terça-feira, 3 de março de 2009

Objetos contam histórias


Cores, texturas, grafismos e padronagens estão muito presentes no meu dia-a-dia, seja em casa ou no trabalho. Na minha atividade profissional, preciso escolher e harmonizar cores, fotos, textos e gráficos nas revistas e livros que crio e diagramo. Na minha vida pessoal, adoro estar cercada de objetos coloridos, texturizados, de formas e funções variadas, com design inusitado e divertido. E é assim que decoro minha casa, que representa bem a minha personalidade. Penso que objetos contam histórias e revelam quem você é. Quando comecei a escrever esse post, pensava em falar sobre a influência das cores no meu dia-a-dia mas depois resolvi usar um tom mais pessoal e mostrar um pouquinho de mim e as coisas que me inspiram. Por isso tive a idéia de fotografar os objetos que mais gosto na minha casa. Compartilho aqui com vocês três mosaicos feitos com essas fotografias... Pra aumentar as imagens, basta clicar nelas.


1. Moldura da Tok Stok com ilustração do americano Derek Yaniger; 2. Relógio da cozinha comprado na Pylones, em Paris; 3. Cofre em forma de porquinho que ganhei de presente da minha irmã, comprado numa feira em Londres; 4. Espelho representando a mão de Fátima, filha do profeta Maomé, comprada num souk na Tunísia; 5. Porta-copos coloridos comprados em Bergen, Noruega; 6. Artesanato típico de El Calafate, Patagônia argentina; 7. Almofada comprada na loja Pórtico, no Chile; 8. Boneco feito de madeira comprado na Tunísia; 9. Conjunto de xícaras coloridas compradas numa loja de R$1,99; 10. Pulseiras indianas pintadas à mão, compradas na Fallabella em Buenos Aires; 11. Colar indiano feito de contas coloridas, comprado na Fallabella em Buenos Aires; 12. Relógio com ilustração da designer Valérie Nylin. Comprado na Quinquillerie em Paris; 13. Mini-móvel indiano comprado na Pier 1 nos EUA; 14. Escultura dos designers suecos Bengt e Lotta comprada no parque Skansen em Estocolmo, Suécia; 15. Bolsa listrada da Uncle K; 16. Prato de mosaico feito pela minha mãe; 17. Espelho decorado comprado num Souk em Túnis, Tunísia; 18. Bolas de crochê coloridas compradas em Cancún, México; 19. Petisqueira americana da Crate and Barrel, Estados Unidos; 20. Jarro de vidro colorido da Casa & Ideas, Chile; 21. Bichinhos com ventosas pra colocar no banheiro da Funusual, compradas em Boston; 22. Cúpula pra luminária comprada na IKEA, nos Estados Unidos; 23. Pratinho que ganhei dos meus pais, trazido da África do Sul; 24. Base de mosaico pra abajour, feito pela minha mãe; 25. Caixa de metal pra guardar coisinhas. Da Valérie Nylin, comprada em Paris.


1. Misturadores de drink de vidro comprados na americana Pier 1; 2. Vela tailandesa e 3. Mini-móvel indiano da World Market; 4. Recipiente pra azeite da Pier 1; 5. Lata em metal francesa da ilustradora Valérie Nylin; 6. Pentes que comprei na viagem à China; 7. Espelho com trabalho em marchetaria da loja Moldura Certa, em Botafogo; 8. Porquinho abridor de garrafa de vinho da Pylones; 9. Talheres pra salada indianos da Pier 1; 10. Carteira comprada no Mercado Mistureba; 11. Bandeja tailandesa comprada da Portico, loja chilena; 12. Pratinho português que ganhei de presente da minha mãe; 13. Trio de enfeites indianos da Pier 1; 14. Capa pra passaporte da Pylones; 15. Vela francesa feita de pedra-sabão; 16. Meu perfume favorito "Be delicious" da Donna Karan; 17. Escova pra louça Pylones; 18. Caneca pintada à mão comprada em Santa Tereza; 19. Ovos de pedra sabão do Quênia comprados na Marshalls, EUA; 20. Sandália da Nativa; 21. Porta-velas que comprei na Finlândia; 22. Toca de banho chilena da Casa & Ideas; 23. Vaso pra saquê que trouxe do Japão; 24. Quadrinho idem; 25. Abridor de garrafas comprado em Bergen, Noruega.

1. Lanterna indiana comprada na Marshalls, EUA; 2. Detalhe de bandeja marroquina comprada na ILIÁ, no Jardim Botânico; 3. Sachê de patchwork feito por uma amiga; 4. Caixinhas de jóia que minha avó trouxe do Marrocos; 5. Detalhe da moldura de espelho comprado na Tunísia; 6. Porta-retrato indiano comprado no Chile (Casa & Ideas), 7. Brincos da Parceria Carioca (Shopping da Gávea); 8. Bandeja tailandesa comprada no Chile (Portico); 9. Túnica tunisina; 10. Bolsa da Arezzo; 11. Porta-moedas e chaveiro tunisino; 12. Caixa de madeira polonesa comprada numa feira de rua em Nova Iorque; 13. Íma de geladeira comprado em Washington DC; 14. Móvel indiano da Terra Nossa (Centro do Rio); 15. Vela tunisina; 16. Facas pra aperitivos trazidas dos EUA; 17. Espelho indiano comprado no Chile (Portico); 18. Mini-móvel indiano comprado nos EUA (World Market); 19. Caminho de mesa argentino comprada no shopping Buenos Aires Design); 20. Colar comprado na Tunísia; 21. Pratinho português, presente da minha mãe; 22. Espremedor de limão da Alessi comprado em Oslo, na Noruega; 23. Bolsa da Bath and Body Works (EUA); 24. Hidratante de lavanda idem; 25. Almofada comprada na loja chilena Casa & Ideas.

Atualmente a tendência mostrada pelas revistas de decoração é que a casa tenha a cara do dono e é possível misturar peças de épocas, estilos e materiais diferentes e ainda obter um resultado harmônico. Fotos de família, objetos garimpados em brechós, adesivos nas paredes e móveis antigos também são bem-vindos. Pessoalmente não gosto muito de ambientes minimalistas e monocromáticos. Acho que ficam parecendo um estande de venda.

Pra decorar gosto de peças étnicas, típicas de uma determinada região. Por isso, adoro fazer compras em viagens! Enquanto muitos viajantes dão prioridade às compras no Free Shop e procuram sempre as mesmas grifes, eu prefiro descobrir o artesanato típico da região, o que só posso encontrar ali e em nenhum outro lugar. Por isso fiquei maluca quando fui à Tunísia ano retrasado! O país fica no norte da África e tem tradição muçulmana. Conhecemos alguns "souks", os mercados árabes, onde vendedores literalmente brigam pela atenção dos passantes, dizendo que sua loja é a mais barata. A língua não parece ser um problema porque ouvimos a mesma frase em árabe, francês, inglês, italiano, espanhol, alemão e até mesmo em português! Havia uma infinidade de bandejas, espelhos, castiçais, copinhos de chá, amuletos, pulseiras, colares, pashminas, tâmaras, túnicas e uma infinidade de bugingangas. Eu estava no paraíso! Queria fuçar todos os cantinhos e esmiuçar cada prateleira empoeirada pra encontrar as lembranças perfeitas! Voltei com a mala mais cheia do que de costume e trouxe muitos presentes pros amigos. E como é legal olhar os objetos na estante lá de casa e instantaneamente lembrar das situações e lugares onde estive...


Fotos tiradas em Sidi Bou Said e em Túnis, capital da Tunísia, em Setembro de 2007.

Li o título de um post do blog LA CUCINETTA (www.lacucinetta.com.br) com o qual me identifiquei : "Novas tralhas: a melhor parte de qualquer viagem!" Não acho que seja realmente a melhor parte, mas pra mim, sem dúvida, separar um dinheirinho pras compras faz parte do meu planejamento de férias!

Também gosto de móveis antigos que passam de geração em geração. Minha avó materna tem um bar espelhado dos anos 40 que está prometido pra mim! Tem pés palito e um trabalho lindo em marchetaria, formando losângos nas duas portas. É tão legal imaginar que aquele móvel está na minha família há gerações e que um dia será meu... Em casa tenho algumas telas pintadas pela minha mãe, além dos mosaicos que ela faz. Tenho também uma colcha de fuxico e um colar comprado em Portugal nos anos 50 que pertenceram à minha bisavó. Alguns quadros com fotografias do meu amigo Wagner Campelo (http://www.flickr.com/photos/wcampelo/) decoram meu quarto. Acho que assim é possível guardar um pouco da minha família, dos meus amigos e também um pedacinho do mundo na minha casa. Pra mim isso é muito acolhedor. Numa visita recente ao Chile, tive a oportunidade de conhecer uma das casas onde morou o poeta chileno Pablo Neruda. A residência é mais conhecida como LA CHASCONA, em uma referência a sua última mulher, Matilde, e seus cabelos despenteados. A casa funciona hoje como um museu onde estão expostos vários objetos pertencentes ao poeta, a maioria trazidos de suas viagens ao redor do mundo. Um ponto alto é a sala de jantar e foi lá que avistei copos coloridos lindamente trabalhados. A guia nos explicou que Neruda adorava beber nesses copos porque achava que suas cores davam sabores diferentes à água. Ai, que liiiiiindoooooo! Realmente digno de um poeta! A casa é muito aconchegante, nada minimalista e cheia de detalhes. Do jeitinho que eu gosto! A seguir, algumas fotos:



Fotos do interior e da parte externa de uma das casas de Pablo Neruda.

La Chascona
Fernando Marquéz de la Plata 0192 , (Providencia) Santiago, Chile
phone: +56 2 777 8741
fax: +56 2 737 8712


E a sua casa, como é? Você gosta de decoração? Tem o hábito de ler revistas sobre o assunto? Gosta de misturar peças modernas e antigas, ousadas e conservadoras? Escreve pra gente contando!
Pra quem quiser dar uma espiadinha, fiz uma lista dos sites das lojas que mais gosto. Às vezes, encho o carrinho de compras virtual só pra sentir o gostinho!!!!



17 comentários:

Regiane disse... [Responder comentário]

Olá!!
Adorei conhecer seu cantinho da blogosfera....
Também acredito nisso:nossa casa tem de ter nossa identidade e contar nossa história.
Um abraço
Regiane

João Luis Guedes P. Pereira disse... [Responder comentário]

Kátia, o seu post é mais do que a sua cara! É vc inteira. Esse detalhismo e preocupação com todos esses objetos, cores e formas na decoração da sua casa é intenso e natural exatamente como você é. Isso é que é legal! Você consegue adaptar e juntar todas essas pecinhas e combiná-las de forma agradável e acolhedora. Já tive a chance em vários happy hours de ver a sua casa e ela nunca está da mesma forma que a vi antes. Tem sempre um objeto novo, um detalhe a mais. Dá pra perceber que esse exercício lhe traz muita paixão e afinidade com a decoração. Continue assim!! Bjs!!
ps: gostei dos mosaicos e das legendas.

Lucia Laureano disse... [Responder comentário]

Katia,
Você é a pessoas mais viajada que eu conheço, menina você conhece o mundo!
O post está a sua cara, o seu jeito, sem dúvida alguma ele está sendo o caminho, para que todos os que estão mais distantes, te conheçam melhor.
Eu sempre fui minimalista, bem no estilo vitrine de loja, como vc falou, mas com você estou olhando com outros olhos a decoração cheia e mais densa. Sua casa e suas coisas são lindas! Parabéns!

Prosopopéias Cintilantes disse... [Responder comentário]

Oi, Kátia
Adorei seu post! Sua casa deve ser linda!
Também adoro trazer "achados" de viagens. São objetos que já chegam com um peso, uma história... um passado com a gente rsrsrsrs.
Alguns são fáceis detrazer, outros dão um trabalho! Mas depois a gente esquece e adora tê-los por perto.
Bjs,
Stela

Verônica Cobas disse... [Responder comentário]

Post tão rico, colorido, cheio de histórias, elementos e informações já é, por si só, um estímulo ao meu prolixo estilo. Sinto vontade de olhá-lo à luz do encantamento e descrevê-lo tal qual Alice no País das Maravilhas.
Não faria isso aqui...até porque quero que você leia o comentário e não se entedie.
Mas é que, para os iniciados no múltiplo e inusitado estilo Kátia de ser, nada pode ser tão fiel e, ao mesmo tempo, prova de que limite é coisa que os fracos de espírito e emoção inventaram do que esse post.
Já pensei em palavras como criatividade, explosão, vivacidade, multiplicidade, emoção orgânica, talento....mas tudo isso seria apenas a fórmula de reduzir em palavras o que vive entre o seu dedinho do pé e os fios que você arranca, divertidamente, do cabelo.
Então...não vou dizer nada, nem definir, nem explicar, nem comentar. Divirta-se sempre. A gente vai usufruir daqui. bjs

Karla Lemos disse... [Responder comentário]

Adorei! Nossa, sempre fico impressionada com o seu detalhismo e cuidado. Confesso, amei a "boneca criativa". Me fez parar e atentar para o cuidado e dedicação que dá às suas criações... fico muito feliz em poder conviver com uma amiga como você, uma pessoa que sempre me inspira o que há de melhor em mim.

Beta Bernardo disse... [Responder comentário]

Katita, post mais que criativo!!! Nosso primeiro contato foi na sua casa e lá já deu pra sentir toda essa energia que vc traz das viagens que faz. Realmente a decoração conta história, a da sua casa contou a sua. Tenho muuuuito a aprender com vc nesse quesito, meu medo de errar, exagerar faz com que alguns cantos da minha casa sejam pelados! =)
Seus posts são sempre design purinho, bom gosto... bom de ler e de se ver!
Essa boneca tá um charme a parte!!! rs.
Amo muito tudo isso!!! srsrsrsrs
Bjks

Juliana Françozo disse... [Responder comentário]

amei amei amei o "blog" muito bacana cheio de coisas lindas e idéias fofas ... amanhã vou add o de vcs ao meu ... Um Bj Enorme

Wagner disse... [Responder comentário]

Realmente, é muito bom poder "personalizar" o ambiente em que vivemos. Você é expert no assunto. Aliás, muitos dos seus belos objetos decorativos já foram “modelos” para minhas fotos. A propósito, é interessante também observar como a decoração de uma casa vai se modificando com o passar do tempo: isso faz com que ela pareça sempre nova, sempre atual, sempre refletindo a presença de quem nela vive.
Belo post cheio de imagens, cores e texturas que encantam!
Obrigado pelo link!

Beijo!

Aline Tolotti disse... [Responder comentário]

Esta viagem deve ter sido um sonho ahn? Também adoro miudezas. Tenho dezenas delas, logo menos não terei nem onde colocar as novas! E das velhinhas, não me desfaço meeeeesmo.
Beijão!

Anonymous disse... [Responder comentário]

Kátia, eu sempre tive a sensação de que as coisas e lugares de que gostamos ou com os quais nos identificamos revelam nossa personalidade, simplesmente porque essas mesmas coisas e esses mesmos lugares são a materialização daquilo o que sempre existiu dentro de nós.

O que eu quero dizer com isso? Que eu vejo dentro de você o sincretismo, a beleza, as cores, a vida. Através de você eu vejo o mundo... Que bênção eu recebi.

Super beijo! Jane

Isabela disse... [Responder comentário]

Oi katia, parabéns adorei o seu post, realmente vc tem muito bom gosto. Faço as minhas palavras as palavras da Lucia vc é muito viajada mesmo vc ja foi em cada lugar lindo muito legal, toda vez que viajar coloca novas fotos para que possamos conhecer o mundo através de vc, pois é muito legal.
Amo decoração e decorar minha casa tambem, para mim é uma terapia é prazeroso vc ter seu canto bonito se sentindo bem e traz uma paztambem. Se vc conhecer lojas legais aqui no Rio de decoração que vendas produtos legais me passa os sites por favor. Obrigado e Parabéns!!!!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Oi, Isabela!

Muito obrigada pelo comentário carinhoso. Eu realmente adoro viajar e tenho preferência por "lugares exóticos", digamos assim! Pra mim viajar é descobrir um novo mundo, uma nova cultura, uma nova referência. E pra sair da rotina, é a melhor coisa!

Quanto às lojas de decoração, ultimamente conheci a ETNA, na Barra e fiquei apaixonada! A loja é enorme e tem de tudo: desde objetos e móveis étnicos pra decoração até outros com traços mais contemporâneos, vidros, copos, talheres, prateleiras, luminárias, tapetes, espelhos e etc. Também gosto muito da Tok e Stok, da Schneider, da Balai e da Mama e Nonna no quarto piso do Rio Sul. O shopping da Gávea tem lojas lindas, como a Área Objetos e a Rupee Rupee. No Jardim Botânico, tem a Iliá e no Leblon, a Toque. Em Ipanema, gosto muito da Candle Design. Espero que tenha podido te ajudar! Um beijão!

jo disse... [Responder comentário]

Katia, eu adoro seu blog, não faço reunião aqui em casa sem antes olhar o que vc tem de novo e todas as festas foram um sucesso, é claro que dou umas pitadinhas da minha casa para poder ficar mais pessoal, mas sempre a ideia principal é a sua.
Moro em São Paulo e como vc ai no Saara eu vou aqui na 25 de Março e encontro coisas lindas e simples.

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Puxa, Jô, obrigada pelo carinho! Sabe que eu só fui à São Paulo uma vez? E nem passei na 25 de março, mas adoraria bater perna por lá. Dizem que é cheio de coisas interessantes, melhor que o nosso SAARA! Aliás, São Paulo tem tanta coisa interessante... todas as novidades chegam primeiro aí! Beijão e sucesso!

Fabricia disse... [Responder comentário]

Conheci seu blog totalmente por acaso ao buscar imagens sobre o Egito, para uma aula de História da Arte. E amei! É muito inspirador. Já sou seguidora e estou tentando ler os posts mais antigos também, são todos muito interessantes. Ao ler este post sobre decoração lembrei de um livro que li no ano passado, chamado A casa do califa, gostei muitíssimo, pelo estilo do seu blog, acho que você também gostaria. O autor tem um site, http://www.thecaliphshouse.com/ Parabéns pelo blog!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Fabrícia, amei o site que você indicou!!!! Que bom que descobriu meu blog e, melhor ainda, que tenha gostado dele!!!! Espero continuar correspondendo às suas expectativas e que você seja sempre bem-vinda! Um grande beijo!

Related Posts with Thumbnails