quinta-feira, 8 de novembro de 2012

A Arma Escarlate – o “Harry Potter brasileiro”

Fênix

Minha convidada de hoje é a escritora Renata Ventura, que está chamando a atenção com o livro A ARMA ESCARLATE e já ganhou o apelido de “Harry Potter brasileiro”. Porém, essa alcunha fica muito aquém da história protagonizada por Hugo, um menino de 13 anos que cresceu na favela e que se descobre bruxo. Essa não é simplesmente uma versão abrasileirada do clássico de J.K. Rowling, mas uma visão bastante criativa, realista e intrigante de como seria uma escola de magia do Brasil. Segundo Ismael do Nascimento, “provavelmente não teria nada a ver com o castelo de Hogwarts. Nem mesmo os bruxos conseguem escapar da corrupção e da má distribuição de renda que assolam nosso país”.

Vamos saber mais sobre o livro?

renata

Oi, pessoal! Meu nome é Renata Ventura e sou autora do livro A ARMA ESCARLATE, que conta a seguinte história:

O ano é 1997. Em meio a um intenso tiroteio, durante uma das épocas mais sangrentas da favela Santa Marta, um menino de 13 anos descobre que é bruxo. Jurado de morte pelos chefes do tráfico, Hugo foge com apenas um objetivo em mente: aprender magia o suficiente para voltar e enfrentar o bandido que está ameaçando sua família. Neste processo de aprendizado, no entanto, ele pode acabar descobrindo o quanto de bandido há dentro dele mesmo.

Capa 1 
Deixo aqui algumas resenhas de leitores sobre A ARMA ESCARLATE.

RESENHA do blog "CAÇADORAS DE LIVROS", por ISMAEL DO NASCIMENTO:

Desde a primeira vez em que ouvi falar desse livro, senti uma grande curiosidade sobre ele. Na época, só haviam comentários sobre o lançamento do “Harry Potter brasileiro”, como as pessoas costumavam chamar, e isso me intrigou muito. Depois que pesquisei mais a respeito, acabei com a mesma pulguinha atrás da orelha que impulsionou a autora a escrever essa maravilhosa estória: Como seria uma escola de magia do Brasil? Provavelmente não teria nada a ver com o castelo de Hogwarts. Nem mesmo os bruxos conseguem escapar da corrupção e da má distribuição de renda que assolam nosso país.

A Arma Escarlate conta a história de Hugo, um menino da periferia que cresceu no meio de toda a violência e descaso que existiam (e ainda hoje existem) nas favelas do Rio de Janeiro. Esqueça o bruxinho órfão que só faz o que é certo, esqueça o professor vilão que no fundo é bonzinho, e esqueça o vilão que no fundo sofria apenas de “falta de amor”, A Arma Escarlate vai muito além nisso. Nesse livro temos um protagonista completamente antagonista de sua própria história. Confesso que pra mim, particularmente, foi muito difícil gostar do Hugo. Ele é um menino todo esquentadinho, que não leva desaforo pra casa e tem um “Complexo de Porco-Espinho”, como seu próprio professor o classifica. Resumindo, Hugo não tem nada de santinho, ele é só mais um menino que cresceu vendo pessoas sofrerem - e morrerem - sem nenhum auxílio (de quem quer que seja) e todos podemos imaginar o que isso causou. As circunstâncias que levam Hugo até a escola de magia “Nossa Senhora do Korkovado” são praticamente nosso guia durante toda a história, e por mais que ele tente fugir delas, no fim ele é obrigado a enfrentá-las.

Na escola de Hugo encontramos um ambiente tipicamente brasileiro, que inclui todo o nepotismo, incompetência e ignorância que vemos em qualquer outra escola pública do nosso país. Mas no meio disso tudo, Hugo consegue encontrar quatro figuras que estão dispostas a enfrentar todo esse sistema e lutar pelo que é certo. Esses são os pixies, mais precisamente: Vinícius Y-Ipiranga (Viny), Caimana Ipanema, Ítalo Twice (Capí) e Virgílio OuroPreto (Índio). Esses quatro representam a revolução. São eles que ajudam Hugo a abrir seus olhos e questionar o que realmente é certo, sem contar que são um dos meus personagens favoritos. Eu adorei a figura dos pixies e tudo o que eles representam, e acho que nos dias de hoje nosso mundo precisa de mais pixies!

No decorrer da história, vemos nosso heroi/anti-heroi cometer erros teríveis várias vezes, o que só mostra o quão humano ele é. Acho que uma das coisas que mais impressiona no livro é que, mesmo se tratando de uma escola de magia e bruxaria, o tema principal tratado nele é a própria natureza humana. A importância da amizade, as chagas que uma pessoa carrega e as formas que isso afeta a cada um, até onde nós iriamos para salvar aqueles a quem amamos? Essas e outras perguntas nos são apresentadas de uma forma muito tocante, intercalada com unicórnios, feitiços e uma escola localizada dentro do morro do Corcovado!

Gostei muito da forma como o Rio é retratado, e também o morro Dona Marta. Percebemos nitidamente o desempenho da autora em registrar cada detalhe, nem todos coisas bonitas de se ver, e retratá-los perfeitamente da ótica de um garoto de treze anos. O livro deixa claro seu objetivo de recriar o mundo que J.K. Rowling uma vez retratou, descontruir esse mundo e transformá-lo em algo mais próximo de nós, valorizando a nossa cultura, e por maiores que sejam as semelhanças, nunca poderia se dizer que A Arma Escarlate é um “plágio” aos livros da autora britânica. A própria autora faz algumas referências (algumas muito engraçadas) ao modo de vida dos bruxos europeus que J.K. descreve em seus livros, mas eles apenas nos mostram o quão diferente são os dois mundos. A valorização da cultura, realmente, é um dos melhores pontos do livro.

Resumindo, através de suas 549 páginas, Renata consegue nos introduzir à seu mundo, tão diferente da plataforma 9 3/4 que um dia conhecemos, e com isso somos seduzidos novamente e compelidos a descobrir esse mundo novo junto com Hugo.

Se você é um fã de Harry Potter como eu, ouça meu conselho e leia o livro! Tenho certeza que nada nele irá te desapontar. E para aqueles que entortam o nariz até hoje quando ouvem falar de Harry Potter e não querem nem saber de livros sobre escolas de magia, se preparem para se surpreender com um mundo novo que tenho certeza que muitos de nós gostaríamos de fazer parte!

Harry Potter brasileiro que nada! Hugo Escarlate tem sua própria identidade e está pronto para mostrá-la!

OUTRAS RESENHAS:

›Blog ‘Caçadora de Livros’ (28/02/2012): resenha de Ismael do Nascimento
›Blog ‘Mágica Literária’ (13/03/2012):
resenha de Paty Algayer
›Blog ‘O Hipster Online’ (14/02/2012): Favela Potter – uma leitura que vale a pena
›Blog ‘Frango com Batatas’ (29/01/2012):
Grandes Livros – A Arma Escarlate

Muito obrigada pela oportunidade, Katia!

Beijos,

Renata Ventura

……………………………………………………………………………………….

Renata, sou eu que agradeço a sua participação nesse cantinho e fico muito feliz com a oportunidade de divulgar um bom trabalho, nitidamente feito com paixão e vocação. Normalmente recebo na seção Bonfa Convida pessoas inteligentes, criativas e talentosas que correm atrás de seus sonhos sem medo dos trancos e barrancos no caminho porque, além de terem confiança em seu potencial, são dedicadas, batalhadoras e persistentes. Admiro muito essa conduta que serve de exemplo e incentivo nos momentos mais difíceis em que a gente tem vontade de desistir dos sonhos.

Renata, tenho certeza de que A ARMA ESCARLATE te trará muitas realizações e que seus fãs já estão ansiosos pela parte 2!!!!

Para conhecer um projeto bem bacana idealizado pela Renata (Potter em Orfanatos), basta clicar no seguinte link:

http://oglobo.globo.com/rio/harry-potter-inspira-pocao-magica-de-incentivo-leitura-6552254

E para se encantar com o mundo mágico de Hugo, o livro está à venda em duas versões (impressa e digital) aqui:

http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/3691401/a-arma-escarlate/

Um grande beijo pra todos com votos de sucesso e muitas conquistas ao longo da vida!!!!

Bonfa-ass

3 comentários:

Bruna Dalcin :: Comprando meu APÊ! disse... [Responder comentário]

Oiiiieee!

Corri aqui pra te avisar que para comemorar o aniversário de 2 anos do blog Comprando meu APê! estou fazendo um sorteio maravilhoso na fanpage do blog no facebook!

É bem simples de participar.
Copie e cole esse link da imagem do facebook no seu navegador e siga as poucas regrinhas na lateral da imagem!

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=444291918941628&set=a.405069639530523.79757.230946020276220&type=1&theater

Bjos e boa sorte!!!
Bruna Dalcin

Georgia Aegerter disse... [Responder comentário]

O livro me parece excelente.

Quando for ao Brasil vou procurar pelo livro.

Valeu a dica.

Bjao

Bianca Vivas disse... [Responder comentário]

O livro parece ser ótimo, vou correndo ler!
pllmc.blogspot.com.br

Related Posts with Thumbnails