segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Resumão das férias na Turquia – Parte 8: Istambul (quarto e quinto dia) + mimos turcos pra vocês!

Fachada do Palácio Dolmabahçe

20120424-026

20120424-018

Jardins do Palácio Dolmabahçe

20120425-015

Finalmente, a Mesquita Azul!

20120424-042

Charrete em frente ao Splendid Palace Hotel em Buyukada

20120424-035

Arquitetura típica das casas na Ilha Buyukada

20120424-058

Eu e Marcelo pós-banho turco com sauna e massagem

20120424-071

Minaretes da Mesquita Azul iluminados à noite

20120424-080

Fachada do hotel Fours Seasons em Sultanahmet

20120424-083

Bowl com Tzatziki (pastinha de iogurte, pepino, alho e condimentos)

Enfim consegui terminar o relato completo sobre um dos países mais interessantes que já conheci na vida!!!! Conforme prometi a mim mesma, esse ano estou registrando nosso passeio de férias por meio de uma série de posts detalhados. Infelizmente, não tenho mais álbuns impressos e nem mesmo virtuais. Gravo as fotos em DVDs e raramente as revejo por pura preguiça. Quando comecei a preparar posts de viagens com mais frequência, fiquei surpresa com a quantidade de informações que a minha memória deletava ao longo do tempo e hoje me arrependo de não ter escrito sobre outros lugares que tive a oportunidade de visitar. Bom, ainda espero poder resgatar essas lembranças e publicá-las aqui algum dia, mas provavelmente isso será feito aos poucos e com bastante calma.

Confesso que escrevo esses posts para mim mesma, mas fico muito feliz quando alguém diz que se interessou em conhecer o lugar X ou Y depois que leu um certo relato. Viajar é uma das coisas que mais gosto de fazer na vida e, se minha experiência puder ajudar outras pessoas a programar seus roteiros, listar prioridades e evitar furadas, fico ainda mais satisfeita!

Para fechar a nossa mais recente aventura mochileira de vinte e poucos dias que começou na Rússia, ainda falta escrever sobre a linda e romântica Grécia, um sonho de lugar!!!! Hoje vocês poderão ler sobre os últimos dois dias na Turquia, país que eu sonhava conhecer há 16 anos. No fim do post, há uma série de perguntas relacionadas a essa viagem e vou propôr a vocês uma “brincadeira de detetive”. O primeiro leitor que acertar as respostas vai receber em casa os três mimos que eu trouxe da Turquia, combinado?

E então, vamos viajar juntos??????

Saímos bem cedo para o Palácio Dolmabahçe, uma das atrações imperdíveis de Istambul. Felizmente, a fila estava pequena. As visitas são sempre guiadas em turco ou inglês, a não ser que você faça parte de um grupo de excursão.

20120424-028

Reparem na suntuosidade dos dois portais que atravessei até chegar ao palácio. E essa não é a única entrada da construção que possui belos jardins e um interior de tirar o fôlego!!!!

20120424-014

Outro portal de entrada do Palácio Dolmabahçe

20120424-008

Portal de entrada de acesso marítimo

20120424-006

Os jardins não são gigantescos, mas são bonitos e bem cuidados, ornamentados com muitas flores e fontes.

20120424-027

Depois de cruzar os portões e de circundar as fontes, chegamos a um corredor que dá acesso ao prédio principal.

20120424-025

O Palácio Dolmabahçe (em turco Dolmabahçe Sarayı) foi o principal centro administrativo do Império Otomano de 1853 a 1922 e também foi o primeiro palácio em estilo europeu construído em Istambul. Sua arquitetura mistura elementos ecléticos com inspiração barroca, rococó e neoclássica, mesclada com aspectos tradicionais da arquitetura otomana.*

20120424-016

Esperamos cerca de meia hora em uma fila organizada na escadaria externa antes da visita começar. Uma coisa que me chamou a atenção foi o fato dos seguranças do palácio alimentarem dois gatinhos de rua que estavam circulando por lá. Em toda a Turquia e também na Grécia, percebi que esses bichanos são muito bem tratados, têm pêlos macios, não parecem passar fome e tem aparência bastante saudável.

20120424-010

Detalhe da fachada do Palácio Dolmabahçe

O palácio foi construído por ordem do sultão Abdülmecid I entre 1842 e 1853, com um custo de cinco milhões de libras de ouro otomanas, equivalentes a 35 toneladas de ouro. Catorze toneladas de ouro foram usadas para ornamentar os tetos do palácio.*

Trata-se do maior palácio da Turquia, considerando que a área do prédio ocupa 45 mil metros quadrados e possui 285 cômodos, 46 salões, 6 banhos turcos e 68 banheiros. Ele é dividido em três partes: a área reservada aos homens, o salão cerimonial e o harém, habitado pela família do sultão.

Infelizmente, não era permitido fotografar o interior do prédio, mas encontrei algumas imagens na internet que reproduzi a seguir com os devidos créditos.

dolmabahce_palace_3_by_serkanavcioglu-d30gdj0
Imagem retirada daqui: http://serkanavcioglu.deviantart.com/art/Dolmabahce-Palace-3-182162556

Anteriormente, o sultão e sua família moravam no palácio Topkapi, mas com o passar do tempo, a residência imperial foi ficando “desatualizada” de acordo com os padrões luxuosos da época. Sendo assim, Abdülmecid I deixou para trás os azulejos de Iznik e ergueu o Dolmabahçe com bastante ouro e cristal, de forma a mostrar a opulência de seu reinado.

dolmabahce_palace_2_by_serkanavcioglu-d30gdhq

Imagem retirada daqui: http://serkanavcioglu.deviantart.com/art/Dolmabahce-Palace-2-182162510

O palácio serviu como residência para seis sultões de 1856 até 1924, quando o califado foi abolido e a posse do imóvel transferida para a herança nacional da nova República da Turquia. Mustafa Kemal Atatürk, o fundador e Presidente da República, usava o palácio como moradia durante o verão e tomou muitas decisões importantes durante sua estadia no local. Atatürk faleceu no Dolmabahçe em novembro de 1938 e o cômodo onde fica seu leito de morte é uma das áreas mais visitadas pelos turistas.

dolmabahce_palace_5_by_serkanavcioglu-d30gdlb

Imagem retirada daqui: http://serkanavcioglu.deviantart.com/art/Dolmabahce-Palace-5-182162639

O maior lustre de cristal da Boêmia, presenteado pela Rainha Vitória, decora o salão central do palácio. O candeeiro tem 750 lâmpadas e pesa 4,5 toneladas. O Dolmabahçe tem a maior coleção de lustres feitos de cristal da Boêmia e Baccarat do mundo.*

dolmabahce_palace_4_by_serkanavcioglu-d30gdk4

Imagem retirada daqui: http://serkanavcioglu.deviantart.com/art/Dolmabahce-Palace-4-182162596

Crystal_Staircase__Dolambahce

Imagem retirada daqui: http://kyliri.deviantart.com/art/Crystal-Staircase-Dolmabahce-8350125

Além do lustre de proporções monumentais, a escada com detalhes em cristal baccarat foi o que mais me impressionou no palácio. Eu nunca tinha visto nada parecido!!!! Uma enorme clarabóia inunda o ambiente de luz natural.

A visita guiada foi muito rápida porque a cada minuto que passava, o número de turistas nas filas parecia triplicar. Foi uma pena porque o palácio tem muitos detalhes e eu gostaria de ter ficado mais tempo admirando sua arquitetura. Visitamos também o harém, mas achei o espaço bem simples em comparação às outras áreas que conhecemos antes.

20120424-029

A Torre do Relógio fica próxima aos portões de entrada do palácio e foi construída em 1890. Ela tem 27 metros de altura e 4 andares. Nos seus quatro lados, há relógios do francês Paul Gamier e os monogramas reais do império otomano.*

20120424-030

Do Dolmabahçe, seguimos para Kabatas, onde pegamos um barco para as Ilhas do Príncipe (Prince’s Islands), região para onde os moradores de Istambul escapam nos finais de semana e nas férias.

20120424-031

A passagem de barco custa apenas 5 Liras Turcas e o trajeto até a Ilha Buyukada dura 1:15 h.

20120424-032

Sobre Buyukada, o Marcelo escreveu o seguinte:

“Achei a ilha muito bacana, algo como uma Paquetá (a galera do Rio deve conhecer) *muito* melhorada. Chegamos e decidimos caminhar pelo que parecia ser uma rua principal. São diversas mansões antigas (e algumas modernas também) e muito bonitas que você admira ao longo do passeio.”

20120424-034

“Você pode pegar uma charrete também, se quiser. Ou alugar uma bicicleta. Fomos somente na ilha maior, Buyukada, e deu gosto de ficar mais tempo. É o tipo da coisa que, se tivéssemos mais dias, valeria uma esticada. Ficamos lá umas 3 horas, de lá pegamos uma barca para Kadikoy, do lado asiático. Era hora de conhecer o outro lado.”

20120424-033

Também gostei muito do passeio, apesar de não estar animada no princípio. Como não é uma das atrações turísticas principais para estrangeiros, achei que eu poderia não me empolgar.

20120424-035

Mas foi justamente por esse motivo que eu adorei conhecer Buyukada! Havia muitos estrangeiros também, mas era o pessoal local que frequentava a maioria dos bares e restaurantes que vimos assim que desembarcamos.

20120424-037

Havia muitas casas bonitas e super espaçosas. Gostei muito do estilo arquitetônico da maioria delas e concordo com o Marcelo que a ilha lembra um pouco Paquetá por causa das charretes, bicicletas e da ausência de carros, mas se eu tivesse que comparar com algum lugar no Rio, este seria a Urca, um bairro bucólico que adoro e que é cheio de ruas arborizadas e lindas casas aconchegantes (além de caríssimas!).

20120424-039

Hoje em dia, a ilha possui somente 7 mil habitantes e já abrigou personalidades ilustres, como Leon Trotsky, que passou 4 anos por lá logo após ser deportado da União Soviética em 1929.

20120424-041

Passeamos por cerca de duas horas à pé, fotografando e reparando nos detalhes das fachadas, muros, jardins, janelas etc. Deu vontade de ficar mais tempo, mas precisamos encurtar o passeio por causa dos horários do barcos e também porque queríamos conhecer outras atrações nesse mesmo dia.

20120424-038

Adorei essa placa com um desenho da Ilha de Capri, na Itália. Ela estava fixada no muro de uma casa, logo abaixo do número.

20120424-040

A construção atrás de mim na foto acima é um restaurante, mas possui o mesmo estilo das casas que vimos no caminho. Há algumas mais modernas, mas eu me encantei com as tradicionais e muitas delas possuem três, quatro ou até cinco andares!

20120424-043

Decidimos voltar para perto da estação de barcos e comer alguma coisa antes de ir conhecer a parte asiática de Istambul. Não lembro bem porque optamos por tal restaurante, mas como o tempo era curto, nos sentamos logo, pedimos dois chopps e o cardápio, que tinha fotos dos pratos e era escrito em turco, árabe e inglês.

20120424-044

A pastinha de tomates estava bem gostosa e picante, mas os pães vinham embalados em saquinhos plásticos e eram industrializados. Não gostei disso e também não gostamos da conta, que veio com uma taxa de serviço de 20%! Como assim????? Não tivemos nenhum problema em outro restaurante na Turquia, mas um casal de brasileiros que conhecemos na Capadócia havia nos alertado sobre evitar pedir pratos sugeridos pelos maîtres que não estão no cardápio. Eles entraram em um restaurante, deram uma olhada nos preços e aceitaram a dica de experimentar um certo peixe. Como os valores do cardápio eram razoáveis, eles não imaginavam que o prato era uma iguaria caríssima que custava cerca de 500 reais! Enfim, não puderam reclamar porque não viram o preço antes, mas ficaram muito chateados e compartilharam a história com a gente. E agora deixo aqui a dica pra vocês…

20120424-045

Antes de embarcar, compramos um Döner kebab embalado pra viagem e seguimos em direção à estação de Kadikoy.

20120424-047

Em Kadikoy, nossa ideia era apenas circular pelo bairro e “respirar” a parte asiática de Istambul.

20120424-049

Descemos até a região de Moda e Caferaga para conhecer o lado menos turístico da cidade. Percebemos que em Sultahnamet tudo era escrito em inglês, o que não acontece no lado asiático. A maior parte dos letreiros e da sinalização em geral era escrita somente em turco e as lojas eram voltadas para o pessoal local e não para turistas.

20120424-048

Adorei a ideia de misturar as cores de um mesmo modelo de cadeira em volta das mesas de uma lanchonete e resolvi fazer um registro. Depois de um longo passeio por diversas áreas, pegamos uma barca de volta para Eminönü, que fica do lado europeu.

20120424-051

De volta à parte antiga de Istambul, fomos curtir uma experiência bastante típica: um hamam. Optamos pelo pacote completo que incluía banho turco, sauna e massagem. Escolhemos a SULEYMANYIE HAMAM, cuja construção data do ano de 1557, por permitir somente a entrada de casais e famílias. É o único onde homens e mulheres podem banhar-se juntos.

20120424-061

O ambiente é agradável e fomos muito bem atendidos. Logo que chegamos, recebemos a chave de uma cabine e roupas que consistiam em uma bermuda e um top de biquini, além de uma toalha confeccionada no mesmo tecido xadrez.

É possível vestir seu próprio biquini ou maiô, mas eu esqueci de incluir esse item na bagagem. Como não era permitido fotografar lá dentro, procurei algumas imagens no Google que ajudassem a descrever nossa experiência.

turkish bath

Imagem retirada daqui: http://www.istanbulcityplanner.com/cgi-sys/suspendedpage.cgi

Na primeira parte da experiência, ficamos nesse salão que era aquecido entre 40 e 60 graus e funciona como uma sauna. Nos deitamos na parte central da placa de mármore e, de vez em quando, recorriamos a uma das pias disponíveis para encher os bowls com água fria que despejávamos no corpo a fim de nos refrescarmos.

Istanbul_suleymaniye_hamam_massage

Imagem retirada daqui: http://www.visit2istanbul.com/suleymaniye-hamam/

Cerca de meia hora depois, fomos resgatados para uma das salas privadas que circundam o salão principal, onde recebemos uma massagem que achei bem forte, mas gostei. Antes disso, os atendentes (que são sempre homens) nos cobriram com bastante espuma. Achei tudo muito divertido e até ri um pouco durante o processo porque senti cócegas!!!!

20120424-056

Depois da massagem, os atendentes retiraram a espuma com água e nos deixaram descansar por um tempo em uma sala não aquecida. Depois nos enrolaram em toalhas claras, nos colocaram um turbante e nos encaminharam para uma outra sala aconchegante e escurinha onde fomos convidados a relaxar e a tomar um drink. O Marcelo pediu chá e eu tomei água mineral porque estava com muuuuita sede. Ah, antes de servir as bebidas, o garçom espalhou um pouco de óleo aromático nas costas das nossas mãos. Adorei todo o ritual e saímos do hamam super relaxados!

20120424-062

Em seguida, paramos no primeiro café que encontramos e pedimos um narguilé com fumo sabor maçã e canela. Trata-se de um cachimbo de água bastante comum principalmente no Norte da África, Oriente Médio e Sul da Ásia. Há diferenças regionais no formato e no funcionamento, mas o princípio comum é o fato de a fumaça passar pela água antes de chegar ao fumante. Apesar de não ser fumante, comprei um narguilé há alguns anos para uma festa árabe que organizei em casa, mas ele está guardado no armário. Fiquei empolgada depois que experimentei esse aparato na viagem à Tunísia, mas confesso que eu nem sei absorver a fumaça. Aliás, o Marcelo disse que o objetivo não é absorver a fumaça, mas saborear o aroma escolhido, que no caso desse lugar, poderia ser até de chiclete!!!!

20120424-064

Fechamos a conta, passeamos por Sultanahmet à noite e revi as ruelas fofas cheias de bares e restaurantes aconchegantes. É um lugar delicioso para terminar o dia!

20120424-073

Tentamos entrar na Mesquita Azul e descobrimos que ela estava fechando exatamente naquele momento. Eram 22 hs e só ficaríamos em Istambul até a metade do dia seguinte. Saí de lá desanimada por ainda não ter conhecido uma das atrações principais da cidade.

20120424-081

Gostamos tanto do restaurante SEMBOL MEAT HOUSE, onde havíamos jantado na noite anterior, que decidimos voltar. O ambiente é simples, mas a comida é saborosa, farta e o preço é honesto.

20120424-084

Convenci o Marcelo a dividir o Mix Meat Kebab, uma mistura de várias carnes grelhadas com acompanhamentos. Nossa, que DELÍCIA!!!!!! Provamos um pouco de cada coisa e eu gostei ainda mais desse prato do que do Adana Kebab. O tempero turco é tudo de bom!!!!

20120425-034

No dia seguinte, acordamos cedinho, tomamos café, arrumamos as mochilas, fizemos o check-out e finalmente partimos para conhecer a Mesquita Azul.

20120425-021

Havia uma fila grande, como sempre, mas descobrimos que ela andava rápido. Que bom!

20120425-002

A Mesquita Azul ou Mesquita do Sultão Ahmed (em turco: Sultanahmet Camii) foi construída entre 1609 e 1616 e está situada em frente à Basílica de Santa Sofia, da qual se separa por uma bela praça ajardinada. É a única mesquita em Istambul que possui seis minaretes.

20120425-014

Segundo a Wikipedia, “A Mesquita Azul é um triunfo em harmonia, proporção e elegância. Construída em um estilo clássico otomano, o seu magnífico exterior não faz sombra a seu suntuoso interior. Uma verdadeira sinfonia de belos mosaicos azuis de Iznik dão a este espaço uma atmosfera muito especial. Os imperadores Bizantinos construíram um grande palácio onde se encontra hoje a Mesquita Azul. Em 1606 o sultão Ahmed I quis construir uma mesquita maior, mais imponente e mais bonita do que a Igreja de Santa Sofia. A mesquita foi revestida com azulejos azuis e possui ricos vitrais também do mesmo tom. Não há figuras no interior da Mesquita pois os muçulmanos não cultuam imagens”.

Achei a mesquita bem bonita e imponente, mas confesso que não vi uma diferença de suntuosidade tão grande entre ela e as outras mesquistas grandes que visitamos em Istambul. De qualquer maneira, valeu muito a pena conhecer mais um dos cartões postais da cidade e assim finalizamos a nossa programação na Turquia.

20120425-023

Durante o resto da manhã, passei em algumas lojinhas no bairro de Sultanahmet mesmo, incluindo essa da foto acima, na qual seu proprietário era também artesão e esculpiu as lindas luminárias feitas com casca de abóbora. Infelizmente elas eram grandes demais para a minha mochila já lotada e só comprei um conjunto de xícaras com base de metal e tampinha, que mostrei NESSE POST.

20120425-035

Antes de seguirmos para o aeroporto, contamos as últimas Liras Turcas que possuíamos a fim de saber o que dava pra comprar com elas, já que na Grécia usaríamos somente Euros. Precisávamos gastar os trocados e resolvemos comer uma pizza (pide) com cerveja.

20120425-027

Todos os dias passávamos por várias lojas de doces típicos, mas uma delas chamou a atenção do Marcelo por causa de uma espécie de pavê de frutas vermelhas que estava sempre na vitrine. Então decidimos entrar, pedir a sobremesa e dois cafés turcos aromatizados com cardamono e chocolate. Estava tudo bem gostoso.

20120425-029

Minha última foto na Turquia foi essa, ao lado de um canteiro cheinho de tulipas brancas e rosadas. Depois disso, resgatamos as mochilas no albergue e partimos para o aeroporto rumo à Grécia. Optamos por pegar o tram e depois fazer a conexão com o metrô. Para isso, o ideal é separar um pouco mais de uma hora. E assim terminou nossa aventura nesse país pelo qual eu tinha certeza de que iria me apaixonar!!!!!

Agora vamos ao concurso? Preparados para responder às perguntas? Os prêmios são os três itens da foto acima: uma caixa de Turkish Delights, famoso doce típico com pistaches, amêndoas e avelãs; um porta-moedas em tecido decorado com motivos tradicionais e um moedor de pimenta.

O primeiro leitor que responder corretamente a todas as perguntas cujas respostas podem ser encontradas na série de 8 posts que escrevi sobre a Turquia, receberá os mimos em casa.

Para essa brincadeira, só serão aceitos os comentários feitos nesse post e só vale um palpite por pessoa, OK? O endereço de entrega também precisa estar dentro do território brasileiro. No mais, divirtam-se e boa sorte!!!!!

1. Qual é a capital da Turquia?

2. Qual é a bebida nacional da Turquia?

3. Qual é a flor-símbolo da Turquia?

4. O que significa Pamukkale?

5. Qual é o nome das formações rochosas típicas da Capadócia?

6. Qual é o nome do piloto que conduziu o balão dentro do qual sobrevoei a região da Capadócia?

7. Que companhia aérea foi eleita a melhor da Europa em 2011?

8. Qual das 7 maravilhas do mundo antigo conheci na Turquia?

9. Qual é o nome da novela da Glória Perez que estréia hoje à noite e teve cenas gravadas na Turquia?

10. Para terminar, uma perguntinha sobre a Rússia! Qual é o nome da bebida da foto acima? Dica: não é cerveja e talvez ESSE POST possa ajudar na tradução, rsrsrs!

Pessoal, o próximo relato internacional será sobre a Grécia, mais precisamente, sobre a belíssima e romântica Santorini!!!!! Mas antes, vou escrever sobre um destino nacional que amei! Espero vocês!!!!

Um grande beijo e BOA SORTE pra quem quiser participar!!!!

*Fontes:
http://www.mochileiros.com/turquia-selcuk-pamukkale-capadocia-istambul-t69631.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pal%C3%A1cio_Dolmabah%C3%A7e
http://en.wikipedia.org/wiki/Dolmabah%C3%A7e_Palace
http://pt.wikipedia.org/wiki/Narguil%C3%A9
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mesquita_Azul

Bonfa-ass

25 comentários:

Kynha disse... [Responder comentário]

Que maravilha esses posts sobre viagens, viu? Dá uma vontade de conhecer esses lugares... :)

Não sei se acertei tudo, mas vamos lá:

1 - Ancara
2- Raki
3- Tulipa
4- Castelo de algodão
5- Chaminés de Fada
6-Yasar
7- Turkish Airlines
8-Templo de Artemis
9- Salve Jorge
10- Coquetel

Michaella disse... [Responder comentário]

Olá
Aqui estão as respostas...
1. Qual é a capital da Turquia? Ancara
2. Qual é a bebida nacional da Turquia? Raki
3. Qual é a flor-símbolo da Turquia? Tulipa
4. O que significa Pamukkale? Castelo de algodão
5. Qual é o nome das formações rochosas típicas da Capadócia? Chaminés de fada
6. Qual é o nome do piloto que conduziu o balão dentro do qual sobrevoei a região da Capadócia? Yasar
7. Que companhia aérea foi eleita a melhor da Europa em 2011? Turkish airlines
8. Qual das 7 maravilhas do mundo antigo conheci na Turquia? Templo de Artemis
9. Qual é o nome da novela da Glória Perez que estréia hoje à noite e teve cenas gravadas na Turquia? Salve Jorge
10. Bebida da Russia: é um coquetel (foi o que conseguí traduzir...)

Não vejo a hora de conhecer a Turquia (e A-M-E-I o pimenteiro...)
Abraço
Michaella

Anna Rachel disse... [Responder comentário]

Olá Kátia!!!
Adorei todos os posts q vc fez sobre sua viagem para a Turquia. Tds muito alegres e repletos de dicas bárbaras.
É impressionante er o carinho com que vc nos deleita com seus relatos de viagens. Eu adoro!!
Adorei essa terra incrível q é a Turquia e me encantei com essa cultura tão diferente para mim. Tb amei de paixão a Capadócia e o voo de balão. Em breve farei os posts lá no meu cantinho, mas não deixo de ver os seus, pois qdo retornar c/ o marido visitarei lugares q descobri aqui contigo.
Lindona, não vou participar do questionário, pois não seria justo. Estive na Turquia por 15 dias no início de Setembro e trouxe mil e uma lembrancinhas, inclusive as q vc presenteará. Ficarei de olho nas próximas.
Bjokas e parabéns!!!!

Glaucia disse... [Responder comentário]

Que delícia de viagem, conhecer novas culturas é tudo de bom.


Bjos


Gláucia

Monalisa Thomaz disse... [Responder comentário]

Amei o lugar!!!! Fiquei com vontade de visitar!!!

Respostas

1 - Ancara
2- Raki
3- Tulipa
4- Castelo de algodão
5- Chaminés de Fada
6-Yasar
7- Turkish Airlines
8-Templo de Artemis
9- Salve Jorge
10- Coquetel

Bj

Monalisa Thomaz

Casar é assim... disse... [Responder comentário]


Vamos lá!!!!

1. Qual é a capital da Turquia? Ancara

2. Qual é a bebida nacional da Turquia?
Raki

3. Qual é a flor-símbolo da Turquia?
Tulipa

4. O que significa Pamukkale? Castelo de algodão turco

5. Qual é o nome das formações rochosas típicas da Capadócia? Chaminés de fada

6. Qual é o nome do piloto que conduziu o balão dentro do qual sobrevoei a região da Capadócia? Yaşar

7. Que companhia aérea foi eleita a melhor da Europa em 2011?
Turkish Airlines

8. Qual das 7 maravilhas do mundo antigo conheci na Turquia?
Templo de Ártemis

9. Qual é o nome da novela da Glória Perez que estréia hoje à noite e teve cenas gravadas na Turquia?
Salve Jorge

Beijos Bonfa!!!!

Casar é assim... disse... [Responder comentário]

Faltou a última:
10. Para terminar, uma perguntinha sobre a Rússia! Qual é o nome da bebida da foto acima? Dica: não é cerveja e talvez ESSE POST possa ajudar na tradução, rsrsrs!

Tchernyi russkii - Coquetel

wanda66 disse... [Responder comentário]

Ei Bonfá, não me canso de ler seus posts. Agora decidi participar do concurso. Vamos ver se eu acerto:

1- Ancara
2- Raki
3- Tulipa
4- Castelo de algodão
5- Chaminés de Fada
6-Yasar
7- Turkish Airlines
8-Templo de Artemis
9- Salve Jorge
10- Coquetel

Ah, como não tenho blog meu contato é no whrodrigues@uol.com.br e meu nome é Wanda Rodrigues Pagy. Bjim

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Meninas, obrigadíssima pelos palpites, vcs são ótimas! As 9 primeiras perguntas são fáceis, né? Mas a última... a bebida é um coquetel sim, mas QUAL É O NOME DO COQUETEL? Vou dar uma chance a quem já respondeu às perguntas acima... tá valendo pra todo mundo!!!!!!! Beijão e boa sorte!

Dany disse... [Responder comentário]

Olá Kátiaa! Tomara que eu ganhe... o coquetel foi um chute. rs

1: Ancara
2: Raki
3: Tulipa
4: Castelo de algodão
5: Chaminés de Fada
6: Yasar
7: Turkish Airlines
8: Templo de Artemis
9: Salve Jorge
10: Coquetel Molotov

Dany disse... [Responder comentário]

ahahahahahha depois descobri que molotov é um coquetel explosivo. Deixa pra lá. Desisto. rs

Kalinka S. disse... [Responder comentário]

Aí está....

1 - Ancara
2- Raki
3- Tulipa
4- Castelo de algodão
5- Chaminés de Fada
6-Yasar
7- Turkish Airlines
8-Templo de Artemis
9- Salve Jorge
10- Coquetel TCHieRNYJ RUSSKIJ

É isso?? Eita nominho complicado!!!
Bjos!!!
Kalinka Salles

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Galera, tá quente, tá quente, tá quente!!!! O nome do coquetel é mais conhecido em inglês e uma versão dele de outra cor já apareceu aqui no blog há muito tempo...fica aqui a dica e estou trocendo pra alguém acertar!!!!! Bjs

Marrequinha disse... [Responder comentário]

Oi Bonfa, esses são meus palpites!
Sempre leio seu blog e adoro, mas é a primeira vez que comento. Conheci através da sua prima Juliana Bonfadini. bjs!

1- Ancara
2- Raki
3- Tulipa
4- Castelo de algodão
5- Chaminés de Fada
6- Yasar
7- Turkish Airlines
8-Templo de Artemis
9- Salve Jorge
10- Coquetel Negro Russo (vamos ver se o google tradutor me ajudou!)

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Agora tá fervendo!!!!!!!!!!!!!! Mas o nome correto do coquetel não tem tradução em português. Por isso vou considerar o que está escrito no verso da lata em inglês, OK? Vamos lá, pessoal!!!!!! BOA SORTE! Bjs!

Casar é assim... disse... [Responder comentário]

Black Russian (Tchernyi russkii) é o nome do Coquetel e resposta da última pergunta!

Unknown disse... [Responder comentário]

Olá! Minhas respostas:

1- Ancara
2- Raki
3- Tulipa
4- Castelo de algodão
5- Chaminés de Fada
6- Yasar
7- Turkish Airlines
8-Templo de Artemis
9- Salve Jorge
10- Coquetel Black Russian

beijo

Marrequinha disse... [Responder comentário]

ahhhh pensei que era pra falar o nome no vernáculo!!
De novo:

1- Ancara
2- Raki
3- Tulipa
4- Castelo de algodão
5- Chaminés de Fada
6- Yasar
7- Turkish Airlines
8-Templo de Artemis
9- Salve Jorge
10- Black Russian Cocktails

Michaella disse... [Responder comentário]

russian cocktail com vodka e licor de café

Dani Hoffmam disse... [Responder comentário]

Cheguei tarde e ainda por cima demorei no coquetel, será que ainda tem tempo?
1- Ancara
2- Raki
3- Tulipa
4- Castelo de algodão
5- Chaminés de Fada
6- Yasar
7- Turkish Airlines
8-Templo de Artemis
9- Salve Jorge
10- Coquetel Black Russian

Teodoro disse... [Responder comentário]

adorando ler estes posts da turquia e lembrando da minha viagem...

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@TeodoroAh, menina, a gente tem que se encontrar pra colocar as novidades em dia e eu quero muito saber sobre os outros lugares que vc visitou! Beijão!

Laísa disse... [Responder comentário]

Eu quero e pretendo conhecer a Turquia, acho interessante e seus posts contribuíram para isso! :D
Só algumas dúvidas:
Vcs se viraram com o inglês mesmo por toda parte? Como foi a comunicação?Porque os cidadãos mesmo, lojas aleatórias, etc, imagino que não falem todos inglês né?
E, sobre a comida, num dos posts vc falou que era apimentada, odeio comida apimentada em qualquer quantidade. Como é +- a comida de lá? Muito esquisita para os brasileiros? hahahah

Obrigada!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@LaísaOi, Laísa!

Tudo bem? Que bom que se animou a viajar para a Turquia, eu amei o país!

A comida é bem temperada e muitas vezes, apimentada. Mas vc tem opções sem pimenta e o tempero delicioso continua o mesmo! Pelos posts, vc pode ver que os pratos incluíam carne, arroz, legumes e batatas fritas, nada tão diferente da nossa culinária, a não ser pelos aromas e temperos diferentes, mas a base de tudo não é nada assim tão exótico. Sobre a língua, TODO MUNDO falava inglês nas áreas turísticas! A sinalização também era toda em turco e inglês. A Turquia recebe muuuuitos turistas e é um país bastante preparado para isso. Só na parte asiática é que nào vimos muitas placas em inglês, mas com um mapa nas mãos, a gente consegue se virar bem.

Um grande beijo e ótima viagem!

Marta disse... [Responder comentário]

Que lindas fotos, monumentos e paisagens!!! Uma amiga acabou de voltar de lá e disse que não gostou de Istambul, acredita? Já gostei mesmo sem ir!!! Ela amou Capadócia!!!! Beijos

Related Posts with Thumbnails