quinta-feira, 3 de maio de 2012

Resumão das férias na Rússia – Parte 1 (São Petesburgo e Peterhof): atrações turísticas, arquitetura, decoração, design, artesanato, comes & bebes e curiosidades

Igreja do Sangue Derramado, São Petesburgo.
Hermitage, antigo Palácio de Inverno, que hoje em dia abriga um dos maiores museus do mundo em São Petesburgo. Imperdível!!!!

Interior da Catedral de Santo Isaac, São Petesburgo.

Mosaico representando Maria e o menino Jesus.

Detalhe do Palácio Peterhof, conhecido como o “Versailles russo”.

Conjunto de cinco Matrioskas representando a “hora do chá”. A boneca maior segura um samovar, peça de origem russa usada para servir chá.

O famoso estrogonofe, prato típico russo muito apreciado pelos brasileiros.

Vitrine de doces da confeitaria e delicatessen Kupetz Eliseevs.

Oi, pessoal!!!! Depois de quase um mês longe da rotina, descobrindo um novo cantinho do mundo a cada dia, estou de volta à minha cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro!!!! Cheguei ontem, mas fiquei bem quietinha de propósito, a fim de terminar esse resumão da primeira parte da viagem que incluiu três países: Rússia, Turquia e Grécia. Foi um passeio inesquecível, assim como todos os outros que fiz na vida, mas esse teve um gostinho especial porque realizei um sonho acalentado há 16 anos: conhecer a Turquia e voar de balão sobre a Capadócia… sim, São Pedro mais uma vez nos presenteou com um dia lindo de sol e céu azul no único dia do ano em que eu pediria esse favor ao nosso “amigo”. Depois de dois dias de voos cancelados após a passagem de um tufão, só soubemos que viveríamos essa experiência na noite anterior. Imaginem a minha ansiedade e emoção, rsrsrsrs!!!! Mas esse relato fica para outro post, OK? Hoje é dia de compartilhar com vocês a primeira parte das nossas aventuras na Rússia

 

São Petesburgo

O primeiro lugar que me fez pensar e dizer: “uaaaaaaaaaaauuuuu!!!!” foi a igreja ortodoxa conhecida como Igreja do Sangue Derramado (Храм Спаса на Крови, khram spassa na krovi). A fachada cheia de detalhes é de tirar o fôlego!!!!! A igreja foi projetada por Alfred Parland no estilo típico das construções similares erguidas entre os séculos XVI e XVII.

Se o exterior já me impressionou por sua beleza e magnitude, o interior me deixou ainda mais boquiaberta: é simplesmente divino!!!!!

Cada pedacinho de parede é coberto por mosaicos coloridos e vibrantes. Os lustrem criam uma iluminação aconchegante e também há muita luz natural entrando pelas janelas.

É quase inacreditável pensar que todo interior da igreja é coberto por mosaicos do chão ao teto. Pra ter certeza disso, dei um “zoom” em uma das figuras e constatei a veracidade da informação.

Reparem nos detalhes de brilho e sombra… espetacular, né?????

Desde a minha primeira visita a uma igreja ortodoxa na Finlândia em 2008, eu faço questão de entrar em todas as que encontro pelo caminho, porque até as que tem fachadas bem simples geralmente possuem um interior surpreendente.

Quando saímos, percebemos uma movimentação animada do outro lado da rua e vimos algumas garotas descerem de uma limousine cor-de-rosa com véus pink na cabeça juntamente com outra menina vestida de branco. Pensamos que deveria ser uma despedida de solteira e decidi registrar o flagrante!

Amanheceu nevando no dia seguinte à nossa chegada, mas não nos incomodamos porque a neve fininha que caiu não atrapalhou os planos e pudemos continuar nossa caminhada por São Petesburgo, explorar cada cantinho e “respirar” a cidade.

A Catedral de Santo Isaac ou Isaakievskiy Sobor é a maior igreja ortodoxa russa de São Petesburgo e é claro que fomos lá conhecer de perto a bela construção!!!!

O portão de ferro trabalhado minunciosamente e as gigantescas colunas de mármore na entrada da catedral davam a ideia da grandiosidade do que encontraríamos lá dentro…

Uma pomba branca aparece reluzente no topo da cúpula bem no meio da catedral e cria um efeito quase mágico!!!!

Havia um acesso ao topo do edifício e lá de cima pudemos observar a cidade sob uma espessa neblina.

Avistamos um simpático parque lá embaixo e decidimos passear por ele na descida da torre. Pela primeira vez na vida, percebi que as pegadas de pombo na neve parecem formar o desenho de um avião decolando e decidi registrar minha descoberta na foto acima.

Em seguida, paramos para comer um cachorro-quente com mostarda (nosso café da manhã) em frente ao HERMITAGE, um dos maiores museus de arte do mundo e atração imperdível para quem vai visitar a “capital cultural” russa.

A coleção exposta no HERMITAGE possui itens de praticamente todas as épocas, estilos e culturas da história russa, europeia, oriental e do norte da África, e está distribuída em dez prédios. Neste conjunto o papel principal cabe ao Palácio de Inverno, que foi a residência oficial dos Czares quase ininterruptamente desde sua construção até a queda da monarquia russa.*

*Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Museu_Hermitage

O Marcelo havia comprado nossos ingressos antecipadamente pela internet e isso nos permitiu entrar no museu logo assim que chegamos, “furando” oficialmente uma fila enorme. Para ter essa mordomia, pagamos somente 4 dólares a mais por bilhete. Fica aqui a dica: vale muuuuuuuuito a pena!!!!!

Os salões do museu são bastante suntuosos e confesso que a parte arquitetônica me chamou mais a atenção do que as obras de arte em si. Os tetos, as colunas, os pisos, os rodapés e as paredes eram decorados de forma diferente em cada cômodo. Escolhi algumas fotos que tirei lá dentro para mostrar esses detalhes no post. Ah, preciso dizer que é comum na Rússia ter que pagar um pouco a mais para obter o direito de fotografar o interior dos museus. Dispensamos esse acréscimo nos ingressos em alguns lugares, mas no HERMITAGE eu achei que foi um ótimo negócio!!!!!

Entre as mais de 100 fotos que tirei do museu, selecionei as imagens acima pra vocês terem uma ideia do que é esse lugar sensacional!!!! Fotografei também alguns pisos em mosaico e marchetaria que me encantaram, a seguir:

Adoro essa quantidade de detalhes!!!!

À noite fomos jantar no charmoso restaurante SADKO, recomendado pelo guia LONELY PLANET, que o Marcelo costuma consultar antes de viajar.

A decoração é bem interessante e mistura elementos contemporâneos a motivos florais tradicionais russos. As cores predominantes são cinza grafite, preto, vermelho, dourado e branco. A combinação desses tons sugere sofisticação e a Logomarca, assim como os elementos de apoio, são usados em diversos ítens, como por exemplo, nas louças, guardanapos e cardápios.

O Marcelo pediu um filé alto com molho de pimenta que estava delicioso. Apesar de eu não gostar de estrogonofe, decidi experimentar um dos pratos mais tradicionais da culinária russa e conferir se ele tinha a ver com a versão que comemos aqui no Brasil. Meu veredito? Sim, o estrogonofe russo é muito semelhante ao nosso. Estava gostoso, mas não tanto quanto a versão “à la Bonfa”, rsrsrsrs!!!!! O meu leva gorgonzola e vinho tinto… nem sei se pode ser considerado estrogonofe, mas qualquer dia desses eu repito a receita em casa e publico o resultado no blog, combinado????

Escolhemos a sobremesa meio às cegas e adoramos o resultado que chegou à mesa!!!! Era uma torta com várias camadas que incluía chantilly, nozes, doce de ameixa, suspiro e chocolate.

A conta veio dentro de uma tradicional matrioska pintada com os motivos florais e as cores que compõem a identidade visual do restaurante. Adorei a novidade e a surpresa!!!!

O dia seguinte amanheceu ensolarado, mas algumas placas de gelo ainda se deslocavam pelo rio Neva. Decidimos visitar a Fortaleza de São Pedro e São Paulo, mas antes fomos margeando o rio e contemplando algumas fachadas de museus, igrejas e da universidade local pelo caminho.

Esfinges egípcias às margens do rio Neva.

Avistamos esse barco-restaurante chamado THE FLYING DUTCHMAN e decidimos entrar para conhecer o lugar, que abriga também uma academia e um salão de beleza. Escolhemos uma mesa perto das enormes janelas que oferecem uma linda vista para o rio Neva e pedimos dois drinks: White Russian e Green Fairy. Não lembro de todos os ingredientes da minha bebida verde, mas sei que levava vodka, gin, licor de melão Midori, Becherovka (que tem gosto de anis), limão e club soda. Estava bem gostoso e refrescante!

À noite, o restaurante/bar recebe um DJ e se transforma em uma boite.

Como eu adoro registrar a decoração de banheiros inusitados, esperei ficar sozinha no cômodo para tirar as fotos acima. As portas das cabines pareciam ter saído de um filme de ficção científica e lá dentro era tudo vermelho, incluindo a iluminação! Perto das pias havia um trio de monitores que exibiam clipes de música.

Continuando nosso passeio, avistamos a famosa prainha de São Petesburgo, muito apreciada pelos locais.

Apesar do frio e dos blocos de neve que flutuavam no rio, uma galera animada tomava sol encostada nas paredes da Fortaleza de São Pedro e São Paulo, para onde estávamos nos dirigindo.

Sou uma pessoa bastante calorenta e muitas vezes percebo que me sinto à vontade no frio usando menos roupas do que o pessoal local. Apesar do sol, a temperatura beirava os 5 graus e os “banhistas” corajosos atraíram diversos olhares curiosos.

Para entrar na catedral onde praticamente todos os Czares Romanov da Rússia foram sepultados e ver as exposições, é necessário comprar ingressos, mas se você preferir passear somente pelos arredores da fortaleza, a entrada é gratuita.

A catedral tem um interior bonito, porém menor e menos imponente do que as igrejas que havíamos visto no dia anterior.

Na foto acima, vocês podem ver os túmulos dos Czares e outras personalidades russas importantes, entre as colunas.

Dentro da fortaleza, também é possível visitar a antiga prisão que lá funcionava. Entre os ilustres prisioneiros políticos estavam o romancista Fyodor Dostoevsky, o anarquista Mikhail Bakunin e o rival de Stalin, Leon Trotsky.

Suas antigas celas estão devidamente identificadas com placas contendo a foto do prisioneiro, além de uma biografia resumida e o tempo em que permaneceram na prisão.

Quando começou a escurecer, fomos passear pela badalada Nevsky Prospekt, a principal avenida de São Petesburgo, cercada de lojas, cafés, bares, restaurantes, livrarias, lojas de departamentos etc. Foi lá que avistei a KUPETZ ELISEEVS, um misto de café, restaurante e delicatessen onde podem ser encontrados produtos variados como caviar, geleias, patês, peixes, terrines, queijos, embutidos, pães, vinhos, champagnes e maravilhosos doces!!!!

A fachada do prédio que abriga a Kupetz Eliseevs é muito bonita e imponente, mas seu interior não é menos impressionante.

Os grandes espelhos, as luminárias em estilo Art Nouveau, os detalhes dourados em todos os cantos e as vitrines repletas de delícias me deixaram encantada com esse lugar!!!!

Apesar de preferir os pratos salgados, os doces bem coloridos e cheios de detalhes sempre atraem o meu olhar.

Nós não estávamos com vontade de comer nada aquela hora, então decidimos escolher duas tortinhas para experimentarmos no café da manhã.

Foi difícil fazer essa escolha entre tantos doces literalmente esculturais. Reparem nas frutas feitas com massa de marzipã… que fofas!!!!

Mas, por fim, selecionei meu doce pelo seu design, assumo, rsrsrsrs!!!! Adorei a tortinha redonda de limão com a rodela da fruta confitada sobre uma base de chocolate granulado perolizado… muito chique isso!!!! O Marcelo optou por uma sobremesa em 3 camadas que vinha decorada com um macaron e uma pétala de rosa. Como sempre, gostei mais do doce dele, que misturava geleia de rosas, frutas vermelhas e chocolate branco.

Aproveitando o ensejo, gostaria de dizer que não me empolguei muito com a culinária russa. Em geral, achei tudo meio insosso, pouco temperado e nada apimentado. Uma aposta certa para o almoço ou janta leve era o TEREMOK, uma rede de fast-food russa especializada em panquecas recheadas (blinis). Não eram deliciosas, mas o preço compensava. Para acompanhá-las, pode-se pedir uma cerveja de mel, que mais parece um refrigerante.

E por falar em fast-food, acho que nunca vi tantas redes americanas fora dos EUA!!!! Até anotei no meu diário de viagem as marcas que encontrei pelo caminho: Subway, Burger King, KFC, Mac Donald´s, Sbarro, T.G.I. Friday´s, Texas Kitchen, Dunkin´Donuts, Wendy´s, Cinnabon, Starbucks e por aí vai…

Como a gente nunca resiste a um pub, decidimos tomar algumas cervejas no O´HOOLIGANS, um bar irlandês muito simpático!!!!

Fotografei essa página do cardápio de drinks porque a achei bastante divertida e colorida, mas a gente estava lá por causa das cervejas, não é mesmo????

Adoro as cervejas do tipo Stout e Porter!!!!! Apesar de serem mais caras do que as nacionais russas, elas são minhas preferidas e adorei conhecer a OYSTER STOUT, uma deliciosa cerveja escura, amarga e encorpada com espuma bem cremosa. Para acompanhar, pedimos o belisquete que conhecemos nos países bálticos, o pão frito com alho… hummmm, que delícia engordativa!!!!!

Descobrimos (ou, pelo menos, desconfiamos) de que queijo é um artigo caro na Rússia. Tudo o que continha queijo tinha um preço mais salgado ou a porção era pequena, como no caso dessas bolinhas super sequinhas e crocantes que vieram acompanhadas de um molho feito com gorgonzola e alho… simplesmente sensacional, apesar do preço!!!!

Das cervejas nacionais, gostamos mais da BÁLTICA, que tem numeração diferente dependendo do teor alcoolico.

 

Peterhof

No nosso último dia em São Petesburgo, já havíamos conhecido tudo o que nos propusemos a conhecer e o Marcelo sugeriu uma visita a PETERHOF, um conjunto de palácios e jardins também conhecidos como "Versailles Russo" por causa da extensão e beleza de sua área externa com muitas fontes, esculturas, árvores e flores.

Pegamos um trem e 35 minutos depois, estávamos na cidade de Peterhof, que fica a 30 km de São Petesburgo. Cerca de dez minutos após descermos na estação, avistamos essa lindíssima igreja ortodoxa cheia de detalhes coloridos, cruzes e cúpulas douradas.

Já sabíamos que não veríamos o conjunto de palácios no auge de sua beleza, já que estávamos na época do degelo. Era só o comecinho da primavera e as fontes estavam desligadas, as árvores ensacadas e não havia flores. Pensamos bastante se valia à pena fazer o passeio nessa época do ano, mas como nosso lema é “melhor ir do que não ir”, lá fomos nós!!!!

Os paineis das fotos acima exibiam imagens de Peterhof em um lindo dia ensolarado de verão, o que não era o nosso caso, rsrsrs!!!!

Até que o dia estava bonito, o sol brilhava no céu azul quase sem nuvens, mas fazia frio.

As fontes estavam secas, mas a visão dessa estrutura gigantesca e monumental fez a visita valer muito à pena, na nossa opinião!!!!

Visitamos o interior de um dos palácios, mas infelizmente a fotografia era proibida. Posso dizer que os salões de baile me deixaram de queijo caído e imaginar que tudo isso foi quase que completamente destruído pelos nazistas na segunda guerra, fez com que eu ficasse ainda mais impressionada:

“Já no século XX Peterhof sofreu gravíssimos danos, que pareciam irreparáveis, durante a Segunda Guerra Mundial. Quando se iniciou o conflito houve uma tentativa de evacuar as obras de arte e enterrar as esculturas. Nos poucos meses que mediaram entre o despoletar da guerra a Oeste e a chegada do Exército Alemão, os empregados conseguiram salvar apenas uma parte dos tesouros dos palácios e fontes. Foi feita uma tentativa de desmantelar e enterrar as esculturas das fontes, mas três quartos delas, incluindo todas as maiores, permaneceram no lugar. Apesar de todos os esforços, nada impediu que as tropas nazis se instalassem em Peterhof, tal como em Tsarskoye Selo, em Setembro de 1941, onde permaneceram até Janeiro de 1944 e de onde prepararam o longo cerco a Leninegrado.”*

*Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Peterhof

“As forças ocupantes do exército alemão provocaram grandes destruições, especialmente depois do fim do Cerco a Leninegrado: foram derrubadas árvores centenárias nos dois parques; o Grande Palácio foi pilhado e incendiado; A Grande Cascata foi pelos ares; os Pavilhões de Marly, Monplaisir e Ermitage ficaram semidestruídos; fontes e cascatas quase desapareceram, e as esculturas que sobreviveram foram levadas para a Alemanha. Na realidade, foi muito pouco o que restou. Felizmente, pouco depois do fim da guerra foi iniciado um minucioso programa de restauro que conseguiu restituir ao conjunto o seu aspecto primitivo.”*

*Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Peterhof

“A maior e mais bonita fonte de todo o parque, A Grande Cascata, prolonga-se por um grande canal, o Canal do Mar, até ao Mar Báltico. Ao longo dos vários hectares de parque, o Peterhof tem mais de cento e vinte fontes, todas elas de grande beleza e imponência. Todo o conjunto merece uma visita atenta, tanto pelo luxo dos interiores como pela magnificência do parque.”*

*Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Peterhof

Árvores ensacadas para a proteção contra o frio.

Estátua de leão com cara de bonzinho. Eu quis fazer uma brincadeirinha e “coroei” o animal com uma das cúpulas do palácio!!!!

E assim terminou a primeira parte do relato sobre nossas férias de abril, as mais longas em muitos anos!!!! Dessa vez, tanto eu quanto o Marcelo levamos cadernos de anotações para registramos o que encontramos de mais curioso e interessante. Para quem pretende viajar para a Rússia por conta própria, meu conselho é estudar um pouco de cirílico antes de partir porque há pouquíssima sinalização em letras romanas e a maioria da população não fala inglês, nem mesmo nas áreas turísticas. Eu pensei que fosse exagero, mas é verdade.

Continuo achando que abril ainda é um dos melhores meses para viajar para o hemisfério norte porque maio já está começando a ser considerado “alta temporada” e os preços sobem no início do mês. Outra vantagem é a menor quantidade de turistas e de filas nas principais atrações. Mas, é claro que isso é muito pessoal e depende do estilo de viajar e da personalidade de cada um. Pra quem não gosta de frio, talvez outra época seja mais adequada.

Quero agradecer imensamente o carinho de vocês que deixaram recadinhos e curtiram as fotos que fui postando no Facebook ao longo das férias!!!! Obrigadíssima por acompanharem minhas aventuras e pelas boas energias que me passaram!!!!

Infelizmente, ainda não consegui responder um e-mail sequer, entre as quase 2.500 mensagens na minha caixa de entrada, acreditam nisso????? É muita coisa e é claro que tem vários spams e propagandas nesse bolão, mas gostaria de pedir a vocês um pouquinho de paciência porque retorno ao trabalho oficialmente hoje e penso que só terei tempo de ler as mensagens a partir de segunda-feira.

Enquanto isso, quero desejar a todos um ótimo final de semana e dizer que o blog está de volta à ativa!!!!! Antes de viajar, deixei algumas postagens programadas para a semana que vem.

Ah, eu disse que traria um presente bônus da viagem, não disse??? Pois é, eu trouxe dois!!!! Mas, antes de revelar do que se trata, preciso preparar o post sobre as comprinhas que fiz e organizar o Brunch do Dia das Mães, que acontecerá aqui em casa. Enfim, estou bastante atarefada e foi por isso que fiquei escondidinha ontem… nem meus melhores amigos sabiam que eu havia voltado de viagem, rsrsrsrs!!!! Mas agora posso dizer:

“TÔ DE VOLTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!”

Um grande beijo e até segunda!!!!

Bonfa ass

54 comentários:

nena disse... [Responder comentário]

Adorei as dicas, as fotos...vc realmente aproveitou...e isso q é só o começo rsrsrs.
Bom retorno ao trabalho!!!
Estamos aguardando

Marly disse... [Responder comentário]

Katita,

Bem vinda de volta, querida, já estava com saudades!
Eis aí outro post imperdível, amei cada imagem e descrição. Acho, sinceramente, que você é ótima, nessa coisa de fazer indicações turísticas, pois é detalhista e tem um olhar privilegiado que enxerga tudo o que é interessante, rsrs. Eu tenho vontade de conhecer a Rússia por causa da grande admiração que tenho por vários escritores russos, principalmente por Dostoiévski, que acho de um talento quase inacreditável. Quanto à culinária, acho que eu também me decepcionaria, pois a Rússia tem fama de ser uma, digamos, exportadora de receitas e até nós adotamos muitos dos pratos russos, como o arroz à Rússia, o Charlotte russo, os blinis, o creme azedo (sour creme) e o estrogonoffe, entre outros, mas eu já sei que nós brasileiros gostamos de sabores mais intensos, rsrs. Esta sobremesa que vocês comeram é muito parecida com a nossa torta "Marta Rocha", rsrs.
Bem, vou parar por aqui, ou acabarei escrevendo um livro. É bom ter você de volta!

Um beijo e bom dia!

Feito a Mão disse... [Responder comentário]

Katinha,
Impresionante como vc consegue manter o pique mesmo depois de uma maratona dessas! Só quem tem blog sabe o trabalho monstruoso de editar um psot com tantas informações e fotos editadas como este!
Fico feliz que esteja de volta, já estava morrendo de saudades!
Todo dia eu fuçava seu face, em busca da sua partida de Atenas.
Um cheiro enorme e seja bem-vinda de volta!
Cláudia

SÍLVIA OLIVEIRA disse... [Responder comentário]

Nossa, que lindo, que arraso!!! Vou acompanhar de pertinho, não conheço a Rússia! E essa dica de comprar ingressos pela internet é realmente fantástica! Hoje, os maiores museus e atrativos turísticos do mundo já têm esta opção! Mesmo que a entrada fique 3 ou 4 dólares mais cara... evitar essas filas desumanas é um investimento que não tem preço!!! Beijos e ótimo retorno! :-)

Jussara disse... [Responder comentário]

OLA KATIA,QUE BOM QUE VOLTOU E FELIZ COM A VIAGEM !!! TDAS AS FOTOS SAO DE LUGARES QUE SÓ PODEM SER CLASSIFICADOS COM UM ESPETACULOOOOOOOOOOOOOO!!! ESTOU DE OLHO NAS PROXIMAS FOTOS . UM GDE ABRAÇO.

Léia Silva disse... [Responder comentário]

Oi linda
Estava com saudades de você!
Que viagem estupenda! Fui junto com vocês através de tuas lindas fotos e relatos!
O Michele também adorou!
Mil bjos
Léia

Jussara Gehrke disse... [Responder comentário]

ah... Kátia!... que delicia é ver seus posts de viagem!! adoro!!
beijo
Ju

ELAINE RIBEIRO disse... [Responder comentário]

Olá Katia,

Que bom ter vcs de volta! Sejam bem vindos!

É claro que adoro vc de volta com todas essas fotos maravilhosas e com presentinhos delicados....

Bjs

Elaine

Remenry disse... [Responder comentário]

Muito legal mesmo! Fotos lindas! Estava ansiosa por suas atualizações!
Seja bem vinda!
Bjo!

Dani Hoffmam disse... [Responder comentário]

Quanta foto bacana, cada detalhe... Amei as dicas, me senti lá!

Bjos

Ely Braga disse... [Responder comentário]

Seja bemmmm vindaaaa!!!!
Suas fotos estão lindisssimas!!! Tudo de bom e aguardo mais post que sao completamente deliciosos de se ler.
Bjocas,
Ely direto da Alemanha.

Anna disse... [Responder comentário]

nossa, tô sem fôlego!!!

Lindo, lindo, lindo!!

Já está na minha lista de desejos.

beijos e bom retorno.

ROSE OLIVEIRA disse... [Responder comentário]

não canso de olhar as fotos e vejo tanta riqueza nos detalhes e narrativas que me encanta todas as vezes que vejo.Katia bem vinda de volta e um xeru da Rose

Sandra Negrão disse... [Responder comentário]

Mais uma viagem maravilhosa! Nossa Bonfa, como é bom poder acompanhar mais de perto todas as suas descobertas.
As suas fotos sempre ficam lindas.
E que lugares maravilhosos que vcs conheceram hein!!!
Como já te disse e todo mundo diz...viajamos com vcs através das suas fotos e relatos. Adoro!
Que bom que vc está de volta, sinal que teremos muito mais posts cheio de coisas lindas para apreciarmos.
Beijão e ótimo fim de semana!

Rosemere Cordeiro disse... [Responder comentário]

Oi, Katia!

Que bom que voltou...! Já estava com saudades, confesso, rsrs! Adoro as suas fotos, os seus comentários e "viajo" sempre com vc.

Parabéns e obrigada por nos mostrar tanta coisa linda...!

Estou ansiosa pelo "Brunch do Dia das Mães"

Bjos!

Rose
http://fazendoscrap.blogspot.com.br/

Babi Mello disse... [Responder comentário]

Bonfa, sumi daqui, mto corrido sabe e você como sempre deixando a gente com água na boca com suas viagens. Amo e é mto bom as dicas que você dá.
Bjos!!!!!!

Marina disse... [Responder comentário]

Adoro viajar e curto muito seus "diários" de viagens, mas nunca comentei. Porém, dessa vez preciso agradecer pelo prazer que vc proporcionou e a emoção que me fez sentir ao ver tão belas fotos. Minha avó (minha "babunha") era polonesa, estudou em São Petersburgo, e sp lembrava dessa época. Minha mãe veio jovem da Lituania, e seu sonho era ir à Rússia, e conhecer essa linda cidade, agora está muito idosa e não foi possível, portanto, cabe a mim realizar seu sonho... por enquanto através de seu relato, mas não perco a esperança de ir pessoalmente.
Obrigada mais uma vez.

cady disse... [Responder comentário]

Oi Kátia!!

Que fotos lindas e que sítios maravilhosos...

Obrigado por compartilhares connosco estas tuas, sempre muito educativas, viagens...

Bjs e bom regresso

Aline Cabral (ANINE) disse... [Responder comentário]

Que bo que voce voltou...sentimos sua falta...e voltou com tudo
Nossa com você eu posso realizar um dos meus maiores sonhos: viajar pelo mundo a fora...
Beijos

Carol Vieira disse... [Responder comentário]

Katia, muito legal a viagem... Fotos incríveis. Esta cerveja Báltica é muito boa, já conhecia.
Linda viagem!
Bjs :o)

Casar é assim... disse... [Responder comentário]

Que saudadeeeee!!!

Bom vamos aos comentários do post rsrs..
-Acho que a primeira foto ee uma das mais cleassicas rsrs..
-Gostei do Versailles Russo com as cores amarelo, branco e dourado...e ainda com o solzinho batendo, lindo ne!!
-Minhas queridinhas Matrioskas....=)...Lindas demais!!!
-Não sabia que strogonof era um prato russo!!
-Nossa..é tudo mesmo de Mosaico dentro da igreja...que trabalho maravilhoso!!
-Que bonitinhas as pegadas das pombas!! rs...
-Olha a fila do museu....vou contratar o Marcelo para comprar os ingressos antecipadamento em futuras viagens!! kkkkk....
-Ahh....eu ia adorar receber uma conta dentro de uma matrioska =)
-Quando o Le e eu pedimos pratos diferentes eu tbm acabo sempre gostando mais do dele, o dele sempre parece ser mais apetitoso..rsrs..
-Olha o tamanho dessa "grande cascata"..corredor longo...linda foto!!!


Adorei o resumão da Rússia...=)

Beijos!!

Heloísa disse... [Responder comentário]

Katia,
Que viagem fantástica.
Como sempre, suas fotos, e comentários, merecem nota 10.
E numa estação fria, com nevoeiro e neblina, as cores das catedrais devem trazer um calor diferente.
Tudo muito lindo.
Beijo.

Maria disse... [Responder comentário]

Que saudades!!!! Todo dia entrava aqui para ver se tinha alguma postagem. Parece que a viagem foi mesmo muito linda, pelo menos neste primeiro post eu já estou louca de vontade de ver o resto. Feliz retorno. Bjus.

Adriane Pinhate disse... [Responder comentário]

Como vc fez falta neste mundo virtual!!!

Bjs e que bom que voltou!!! srsrsrsr
: )

Flávia Mergulhão disse... [Responder comentário]

Vou ter que passar aqui novamente para ver seu post com calma antes que você lance a parte 2!rsrsrs
Só passei mesmo para te dar as boas vindas!
Amanhã eu volto.
Bjos, boa noite e tô louca para dia 25 chegar- o GRande Reencontro!!hahaha

Paula Henderson disse... [Responder comentário]

Bonfaaaaaaaaaaa!! Que bom que você voltou!! Que saudades dos seus posts!!
Sua viagem deve ter sido incrível, não vejo a hora de ler mais de seus relatos e fotos lindas!
Seja BEM-VINDA de volta!! :)
Beijo grande!

Beth/Lilás disse... [Responder comentário]

Parabéns, Bonfa, viagem sensacional e as fotos idem!
Adorei sua narrativa sobre os diversos lugares e algumas dicas que já estão anotadas, pois Rússia também faz parte do meu roteiro de viagem. Quando ainda não sei, mas certamente vou um dia.
beijos cariocas

Mima disse... [Responder comentário]

As fotos ficaram maravilhosas, muito obrigada Katia querida, voce me proporcionou uma linda viagem! amei! Parabéns! Obrigada.
Mima

Angela disse... [Responder comentário]

Katinha,

Só tenho só tenho um comentário a fazer sobre esse post: UAU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Beijo

Flávia Mergulhão disse... [Responder comentário]

Agora posso comentar com calma...rs.Menina que viagem incrível! Imagino o quanto vc não deve ter ficado louca com o colorido, desenho e arquitetura que encontrava pela frente.
Estou babando literalmente!
Adorei os desenhos formando mosaico dos pisos.
A foto da galera se preparando para um banho de mar gelado está cômica!rs...cada cuequinha mais sexy do que a outra!!hahaha.
Mas eu quero ver as fotos do vôo de balão na Capadócia.Esse é um sonho tb.
E as comprinhas? Vai ter post só disso, não é?rsrsrsrs
Beijocas e bom fim de semana!
Bom ter vc de volta!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Flavia... cada cuequinha mais sexy do que a outra, rsrsrsrsrs! Morri de rir!!!!!!!!!!!!!!!!! E pensei exatamente a mesma coisa... a maioria está com o elástico frouxo, rsrsrs! Que divertido! Bjs!

Amore con Cuore disse... [Responder comentário]

Olá Katia , seja bem vinda , que saudades , as fotos estão maravilhosas que delicia de viagem vcs devem ter aproveitado bastante .
Estou curiosa para ver mais lugares sensacionais que vc passou , que arquitetura maravilhosa ,cada detalhe ,os mosaicos sem comentarios.

Bjus,

Deborah

Marina Mott disse... [Responder comentário]

Katia, oi! Fotos incríveis, como sempre! saudades de aparecer por aqui! beijo grande!

YES we Cooking disse... [Responder comentário]

Bonfa!!!!
Bem-vinda de volta! Sério, fiquei sonhando em conhecer a Russia vendo esse post... Entrou mais ainda nos top de prioridade hahaha
Deu para sentir que aproveitaram bastante.... Ansiosa para ver as outras partes dessa viagem sensacional!
Beijão, Cecilia

Luana Peçanha disse... [Responder comentário]

Katia, ainda bem que voltou! Já estava com tanta saudades!
Menina como sou "viciada" no seu blog...
Quase não comento, mas leio tin-tin por tin-tin!
Nossa a Rússia é tão dourada né!? Qta coisa linda!

Ana Maria Braga disse... [Responder comentário]

Só falta agora carimbar tb meu passaporte, pois viajei contigo, através dos teus relatos. Gosto muito da riqueza de detalhes da tua narrativa e das fotos lindas. Com certeza a viagem foi maravilhosa.
Mas aqueles calções de banhos, não estavam nada atrativos....rs.
Adorei o post. Seja bem-vinda a sua cidade maravilhosa.
Dia 15 será a minha vez de viajar por esse mundo de meu Deus. Ah, saindo daqui irei fazer aquele cheesecake que vc. ensinou (seu pai faz). É maravilhoso. Hj tem festinha aqui em casa. Beijos e ótimo dia.

Marta disse... [Responder comentário]

Katita, mal chegou e já fez um post lindo e detalhado desses! Adorei cada detalhe.. a igreja é um escândalo!!!!
E os doces? Dá pena de comer de tão bonitos..rss
Beijossss

Gerliane disse... [Responder comentário]

Que bom que vc já está de volta! Estou ansiosa pela próxima festinha kkkkk
Nossa, que lugares lindos estes heim? Todas estas viagens, os momentos de alegria e de contratempos, todas as paisagens maravilhosas criadas por Deus ou pelos homens... querida, isto sim é a expressão de riqueza!
Meu marido e eu decidimos enfim nos organizar pra fazer uma viagem internacional, mas como somos muito amadores vamos começar por locais pertinhos, queremos ir a Machu Pichu, e como a viagem é no inicio de novembro já vou começar a me programar, o que vc me sugere Katia?

Milena disse... [Responder comentário]

Oi,Katia!Estava com saudades de fazer essas viagens,rs!Me sinto visitando um pouco de tudo também!
Sempre acho que a Rússia tem um quê fora do normal por conta de seus anos isolada(politicamente e sempre geograficamente falando).
Olhando as fotos e a beleza de toda a sua suntosidade continuo com a mesma sensação!Até o fato de ter um excesso de fast-food confirma esse meu sentimento.
Bizarro demais são aquelas pessoas de sungas velhas e meias!!Gente o que é aquilo???Encostadas no muro iguais a galinhas caipiras quando pegam sol pela manhã!!Hilário!!
bjs e bom retorno

Ana Paula disse... [Responder comentário]

Nossa que viagem!!! Concordo com a Cláudia com relação ao pique das postagens, eu como sempre mega atrapalhada com os meus!
Pena que não vou poder ir no encontro, pois só posso final de semana, quem sabe não marcarmos um lá em casa.
Doida para ver o post das comprinhas e da viagem de balão.
Bjs Ana Paula Carneiro.
www.deanaaz.blogspot.com

Executiva de Panela disse... [Responder comentário]

Querida Katia, bem vinda! Que post mais delicioso! Estou de queixo caido com a belissima igreja de São Petesbugo e o trabalho de mosaico deles! Espetacular! Suas fotos transmitiram para mim uma Russia que eu jamais imaginava: rica em cores, arte, detalhes, arquitetura. Ahhh... obrigada por compartilhar!!! Um grande beijo, Paula

CissyMoura disse... [Responder comentário]

Olá, Katia Bonfadini, gostei do seu Blog e peço sua licença para copiar algumas coisinhas(mas não vou usar) é só para ver com mais tempo e calma, depois apago dos meus arquivos. Obrigada pela compreensão. Bjos. Cissy.

Gina disse... [Responder comentário]

Kátia,
A Rússia sempre foi um dos meus destinos de sonho, junto a outros países exóticos.
Vou tentar ser sucinta, o que é difícil com tanta coisa interessante para comentar...
As imagens são belíssimas e gosto muito de visitar lugares, onde seja permitido fotografar por dentro.
Os mosaicos são fantásticos.
Aproveito para revelar algo que acho não lhe contei. Quando era adolescente, gostava de desenhar e até que não me saía mal... Fiz alguns mosaicos em papel e fazíamos muito o que chamávamos de desenho estilizado, geralmente com ícones religiosos.
É isso por hoje...rs!
Amei tudo!

Michelle disse... [Responder comentário]

Adorei essa sua viagem, adoro viajar e um dos destinos que mais tenho vontade de ir é a Russia que tive que adiar muitas vezes devido a outras oportunidades que surgiram, mas em breve estarei lá. Mas, resolvi postar porque a sua visita ao museu Hermitage me lembrou de um filme que já vi tem alguns anos e se chama Arca Russa, ele foi filmado no próprio museu Hermitage e o interessante é que ele foi rodado em plano-sequência único, que dura 97 minutos e atravessa 35 salas do museu, ou seja é quase uma visita ao museu, só que a história vai passando ao longo das cenas é também quase como voltar no tempo. Eles tiveram que ensaiar muito porque não podia errar e só fariam uma vez.

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Michelle Michelle, que história interessante essa do filme!!!!! Vou procurar na locadora! Obrigada por avisar e espero que vc faça logo essa linda viagem! Beijão!

Suka disse... [Responder comentário]

Adorei o post, como sempre fico encantada com as fotos e omentarios dos lugares...parece até que estamos indo junto com vc, rsrs

Simone Scharamm disse... [Responder comentário]

Ah, que post mais lindoooo!!!
Amei essas fotos, quantos lugares maravilhosos! Fiquei encantada com tudo!
Sabe, eu tenho um fraco pelas matrioskas e minha filhinha ama as histórias da Tatiana Belinky, que é russa, mas não consegui "ainda" convencê-la de que seria linda uma festa com esse tema!rs! Mas eu não desisto! Agora, você com seu post cheio de detalhes, cores e sabores, acendeu mais a minha vontade!rs!
Adorei, adorei, adorei!
Beijos!

Receber e Celebrar disse... [Responder comentário]

Meu primos irão em outubro para a Rússia e já repassei seu post pra eles pegarem algumas dicas ;)

Liza Sena do Ateliê MonArt disse... [Responder comentário]

Fiquei encantada,tudo muito lindo,muito chique,coisa de cinema,ai como queria aquela receita da torta,e o cachorro quente que o Marcelo estava devorando tem o mesmo sabor que o brasileiro

Ligia Prestes disse... [Responder comentário]

Bonfá, boa tarde.

Acompanho seu blog e adorooooo....
Morei em Moscou durante cinco anos e vendo suas fotos me bateu uma saudade....Ai que nostalgia!!
Fico feliz que tenha aproveitado...Amo Moscou!!

Beijos,
Ligia Prestes.

Miguel Pinheiro disse... [Responder comentário]

A Igreja em Peterhof é a Catedral de São Pedro e São Paulo em Peterhof ou Собор Петра и Павла (Петергоф).

Parabéns pelas fotos e relatos!

Miguel Pinheiro disse... [Responder comentário]

A Igreja em Peterhof é a Catedral de São Pedro e São Paulo em Peterhof ou Собор Петра и Павла (Петергоф)!
http://sobory.ru/article/?object=00728

Parabéns pelas fotos e relatos bem elaborados!

gelma disse... [Responder comentário]

Oi katia, obrigada por compartilhar mais esta aventura.Vi que vcs foram em abril,no início ou mais no final?vi que ainda pegaram neve...qual foi a temperatura mais baixa ??Obrigada

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@gelmaOi, Gelma!!!! Ih, menina, acho que foi meados pra fim de abril. Estava bem frio, rs! O pior foi o vento gelado, uuui! Imagino que as temperaturas estavam perto de zero. Um super beijo e seja sempre muito bem-vinda!

Related Posts with Thumbnails