segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Torta de limão siciliano com geleia caseira de cerejas ao vinho do Porto + mousse de limão na casquinha

DSC_0285

DSC_0313

Essa torta foi a minha primeira peripécia culinária do ano. Aproveitei que a fruta ainda estava disponível nos supermercados em janeiro para comprar seis saquinhos (esbanjei, rs!) a fim de preparar uma boa quantidade de geleia. A princípio, minha intenção era essa, mas quando vou pra cozinha tudo o que eu quero é criar, experimentar e ousar, então lá fui eu inventar de fazer uma torta de limão siciliano. Pra quem gosta de cozinhar e faz isso bem, penso que é natural querer testar novas receitas, mas eu sou aquela pessoa estabanada e impaciente que sempre erra na quantidade de ingredientes e só entra nesse cômodo da casa de vez em quando. Cozinhar pra mim é uma grande aventura com resultados imprevisíveis. As receitas que compartilho no blog são as que dão certo, mas quando alguma coisa não sai conforme o esperado, sou sincera e digo que seria melhor ter colocado mais sal, menos pimenta, ter deixado a comida menos tempo no fogo etc.

Sendo assim, vocês podem ficar tranquilos que a torta de limão siciliano com geleia caseira de cerejas ao vinho do Porto correspondeu às expectativas e é por isso que estou publicando esse post hoje. De qualquer maneira, vou copiar aqui os links para as receitas originais e contar o que eu mudei e/ou mudaria para ficar melhor, OK?

DSC_0127

A geleia já tinha sido testada e aprovada no JANTAR GREGO que preparei nessa mesma época no ano passado. Segui a receita, só que dobrei a quantidade de suco de limão e vinho do Porto porque usei o dobro de cerejas. A única diferença foi que coloquei menos açúcar proporcionalmente para ressaltar o sabor azedinho da fruta, já que não sou fã de doces muito açucarados. Então se você gosta de geleia docinha, recomendo usar bem mais do que 4 colheres de sopa (a minha medida ideal).
 DSC_0137

Cada um dos 6 saquinhos de cereja pesava entre 250g e 350g. Antes de acrescentar os outros ingredientes, fervi as frutas para que amolescessem a fim de que eu pudesse retirar os caroços com facilidade. Essa é a parte mais chatinha e trabalhosa. Depois basta adicionar o suco de dois limões sicilianos, açúcar à gosto e duas taças de vinho do Porto. Quando a geleia estiver com a consistência da última foto da sequência acima, é hora de apagar o fogo e esperar o doce esfriar. Da primeira vez que fiz a receita, as cerejas quase não desmancharam e o resultado ficou mais denso e encorpado. Dessa vez, a aparência ficou mais homogênea e com jeito de geleia. Provavelmente foi porque a quantidade de cerejas era maior e elas ficaram mais tempo cozinhando na panela em fogo baixo.
 DSC_0151

A primeira fôrma a gente nunca esquece! É isso mesmo, pessoal, comprei minha primeira fôrma de alumínio com fundo removível aos 40 anos!!!! Acreditem se quiser, mas essa é a terceira torta que fiz na vida. Lembro da primeira torta de limão que preparei para um ex-namorado aos 19 anos, depois reproduzi o famoso cheesecake do meu pai quando estava na casa dos 30 e agora aos 40 fiz a receita-tema desse post. Será que a próxima torta só vai sair aos 50 anos? É bem provável, rs!

Bom, continuando… eu não gosto de comer ovo e muito menos de manipular esse ingrediente cru. Ultimamente tenho até saído da minha zona de conforto e comido omelete e ovo mexido, mas esse é o limite da minha tolerância. Procurando receitas de massas de torta na internet, tive dificuldade de encontrar uma opção sem ovo e lembrei que já tinha visto algumas massas feitas com biscoitos Maizena. Perfeito! Parecia simples e eu não teria que enfrentar as terríveis gemas moles!

A primeira versão de massa de biscoito doce que encontrei  e que usei como base para a minha torta foi a seguinte:

Ingredientes:

  • 200g de bolacha maisena
  • 100g de manteiga sem sal

Modo de preparo: triture as bolachas no liquidificador até obter uma farinha fina. Recomendo que passe na peneira. Misture a manteiga até a massa ficar homogênea, quando aperta entre os dedos a textura lembra paçoca.

A quantidade é suficiente para 11 forminhas de mini-torta (da foto, com 8cm de diâmetro, mas não façam a besteira de comprar as de fundo fixo) ou fôrma canelada do mesmo estilo com 28cm de diâmetro. Quando montar a base, a borda deve ser mais generosa para suportar o recheio.

Asse num forno pré-aquecido 180°C por 15-20 minutos ou junto com o recheio.

………………………………………………………………………………….

Segui a receita (quase) à risca, mas precisei dobrar as quantidades por causa do tamanho da minha nova fôrma. Quando percebi que ela era meio grandinha, usei 400g de bolacha e 200g de manteiga. Segui a dica de fazer a base mais grossa e levei a massa ao forno pelo tempo sugerido.

DSC_0225

Depois de 20 minutos, tirei o recipiente do forno e cobri a massa com a seguinte mistura batida no liquidificador:

  • 1 lata de creme de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 xícara de suco de limão siciliano coado

DSC_0193

Há pouco mais de um mês, encontrei essa receita de mousse de limão siciliano por acaso e a maneira de servir o doce me chamou a atenção. Foi por isso que não joguei as cascas da fruta no lixo.

DSC_0246

Para surpreender os convidados com uma apresentação charmosa, basta lavar bem as casquinhas, secá-las e preenchê-las com a mousse, finalizando a sobremesa com algumas raspas da fruta.

DSC_0367

Achei essa ideia super bacana, principalmente porque as porções são individuais e é possível servi-las em pequenos pires decorados. Para que as cascas fiquem estáveis é necessário cortar um pedacinho da base.

DSC_0258

Quando a geleia esfriou, comecei a colocá-la no centro da torta por cima da mousse de limão, tomando cuidado para não misturar as camadas. Com uma espátula, fui adicionado o doce aos poucos e espalhando-o de forma homogênea.

DSC_0270

Tentei decorar o centro da torta com raspinhas de limão, mas elas desapareceram no meio da geleia e tive que me conformar, rs! Levei a fôrma à geladeira e esperei até o dia seguinte para experimentá-la.

DSC_0291

Fiquei com medo de que a torta desabasse quando eu tentasse desenformá-la, mas deu tudo certo. Ela ficou inteirinha e suculenta!

DSC_0349

Penso que uma das vantagens de fazer comida em casa é poder caprichar no recheio. Eu gosto de bolos e tortas com recheio transbordando e queria que a minha receita ficasse exatamente assim.

DSC_0331

Bom, agora vamos às minhas sinceras considerações finais: o doce de cerejas ficou delicioso para o meu paladar, mas eu sugiro que vocês usem uma quantidade mais generosa de açúcar. A massa ficou boa, mas tinha muito gosto de biscoito Maizena e acho que o ideal seria ter feito uma massa neutra que não interferisse no sabor dos outros ingredientes. Com relação à mousse de limão siciliano, achei perfeita: doce e azedinha na medida certa!

E isso é tudo, pessoal! Se alguém tiver uma sugestão para melhorar essa receita, fique à vontade para deixar um comentário aqui, OK?

Um grande beijo com votos de uma semana suculenta!

Bonfa-ass

10 comentários:

Marta disse... [Responder comentário]

Que delícia Katita!!! Adorei as receitas!!!
Beijos

Cintia Fumagalli disse... [Responder comentário]

Vou colaborar com essa sua publicação:

300gr. de farinha de trigo
1 tablete de margarina (100gr.)
1 colher das de sobremesa ( rasa ) de fermento em pó
1 xícara das de chá de açúcar
1 ovo

misturar os ingredientes, amassar com as mãos. A massa fica numa textura bem compacta e solta das mãos, é um tantinho oleosa. Deixe descansar na geladeira coberta com papel filme e, quando for usar , espalhe com as mãos até cobrir toda a superfície da forma, faça furos com um garfo sobre ela toda (dê preferencia a forma com fundo removível ) leve ao forno para pré assar ou para assar completamente, tudo depende do tipo de recheio que for usar.
Mas, eu tenho um truque, durante o processo, se precisar aperte a massa com um garfo para que ela não estufe demais. Tem gente que usa peso de grãos (feijões) sobre papel aluminio.

A massa é fácil e é o que voce procura, não interfere no sabor do recheio, já fiz ela de tudo quanto foi jeito e, todo mundo adora!
:)

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@MartaQue bom, Martinha! Revendo esse post, me deu vontade de testar outros recheios! Um beijão!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Cintia FumagalliOi, Cintia! Muito obrigada pela receita da massa e as dicas! Vou testar na próxima oportunidade! Um beijão!

Gabriela Rodrigues disse... [Responder comentário]

Oi Bonfa!

Adorei a apresentação dos pratos..!!! Lindos...
E a do Limão dá pra fazer com Maracujá tbm, que é o único mousse que eu sei fazer e fica bom! hehehe....Amei a dica de servir na casca da fruta =)

Beijos,
Gábi

www.casareassim.com

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Gabriela Rodriguesótima ideia, Gábi! Também já fiz mousse de maracujá e amei! A de grapefruit que quero testar é uma aventura... não tenho ideia se vai dar certo, mas estou animada, rs! Um beijão e ótima semana!

Eu que fiz... ou quase isso disse... [Responder comentário]

Katia faço uma receita com a mesma base de biscoito, esta com uma cara excelente, vontade master de comer.

bjs

Gélia

Anna Catharina disse... [Responder comentário]

Menina, eu tenho uma experiência trágica com creme de limão siciliano, não deu o ponto de jeito nenhum, mas vi que usaste mais do que eu. Quem sabe um dia tento de novo... fiquei meio traumatizada :P
Bjs!!!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Eu que fiz... ou quase issoE sempre que vejo esse post fico com saudades da torta... estava uma delícia mesmo! Bjs!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Anna CatharinaAh, que pena!!!! Tenta de novo sim, com a quantidade que usei, ficou no ponto certinho! Mil beijos!

Related Posts with Thumbnails