quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Programas legais para o Dia das Crianças gaúchas: conhecer o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS e o Presépio de Rolhas em Caxias do Sul

DSC09718

Quando comecei a escrever esse relato, pensei em restringi-lo apenas ao sensacional Museu de Ciências e Tecnologia PUCRS, mas relendo os posts do Marcelo sobre nossas aventuras na serra gaúcha, lembrei do Presépio de Rolhas em Caxias do Sul, que fomos visitar sem muitas expectativas e saímos de lá encantados.

Aproveitando a proximidade do Dia das Crianças, resolvi mesclar essas duas atrações em um só post e deixar aqui a sugestão para comemorar a data especial de uma maneira diferente, juntando diversão e aprendizado.

DSC09721

A fachada do Museu de Ciências e Tecnologia PUCRS me lembrou muito o MUSEUM OF SCIENCE em Boston, EUA, onde estive com a minha mãe em 2004. Além do revestimento de tijolinhos, havia um grande dinossauro na entrada do edifício, conforme vocês podem conferir na foto a seguir.

Eu (mais novinha e mais magrinha) no MUSEUM OF SCIENCE em Boston, Estados Unidos, 2004

As semelhanças não param por aí. No dia em que visitamos o museu americano, estava chovendo muito e era impossível programar passeios ao ar livre. Eu gosto muito de fazer comprinhas e de conhecer novas lojas durante viagens, mas apesar da variedade de artigos que a gente encontra nos Estados Unidos a preços super tentadores, passar um dia inteiro em shoppings ou outlets me parece um desperdício de tempo. Sendo assim, pesquisamos as atrações da cidade e nos animamos a conhecer o Museum of Science. Ele era imenso e totalmente interativo, assim como o da PUCRS. Ficamos tão envolvidas com as experiências científicas, com os filmes do IMAX e com a  grandiosidade do museu, que passamos umas 8 horas lá dentro!!!!! E a chuva não parou de cair…

DSC09723

Logo na entrada do museu da PUCRS, ao lado da lojinha, vimos essa placa indicando que trata-se da única atração 5 estrelas de Porto Alegre, segundo o guia Quatro Rodas, e figura como uma das 28 melhores atrações do Brasil. Bom, não sei se existem outros lugares na cidade que merecem esse reconhecimento, mas, na minha opinião, o museu certamente merece!!!!

DSC09726

O museu foi inaugurado em dezembro de 1998 e eu não imaginava que era “tão antigo”. Já se passaram 14 anos, mas as instalações são moderníssimas. É claro que deve ter havido algumas intervenções desde a sua construção, mas eu achava que era uma novidade!

DSC09729

Trata-se de um dos maiores museus interativos de ciências naturais da América Latina, contendo atividades que despertam o interesse de todas as faixas etárias e abrangem diversas áreas do conhecimento como o universo, o planeta Terra, a interação entre o meio ambiente e o ser humano etc.

DSC09732

O mais interessante, na minha opinião, é a oportunidade de observar na prática as teorias elaboradas por renomados pensadores e cientistas. O museu adapta conceitos de química, física e matemática a brincadeiras com espelhos, telefones sem fio, roldanas, bolinhas de isopor, areia e até um leve choque elétrico!

DSC09734

A área de exposição permanente ao público conta com cerca de 700 experimentos interativos e alguns milhões de peças. Uma das melhores atrações é o giroscópio humano, que simula a ausência de gravidade (foto acima à direita).

Infelizmente, chegamos no museu duas ou três horas antes dele fechar e tivemos que visitá-lo às pressas. O engraçado é que eu e o Marcelo não temos muita paciência para passar horas dentro de museus de arte, por exemplo. Normalmente, grandes galerias possuem acervos enormes e obras variadíssimas, o que é ótimo, mas eu acho impossível manter o foco por causa do meu jeito agitado e ansioso de ser, rsrsrs! Sei que muita gente gosta de passar o dia inteiro dentro de um museu, mas o meu ritmo é mais acelerado do que a média e depois de uma ou duas horas, no máximo, já quero ir pra outro lugar. Por esse motivo, prefiro visitar exposições menores, focadas em determinado estilo, conceito ou nas obras de algum artista em particular. Entretanto, o museu da PUCRS e o de Boston, por serem altamente interativos e ligados à ciência, despertaram meu interesse por muito mais tempo do que o normal!!!!!

DSC09731
Marcelo observando um experimento que podia ser manipulado

DSC09736

DSC09738

Achei muito curioso o processo de muda de pele da jibóia e não tinha ideia de que isso acontecia! Há uma parte do museu com animais vivos em exposição, mas não é permitido fotografá-los. Eu queria muito ter registrado uma imagem do BICHO-PAU (ou mané-magro), um inseto estranhíssimo que parece um pedaço de madeira ou graveto. Quando ele está parado em cima de um galho, não dá pra saber que é um bicho!!!!

DSC09741

As tartarugas das ilhas de Galápagos, que ficam a mil quilômetros a oeste da costa do Equador, são gigantescas, e na foto acima, estou posando ao lado da réplica de uma delas.

DSC09749

As coleções científicas do museu estão localizadas em uma área de 1.213 m2, cada qual em uma sala adequada ao tipo de acervo. As 12 coleções biológicas abrigam cerca de 700 mil espécimes catalogados, correspondendo a aproximadamente 6 mil espécies que representam, principalmente, a biodiversidade da região sul do Brasil. Também incluem representantes de outras regiões do país e de outros países da América do Sul e Central.*

DSC09752

O espaço gigantesco possui três andares e uma enorme claraboia inunda o museu de luz natural.

DSC09754

Apesar de não assistir à série de televisão CSI, gosto muito de documentários sobre investigação criminal e, por esse motivo, estou perdidamente apaixonada pelo canal INVESTIGAÇÃO DISCOVERY, que apresenta vários programas sobre crimes e psicopatas da vida real, com uma profunda análise psicológica de seus perfis, padrões de comportamento e modos de ação.

DSC09755

No terceiro piso do museu, há uma sala dedicada a elucidar alguns mistérios, revelar curiosidades e ensinar como desvendar a identidade de um criminoso por meio da análise de seu DNA retirado de fios de cabelo, fragmentos de unha, pele etc.

Em um canto da sala, há um totem interativo com tela touch screen, onde é possível participar de um jogo que tem por objetivo descobrir a identidade de um assassino. É uma ótima oportunidade para testar conhecimentos e selecionar o culpado por meio da análise das características físicas e hábitos dos suspeitos. Diversão garantida!!!!

DSC09756

Logo ao lado da sala do “CSI”, há uma tela que projeta a sua imagem interagindo com um jogo, no qual você deve usar as bolas azuis para aniquilar as bolas cor de rosa ou algo assim…

DSC09759

…confesso que não prestei muita atenção às regras, mas achei a experiência engraçada e tirei muitas fotos da gente tentando pegar as bolinhas virtuais!!!!

DSC09764

Na foto acima, eu estava dentro de um metrô estilizado e os rostos que apareciam na janela eram figuras célebres que inventaram ou descobriram algo que revolucionou o conhecimento científico. No verso das caricaturas, havia uma pergunta sobre o legado deixado pelo estudioso, como, por exemplo:

“Criei as teorias do eletromagnetismo, unindo a eletricidade, o magnetismo e a óptica. Gire meu rosto e descubra quem eu sou”.

DSC09770

A placa ao lado da esfera na foto acima diz o seguinte:

“A esfera contém uma mistura de gases rarefeitos e um eletrodo central ligado a uma fonte de alta tensão.A diferença de potencial entre o eletrodo e a esfera de vidro provoca a descarga elétrica. Encoste a sua mão na esfera. O que acontece? O contato das mãos com a esfera modifica o potencial elétrico no ponto de contato, influenciando a descarga elétrica”.

DSC09774

O painel expõe uma técnica super interessante para refrigerar alimentos sem o uso da eletricidade, dispondo somente de dois vasos de cerâmica e um pouco de areia molhada. O método foi desenvolvido por um professor nigeriano chamado Mohammed Bah Abba e conserva berinjelas frescas por até 27 dias!!!!

DSC09772

O espaço do museu é bastante amplo, aconchegante e bem preservado. Se bater o cansaço depois de passar muitas horas em pé, você pode se sentar em um banco, ler um livro, fazer um lanche ou simplesmente observar o movimento das crianças e adultos se divertindo nas instalações interativas.

DSC09777

Vista das instalações do museu no segundo piso a partir de um mezanino

DSC09779

Vocês lembram do filme “QUERO SER GRANDE” (BIG) protagonizado pelo ator Tom Hanks (meu ídolo da adolescência) nos anos 80? Esse piano de chão me lembrou a clássica e inesquecível cena do longa metragem!!!!

DSC09783

Sempre adorei livros e revistas que traziam exemplos de ilusão de ótica e ficava treinando a minha habilidade de testá-las a fim de descobrir o “pulo do gato”. No painel acima, havia vários exemplos clássicos e algumas novidades, todas bastante interessantes. Pensando mais além, acho que é uma ótima oportunidade de filosofar a respeito de como interpretamos as coisas de maneiras diferentes dependendo do ângulo em que as vemos.

DSC09784

O cinema 3D é uma das atrações mais concorridas no museu. No dia em que o visitamos, estava fechado, provavelmente porque chegamos no fim da tarde de domingo.

DSC09786

Quando descemos para o segundo andar, vimos um casal empolgado brincando de jogar uma bola na direção oposta ao mesmo tempo em que o brinquedo onde estavam sentados girava sem parar. Fiquei tonta só de olhar!!!!

DSC09789

Não lembro exatamente qual era a intenção das instalações acima, mas sei que a gente se divertiu muuuuito nesse dia!!!!!

DSC09794

No segundo andar, havia uma mesa comprida cheia de brinquedos de montar e/ou encaixar que requerem uma boa noção de espaço e geometria. Também vi algo muito parecido no museu de Boston.

DSC09797

A seção dedicada ao universo, ao planeta Terra e aos fenômenos geológicos fica no segundo andar e foi uma das atrações que mais gostei.

DSC09799

Adorei observar a variedade de minerais existentes no Brasil e aprender sobre os diferentes tipos de lapidação de jóias.

DSC09801

Na instalação acima, era possível vivenciar a experiência de um terremoto ao apertar um botão vermelho. Felizmente, nunca tive que enfrentar essa situação na vida real e me diverti com a sensação.

DSC09806

Para quem deseja saber mais sobre o funcionamento de vulcões ativos, basta ler a placa indicativa e apertar um botão que simula uma erupção.

DSC09808

Tem de tudo no museu, incluindo uma enorme molécula de DNA dividida em cores que funcionam como uma legenda, indicando os elementos que a compõem.

DSC09813

Esse cenário pré-historico me fez lembrar do AMERICAN MUSEUM OF NATURAL HISTORY em Nova Iorque, lugar imperdível para quem vai visitar a cidade! Uma amiga acabou de voltar de viagem e revi as fotos dos cenários do museu que são incrivelmente realistas e bastante didáticos!!!!

DSC09814

Há uma grande variedade de mamíferos, répteis, anfíbios e aves empalhados em caixas de acrílico que simulam parte de seu habitat natural. No material impresso que se encontra embaixo de cada instalação, há informações sobre seus hábitos alimentares e algumas curiosidades.

DSC09815

No painel acima, vimos fetos naturais em vários estágios de evolução. Eu achei bastante informativo/educativo, mas talvez não seja uma atração muito apropriada para as futuras mamães, já que eles não sobreviveram ao tempo normal de gestação. A princípio, eu pensei que os fetos eram feitos de cera ou outro material sintético, mas depois descobri que são reais.

Segundo o diretor do museu, Emílio Jeckel, investir no turismo é uma forma de tornar a ciência acessível. "O Museu mostra para as pessoas que é gratificante e estimulante aprender sempre e cada vez mais. Inclusive nas férias e durante os momentos de lazer".*

Concordo plenamente com ele e gostaria de um dia poder levar meus sobrinhos para conhecerem esse lugar fantástico!!!!

Museu de Ciências e Tecnologia PUCRS
Endereço: Avenida Ipiranga 6681, Partenon, 90619-900, Porto Alegre-RS
Tel.: (51) 3320-3521
http://www.pucrs.br/mct/
Horários de funcionamento:
Ter-Sex: 9:00-17:00
Sáb-Dom: 10:00-18:00

Visitamos o Presépio de Rolhas e Minicidade no Carnaval desse ano, durante nossa passagem por Nova Petrópolis, Gramado, Canela, Três Coroas, São Francisco de Paula e Caxias do Sul.

O Marcelo pegou a dica no site MOCHILEIROS e fomos lá conhecer a atração sem muitas expectativas, antes de nos dirigirmos ao pavilhão onde acontece a FESTA DA UVA.

Eu tinha a impressão de que era uma coisa bem pequena e simples, mas ao chegar no local descobri que a estrutura pertencente à família Molin possui cerca de 35 mil rolhas e 25 construções em movimento.

Segundo o site oficial de turismo de Caxias do Sul, “A idéia de fazer um presépio de rolhas surgiu no ano de 2000, quando foram furtadas as estátuas do presépio da família. Para evitar que isso acontecesse novamente, os personagens do presépio foram feitos de rolhas, utilizando menos de 50 rolhas. Isso se prosseguiu até o ano de 2004. Em março de 2005, a família Molin reuniu mais rolhas e ampliou o presépio. Foram muitas noites de trabalho conjunto dos componentes da família, que durante meses, transformaram rolhas comuns, num universo natalino indescritível, que merece ser visto e valorizado pelos visitantes”.

A atração é bem diferente do museu da PUCRS e me trouxe uma sensação nostálgica do tipo “Olha que brinquedo legal, foi o meu avô que fez!”

O presépio ocupa uma pequena parte da estrutura, que não é tão grande assim. Dá pra conhecer tudo em dez minutos, mas é bem interessante e tem um apelo lúdico forte que resgata e valoriza o trabalho artesanal.

Reparem na roda e nas hastes do moinho em movimento.

O riozinho é uma graça porque tem ponte, barquinho que navega e peixinhos de verdade!

E o teleférico foi a parte que mais gostei por causa de sua engenhosidade.

A Minicidade de Rolhas me fez voltar a ser criança e lembrar de como eu gostava do carretel de linha que servia como base para o abajur da minha Barbie, da tampinha de Coca-Cola que eu usava como prato, da tampa de pasta de dentes que virava um vaso de flores etc. Não vou negar que eu colava o rosto nas vitrines das lojas de brinquedos e torcia pra ganhar aquelas luxuosas casas de boneca, mas hoje em dia percebo como foi importante não ter tudo o que eu queria. Isso me deu a oportunidade de exercitar a criatividade “reciclando” objetos simples do cotidiano. Também valorizo muito os brinquedos que despertam a curiosidade e estimulam a criança a pensar de forma crítica.

Presépio de Rolhas e Minicidade
R. Jacinto Basso, 501, B. Ana Rech
Fone/fax: (54) 3283.2322 (54) 3283.1090
Site: www.anarech.org.br
E-mail: presepioderolhas@hotmail.com 
Horário de atendimento: diariamente das 9h às 20h

Ficam aqui as dicas, pessoal!!!!! Um grande beijo pra todos com votos de uma semana divertida e educativa!!!!

*Fontes:
http://educarparacrescer.abril.com.br/atracoes-educativas/museu-tecnologia-da-puc.shtml
http://pt.wikipedia.org/wiki/Museu_de_Ci%C3%AAncias_e_Tecnologia_da_PUCRS
http://www.caxias.rs.gov.br/turismo/texto.php?codigo=774
http://www3.pucrs.br/portal/page/portal/pucrs/Capa/Noticias?p_itemid=2341480

Bonfa ass[4]

18 comentários:

Dany disse... [Responder comentário]

Para crianças grandes e pequenas. rs
Katia, você está ainda mais bonita aos 39!! :D

Beijooos

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@DanyVocê tem razão, Dany, os adultos também se divertem muito nessas atrações!!!! Sobre estar mais bonita aos 39, agradeço o elogio, mas tenho certeza de que é a maquiagem, rsrsrs! Um grande beijo!

Gerliane disse... [Responder comentário]

Oi Katia, impressionante este Museu eu nem sabia de uma local assim, achei magnífico, e imagino que não é nem sombra de estar ao vivo não é? Eu não conheço Porto Alegre, em uma viagem que fiz a Gramado demos apenas uma volta rápida pela capital Gaúcha, ainda preciso ir de verdade.
Quero dizer ainda que fiquei encantada com seu comentário no meu blog e o coração palpitou ao te ver minha seguidora! Isso por que eu sou uma espécie de fã sua né?
Tudo que diz respeito a você me interessa fia... Olha só: Toda vez que quero conhecer algum lugar eu corro aqui pra saber se vc já foi por lá e suas dicas, agorinha tava aqui procurando um local pra onde ir no feriado de 15 de novembro...
Eu me encanto com seus talento para o desenho e também com as recepções que vc promove para os amigos,
hoje mesmo eu tava aqui no seu blog procurando a festa tailandesa pra ver se dava pra aproveitar ideias para um jantar árabe que eu pretendo fazer mês que vem (isso se eu voltar pra casa até lá), Imagina aquela pérgula decorada com tecidos, para um jantar das Arábias heim?
E como assim de vc esperar um convite meu? Vc já está super convidada!
E deixa eu ir que isso virou um post de tão grande! Desculpa ai!
Beijocas!!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@GerlianeOi, Gerliane!!!! Adoro a sua animação e seu blog é uma delícia! Eu nào tinha me dado conta que ainda nào era sua seguidora!!!! Temos muito em comum!!! Viajar é realmente bom demais e o museu é gigantesco, nào é exagero quando escrevi que dá pra passar um dia inteiro lá dentro! Ah, que legal a festa árabe! Eu fiz uma vez em casa, mas ainda nào tinha blog... ficou bem legal e os convidados vieram à caráter! Sua festa vai ficar super charmosa!!!! Pode deixar que se voltarmos ao Pará, te dou um toque!!!! Vou adorar te conhecer pessoalmente! Um grande beijo!

Casar é assim... disse... [Responder comentário]

Bonfa..passei rapidinho só pra dizer que o meu post de hj é carioca com a participação de vcs!! rsrs..

Depois volto com calma pra ler seu post direitinho =)

Beijosss!!!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Casar é assim...Gábi, já vi o post, amei, comentei e compartillhei! Vamos repetir em Sampa???? Bjs!

Paula Brum disse... [Responder comentário]

Oi... Dá para acreditar que desconhecia a existência da Minicidade de Rolhas? Sendo gaúcha é quase imperdoável!!! Gostei demais e favoritei, é claro! Abraços..
Paula
www.mochilinhagaucha.blogspot.com.br
...

Maria disse... [Responder comentário]

Gente cada programa legal!. Minha filha ia adorar ver este museu. ela adora Essas coisas. Na minha cidade (pequena cidade) não tem nada para se fazer ou visitar. O jeito é brincar em casa mesmo...

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Paula BrumPaula, eu te entendo! Tem muitas atrações e restaurantes no Rio que acabo descobrindo por meio de turistas de outras cidades!!!!! Adorei a minicidade! É pequena, mas é uma gracinha observar os bonecos de rolha se mexendo! Um beijào!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@MariaOi, Maria! Eu adorei essas duas atrações! O mais legal é que os adultos também se divertem bastante, rsrsrs! Um beijào!

Doçura de conversa disse... [Responder comentário]

Nossa que lindo...coleciono rolhas,vou fzr alguma arte,mas ainda não sei o que rs.
Ahh,dê uma voltinha lá no blog,fiz um post 2x1 ontem,dia 01/10,falei de vc,espero q goste,bjsss.Trícia.
http://delicinh.blogspot.com.br/

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Doçura de conversaTricia, eu também guardo rolhas e nào consigo me desfazer delas, mendo tendo dois vasos grandes de vidro já cheios, rsrsrsrs! Sempre fico imaginando que algum dia vou ter uma boa desculpa para usá-las, rsrsrs! Vou lá dar uma olhada no seu blog! Obrigada por avisar! Beijào!

Georgia Aegerter disse... [Responder comentário]

Que beleza, Kátia!

Por aqui nunca vi um igual.

O Brasil tá de parabéns!

Bjos

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Georgia AegerterSério, Georgia? Achei que na Alemanha tivesse algum museu similar! Realmente o lugar é sensacional, não fica devendo nada a grandes museus estrangeiros!

Um grande beijo!

Marta disse... [Responder comentário]

Katita, amei as esculturas com rolhas!!! Demais!!!
Beijos

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@MartaMuito legais, né, Martinha????? Dá vontade de fazer algum artesanato com rolhas, rsrsrs! Beijão!

Casar é assim... disse... [Responder comentário]

AGora vim ver o post com calma!! rs..

Esse museu é diversão garantida pras crainças e pros adultos, né??? rsrs..Eu gosto de museus e exposições assim interativas...!!

E esse presépio de rolhas é bem legal..um trabalho bem artesanal mesmo =)

beijoss!!

Claudia Liechavicius disse... [Responder comentário]

Katia,

Quer dizer que você andou pela minha terra. O Brasil está cheio de boas surpresas. Lindo de se ver. Sabe que nunca visitei esse museu, mas ele fica pertinho de onde moravam meus avós. Saudades dessa terrinha boa!!!
Boa escolha para o mês das Crianças Grandes e Pequenas!!!!
Beijos
Claudia

Related Posts with Thumbnails