
Bjo grande
Léia

Heloísa disse... [Responder comentário]

Katia,
Seu post está maravilhoso.
Às vezes tenho a impressão de que pelos seus olhos tudo é bonito, ou fica bonito.
Mas Brasília, realmente, é uma beleza, e você, com seu olhar para o belo, está facilitando que mais pessoas percebam isso.
Estive em Brasília, pela primeira vez, em julho de 1963, quando a cidade tinha pouco mais que dois anos.
Já nessa época se percebia toda a beleza a que estava destinada.
Tenho algumas fotos dessa viagem (numa época em que se fotografava pouco) e alguns postais, que coloquei no meu blog de viagens.
Convido-a a dar uma olhada:

http://helofoto.blogspot.com/search/label/Bras%C3%ADlia

Beijo.

Vicentina disse... [Responder comentário]

Que maravilha esta postagem, adorei as fotos todas muito lindas.
Tbm já estive em Brasilia e amei, é linda esta cidade.
Gostei de tudo, principalmente da foto com as blogueiras
Bjs

Paty disse... [Responder comentário]

Mulher...
não imaginava que Brasília é tão linda assim... mesmo morando no centro oeste, não a conheço... somente Goiânia (MS não conta né... meu estado hehe)... e qto à sua já passagem comprada para Agosto, será que vc aterriza aqui em Mato Grosso do Sul, por acaso na linda Bonito??? torço que sim...
bjks

Aline Espíndola e Fabiana Carvalho disse... [Responder comentário]

Olá, eu sou uma brasiliense (nativa) fã do seu blog! Viajo em tudo por aki. Parabéns pelo super bom gosto e criatividade. Fiquei feliz de saber que visitou minha terrinha! Parabéns pelas belas fotografias. Fabiana

Bia disse... [Responder comentário]

Katia, o governo de Brasilia deveria lhe pagar uma comissão pelos futuros visitantes que vamos ter depois deste seu blog. Eu moro em Brasília há mais de 15 anos e só de ler seu post me deu vontade de fingir que sou turista e sair passeando por Brasilia. Normalmente, não damos valor à vista do dia-a-dia, não é?
bjinhos

Marta disse... [Responder comentário]

Katita.. que viagem gostosa.. eu fui a Brasilia a trabalho, mas só fui ao Paranoá... fui num restaurante divino!!!!
Adorei o encontro! Queria conhecer as meninas tb...
Beijos

Amélia disse... [Responder comentário]

Bom as fotos ficaram lindas, moro em Bsb e tem lugares que nunca fui...
Curto seu blog pra caramba.
Parabens!!

Anna Catharina disse... [Responder comentário]

Bonfa, conheci seu blog pela Tamy e adorei. Agora, esse post de Brasília me inspirou ainda mais a deixar um recado. Moro aqui há quase 7 anos e adoro visitar e turistar, mas pelas tuas fotos vejo que ainda tem coisa que preciso visitar :) restaurantes bons e com a cara -e preço - de Brasília. Volte mais vezes, que ainda tem coisa!
Parabéns eobrigada pelo post!
Cath

Fê Costta disse... [Responder comentário]

Katia,

Ainda não conheço Brasilia!! Suas fotos estão lindas demais!!! Dá até vontade de conhecer!! Nossa, fiquei de olho nos tapetes persas do gabinete da Dilma, muito lindos!!!

Aquele banco do Niemeyer é mesmo um show!

Bjao!

Adriane Pinhate disse... [Responder comentário]

Caraca!!!
Tô impressionada. Que Post lindo!!!! Como retratou bem minha cidade. Cada detalhe, cada visita sua, cada foto! Teve até tempo de ir na Água Mineral! Nessa foto, vc me proporcionou uma volta à infancia. Lembranças maravilhosas! Obrigada! Obrigada e Obrigada!
PS.: quando voltar aqui, por favor, me avise, quero um autógrafo seu!! Sou sua fã! Bjuuussss

Marcia Almeida disse... [Responder comentário]

Olá Katia,

Adoro o seu blog!!!! Você é muito criativa e atenciosa. Queria te pergunta: estas visitas que você fez nos centros do poder do nosso país, só podem ser feitas no final de semana, não é?
Fiquei com vontade de levar meus filhos para este passeio. Sou de Salvador-BA.

Beijos
Marcia

Heliana disse... [Responder comentário]

Oi Kátia, adorei seu post sobre a cidade onde vivo. Realmente Brasília é muito bom, mas temos que concordar que a sua cidade é imbatível, não acha?
Bem, como você disse que não é fácil achar um autêntico pão de queijo mineiro no Rio, vou te dar a dica: vá até uma loja da Fornalha. Tem várias, mas a mais tradicional e a primeira a ser criada no Rio é a da Ministro Viveiros de Castro, 33 em Copacabana, quase esquina com a Prado Júnior. Eles estão lá há mais de 30 anos e o pão de queijo é o mesmo que fazem em Belo Horizonte. A receita nunca mudou...
Pode procurar o meu tio Nivoca e diga a ele que eu te indiquei. Vai conhecer uma pessoa super especial, daquelas que vale a pena se relacionar.
Um abraço,
Heliana

Atelier Sonhos de Pano disse... [Responder comentário]

amei o seu blog, vc tem um bom gosto incrivel, parabens, bju

Feito a Mão disse... [Responder comentário]

Katinha,
Eu não tinha visto este seu post. Acho que eu estava em Curitiba, na época.

Seu passeio por Brasília parece ter sido muito interessante.
Eu não consigo achar graça naquela cidade, sabe? Acho tudo tão frio, impessoal, artificial, sem calor humano! Mas suas fotos captaram uma Brasília que eu não conseguia enxergar. Acho que porque só fui para lá a trabalho. Isso faz toda diferença.

bjk
Claudinha

Thaís disse... [Responder comentário]

Adoro ler sobre viagens e hj resolvi ler também a visão de uma blogueira em relação a minha cidade! Muito legal! Vou procurar também em outros blogs, ótimo saber opiniões de turistas sobre o lugar que vivo e que amo!
bjo
www.olumiar.blogspot.com.br

Related Posts with Thumbnails