sexta-feira, 29 de outubro de 2010

CARREIRA: O fantástico mundo de…Gustavo, digamos assim

Conheci a Joana Freire há alguns meses e me encantei com sua maneira de pensar e com a forma como escreve. Ela é bem clara, sensível e inteligentíssima e seus textos são muito gostosos de ler! Tenho que confessar que posts com muito texto e poucas imagens não costumam me atrair à primeira vista, mas os da Joana me deixam grudada na tela até que eu chegue à última linha! A variedade de temas abordados no blog DOCES VERDADES também me anima a voltar sempre pra conferir as novidades.

Recentemente li um post que me chamou a atenção e convidei a Joana a reproduzi-lo aqui. Vamos saber do que se trata?

bonfaconvida

Pessoal,

Tenho que me apresentar, né? Eu tenho um blog (óóóóó), que se situa logo ali, é só descer o blog da Bonfa, passar por ilustrações, fotos, culinária, drinks, viagens, decoração... até que vocês encontrarão o link em "Gente Boa".

Doces Verdades é o nome dele. E para ser verdadeira, igual ao título, não sei o motivo da escolha, testei vários nomes e todos que eu pensava já existiam, fiz uma pesquisa e ao final decidi por este.

No começo não tinha idéia do que ia falar, tratei de tudo - alimentação, twitter, comportamento, BBB, futebol, tradições, cinema, etc. Imaginaram como minha cabeça ficava uma loucura?

Então li esses sites que dão dicas para blogs e fiquei mais confusa ainda, diziam para eu ter foco, falar de um tema apenas!

E o que eu ganharia com isso? Só visitantes que gostassem de um tema específico e que acabassem simpatizando com essa blogueira aqui?

Por fim me organizei e hoje escrevo sobre o que eu gosto, mesmo que os assuntos sejam variados. Quem conhece o Doces Verdades já está acostumado. Segunda meus textos são sobre Cinema, na terça o assunto é Esportes, na quinta trato sobre Mundo Virtual (normalmente blogs e twitter) e Sexta, que foi o tema que a Katia selecionou, Carreira. E vocês me perguntam, e os outros dias? Nesses eu me dou total liberdade! Escrevo sobre algo que me agrade, que esteja em pauta no momento ou que me motivou a produzir um post.
Estou com receio de me prolongar (tenho esse grave problema). Então vamos ao BONFA CONVIDA!

Quando a Katia me fez o convite, eu li, reli, li mais uma vez e juro que pensei, "Por que ela quer que faça parte desta seção? Eu não me encaixo nela!" Eu surtei na hora - dando uma de louca, né? Tanto que não respondi nada coerente para a Katia. rs

Eu considero o BONFA CONVIDA um dia em que a Bonfa fala sobre pessoas super talentosas, com alguma habilidade manual, que preparam coisas gostosas, têm um algo a mais para mostrar para vocês, alguém realmente especial. Eu adorei todas as pessoas que ela convidou até hoje e viajava a cada post para um mundo diferente. Por isso, ao ser convidada, eu fiquei nervosa, insegura, mas acabei aceitando. E estou aqui escrevendo sem parar. E também num momento "briga interna" para acabar logo com esse blábláblá e chegar ao post selecionado pela Bonfa.

O texto escolhido pela Katia, das opções que conversamos, é sobre um tipo bem comum de pessoa que encontramos no nosso dia a dia, nas empresas, e que podem ou não ocupar uma posição de chefia. Esse "Gustavo" não trabalhou diretamente comigo, mas ele é real, e assim como ele outros "Gustavos" passaram pela minha vida e acho que pela de vocês também.

O FANTÁSTICO MUNDO DE GUSTAVO

de... Gustavo, Danilo, Fernando, Gabriel, João, Pedro, realmente o nome não importa. E sim a historinha que irei contar para vocês (baseada em acontecimentos reais). Irei nomear o personagem principal de Gustavo e o resto... o resto vocês tiram a conclusão que acharem melhor.

Gustavo já passara dos 30 tem alguns poucos anos, casado e sem filhos, seu único objetivo é a carreira e o status. Começou seus estudos em uma Universidade de renome, não terminou, e acabou concluindo o curso em outra instituição (a famosa pagou passou), em seu currículo afirma que se formou com louvor na 1ª. Também fez um curso de especialização numa faculdade famosa e floreou no mesmo currículo como se tivesse cursado MBA.

Línguas? Diz que é poliglota, apesar que quando é necessário que fale inglês, ele se enrola, gagueja, solta cada pérola e deixa os colegas dele com vergonha alheia. Nem com sua língua materna, o português, possui muita afinidade. Comete erros grotescos de concordância e grafia das palavras.

Mas teve "sorte" na vida. Vem de uma família abastada e influente e logo conseguiu um bom emprego como gerente de uma área em desenvolvimento. Apesar que ele se apresenta ao mercado como diretor, concede entrevistas em nome da empresa e posa de pessoa de destaque. E é um exímio vendedor de sua imagem, consegue vender um fusca como se fosse uma ferrari! Seu grande desejo é abandonar o atual emprego por algo maior e mais vistoso, talvez ser vice presidente ou CEO de uma grande empresa. É muito bom nas relações com o mercado e clientes, mas dentro da organização possui uma conduta questionável. De início todos o acham o boa praça, o carismático, mas, passado algum tempo, a máscara cai totalmente.


Todos a sua volta são seus concorrentes ou pretendem algum dia te derrubar. Considera seus pares inferiores a ele e incompetentes e faz de tudo para diminuí - los. Seus subordinados são tratados igualmente, todos servem para o mesmo propósito: fazê - lo brilhar. São apenas degraus para o seu sucesso. É inseguro e tem medo que eles se destaquem. Por isso não dá feedbacks, não deixa eles se destacarem, não valoriza as boas idéias e muito menos compartilha as informações.

Mesmo assim, utilizando do suor e trabalho das pessoas à sua volta, e por ser bastante persuasivo, vende-se muito bem com seus superiores. "Vive" atolado de trabalho, reuniões e nunca tem tempo para nada. Na verdade, aparenta mais do que faz. Sabe que imagem é tudo, por isso consegue angariar a simpatia temporária de algumas pessoas.

Também gosta de ser o dono da verdade, mas é esperto, se todos conversam sobre um assunto ele se intromete e dá o seu pitaco. Quer demonstrar que é inteligente e que pode conversar sobre qualquer tema: vinhos, economia, história, engenharia, psicologia, novela, viagens, culinária, artes... e mesmo que não saiba nada, sempre solta uma frase de efeito ou algo que leu por alto para se destacar. Se fala besteira ou alguém o desarma ou discorda, muda o contexto e diz que era aquilo mesmo que ele estava falando.

Nunca assume os erros, nunca diz que não sabe, quer ter toda atenção e flashs para ele e jamais parabeniza as outras pessoas. Seu ego é gigantesco, não cabe mais apenas no seu singelo corpo. No seu dicionário só existe uma palavra: Eu! Se algo o atinge ele revida. No entanto, se é colocado contra a parede, desconversa, tenta engabelar a pessoa e muda o foco da conversa. Depois prepara a cova desta pessoa, começa falar mal com um e com outro, critica as coisas que ela faz. Na frente é só sorrisos e elogios e é só darem as costas que ele fala o que realmente pensa. E assim ele toca sua carreira, em busca do sucesso absoluto, acreditando em suas mentiras, passando como um trator por cima de todos e vivendo em um mundo em que ele mesmo criou:

No Fantástico Mundo de "Gustavo"!

Gostei muito de um texto que li tem pouco tempo no qual o tema era a inveja, mas existiram alguns pontos nele em que vi o "Gustavo", e esse post é novamente do Blog Lost in Japan, do Alexandre Mauj: A Invejada Maria Caras - Leiam!

Obrigada a Katia pelo convite! Sinceramente, eu me senti lisonjeada, pois você sabe como acho seu blog um lugar espetacular e você uma blogueira talentosa e alto astral. E uma mulher maravilhosa!

Cabô? ;(

Até uma Próxima! Beijão!

…………………………………………………………………………………………………..

Joana, eu também já conheci alguns “Gustavos” na vida. É interessante observar que algumas vezes o comportamento típico de um “Gustavo” parece encobrir um complexo de inferioridade, baixa auto-estima ou insegurança. Mas já conheci “Gustavos” que realmente eram super seguros de si e tinham o ego inflado, a arrogância de dizer que conheciam tudo sobre um determinado assunto mesmo que nunca tivessem ouvido falar de tal coisa, falta de humildade, orgulho, competitividade e vaidade extremas. Alguns “Gustavos” são realmente inteligentes, cultos e talentosos e não precisariam ficar alardeando essas qualidades aos quatro ventos. Acho que essa atitude tem o efeito contrário ao esperado pelos "Gustavos". Ao invés de serem admirados, eles são considerados arrogantes, metidos e pedantes, o que faz com que as pessoas se afastem.

Obrigadíssima pela participação no BONFA CONVIDA, Joana!!!! Espero que você volte mais vezes trazendo textos super interessantes pra compartilhar com a gente!!!!

Para conhecer melhor essa simpática e talentosa blogueira, basta acessar o seguinte link:

http://verdadeiramentedoce.blogspot.com/

Um grande beijo e um lindo final de semana pra todos!!!!

Bonfa ass

21 comentários:

Laély disse... [Responder comentário]

Kátia, esta semana assisti a um documentário no GNT: "Pais neuróticos, filhos mimados".
Lendo a descrição do "Gustavo" feita pela Joana não pude deixar de associar ao documentário, pois ele parece ser um exemplo da geração "millenial": cresceu superprotegido e superestimado pelos pais. Na verdade ele não é inseguro e, esconde isso com a arrogância. Ele realmente se acha superior a tudo e a todos, incluisve às regras de relacionamento numa empresa ou, na sociedade.
Apesar de serem até bem preparados (afinal, os pais investiram pesado na formação dele, para que fosse o "melhor de todos"), têm dificuldade em assumir compromissos de trabalho e relacionamentos estáveis.
Ninguém é super-herói, não é mesmo?
Abraço!

Karla G. F. disse... [Responder comentário]

É uma pena, mas de Gustavos o mundo tá cheio, né?!
Eu amei a entrevista e vou agora comecar a garimpar o Blog dela, que deve ser cheio desses textos gostosos!

Um beijo e bom findi =)

Patricia Haddad disse... [Responder comentário]

O mal que esses "Gustavos" fazem a quem é obrigado a conviver com eles é enorme. Experiência própria. Por conta disso, cada vez mais me decepciono com o (meu) mercado de trabalho e tento usar todos os meus neurônios para ter uma ideia genial que me faça dar uma guinada de 180 graus.

Leticia disse... [Responder comentário]

Ká,
Nem preciso dizer que AMO a blogueira que você escolheu para a sessão! Está super de parabéns! Adoro o jeito que a Joana escreve sobre os temas mais diversos do dia a dia... já sou fã de carteirinha do blog dela, desde que conheci.
Ela é minha "vizinha" e vamos nos conhecer na semana que vem!
Parabéns mais uma vez pela coluna linda!
Beijos
lelê

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Pessoal, acabei de ler o texto recomendado pela Joana: "A Invejada Maria Caras" no blog Lost in Japan, do Alexandre Mauj. Que texto maravilhoso e que história incrível!!!! Deixei um comentário lá e li cada linha até mais de uma vez. Recomendo que vocês leiam também! Um grande beijo!

Joaninha Bacana disse... [Responder comentário]

Nao há quem já nao tenha passado por um 'Gustavo' no ambiente de trabalho :-( Infelizmente! :-( Seufz!
Beijocas pra voces,
Angie

Karine disse... [Responder comentário]

Oi Kátia!
Mais uma convidada super esppecial!
E que postagem verdadeira .. em nossa vida encontramos vários "Gustavos" na profissão então, é revoltante encontrar aguém assim que acaba te prejudicando..
Tb li o post do Alexandre. que incrível.. li tudinho com muita atenção.. Fico me perguntando como que pode haver pessoas assim?

bjos querida e ótimo final de semana!

Simone - Mariana minha flôr disse... [Responder comentário]

Aff que vontade de estrangular esse Gustavo, kkkkkk. Conheço vários assim e não suportaria conviver com um desses.
Beijos

Fernanda Reali disse... [Responder comentário]

Perfeito!

Neste post tem tudo o que eu gosto: diversão, informação e gente querida!

@docesverdades Joana é excelente articulista de futebol - pasmem - foi ela quem fez a maioria dos posts sobre copa do mundo no meu blog-bbb.

Além de ser futeboleira, é cinéfila, leitora voraz, amiga preocupada, tuiteira boa de piada e de links bacanas. É essencial na minha TL.

O Alexandre citado, @mauj77, é o dono do meu blog favorito, coração "bão" e extremamente culto.

Este teu post é perfeito: reuniu a inteligentsia bloguística! hehe

Um beijooooo e muito obrigada!

Veronica Kraemer disse... [Responder comentário]

Meninas, adorei!!!
Conheci o blog da Jô tem pouco tempo e gosto muito, e tu é tudo de bom, né, Ká?
Adoro vocês!!!
Beijosssssssssssssssss
Vero

EU TE AMO disse... [Responder comentário]

Eu também não gosto de textos longos, mas os da Jô realmente me fazem viajar. Eu amo os textos dela.
Quando leio tenho mais vontade de escrever cada dia melhor, ela é uma das minhas inspirações para escrever =)
Eu adoro ela, ela é uma pessoa querida, carismática! Mesmo sem conhecê-la pessoalmente digo que ela é uma pessoa adoravel e de sucesso!
Eu já conheci um "Gustavo" e acredito que esse tipo de pessoa é a mais arrogante o possível!

Enfim adorei a participação da Jô por aqui.
Beijoooos

Jackie Freitas disse... [Responder comentário]

Olá Kátia querida!
Estou te devendo algumas visitas...rsrs...mas ando numa correria entre mudanças e planejamentos...uma loucura! Estou saindo de Curitiba e voltando para São Paulo, então pode imaginar, não é?
Bem, mas não podia deixar JAMAIS de vir aqui para deixar registrada a minha enorme admiração por essa pessoa linda (hoje vi o seu rosto...hehehe) que é a Joana! Sou frequentadora, admiradora e leitora do Blog Doces Verdades e concordo com todos os elogios à nossa amiga! Se pudesse ainda inventava algumas palavras novas para descrevê-la.
Joana, minha querida, sabe o quanto a admiro e o quanto me é significativa a sua amizade! Mesmo que virtual, mas ainda assim podemos trocar energias muito boas, acrescentar valores e conhecimentos em nossa vida. Sou bem simples, você sabe, e talvez essa simplicidade me impeça algumas vezes de demonstrar o tamanho do meu carinho e respeito...mas, se puder, sinta-se hoje aqui, publicamente QUERIDA E ADMIRADA por mim!!!
Kátia, parabéns pela seleção. Pelo pouco que te conheço, percebo o seu gosto, talento, bom trato e sensibilidade. E é isso que te diferencia entre tantos e tantos blogueiros que encontramos pela net...
Grande beijo, minhas queridas! Sucesso sempre!
Jackie

JULIANA disse... [Responder comentário]

Meninas, arrasaram. Adorei a dica de blog da semana, adorei o post adorei a charge. Vou favoritar o blog imediatamente. Abraços

Jurubeba disse... [Responder comentário]

Meu discurso... a la premiação do Oscar!!

Katia,
Obrigada pela oportunidade de me apresentar para seus leitores e leitoras e mostrar um pouco do que escrevo lá no blog.
Obrigada pelos elogios. Por ser uma pessoa que recebe tão bem e ser ultra mega simpática.
Obrigada pelo carinho e pela atenção!
Fiquei feliz - de verdade - por fazer parte da história do seu blog.

Meninas,
Obrigada a todas que comentaram e que gostaram do texto.

Obrigada a quem leu, mas não comentou.
Obrigada a quem visitou meu blog para me conhecer melhor - foram centenas de visitas.
Obrigada aos novos seguidores, também vindos daqui.

Obrigada ao "Gustavo", porque sem ele esse texto não existiria.
Obrigada aos que dividiram comigo as loucuras dele também.

E muito obrigada aos amigos e parceiros da blogosfera, pelo imenso carinho e elogios que recebi. Me emocionou bastante!

Espero que tenha agradado a algumas pessoas...
Beijos!! E que venha o próximo convidado!

MOMENTOS disse... [Responder comentário]

Bonfinha,

Adorei a entrevista, e principalmente o texto que me fez pensar como é fácil atropelar as pessoas quando o que elas tem de mais forte são os sentimentos.
Lástima só é saber que os "Gustavos" utilizam um escudo protetor tão poderoso que são imunes a compreensão do que não pertença ao seu fantástico mundo.

Bjks
Kapin

Marta disse... [Responder comentário]

Incrível como encontramos Gustavos por aí. No meu caso, acho que não encontrei muitos, mas ouvi falar de muitos deles!
Quem é bom mesmo, não precisa passar por cima dos outros. Cresce naturalmente, por mérito e capacidade. ALém disso, a humildade é uma virtude incrível!
Beijocas

K disse... [Responder comentário]

Menina, parece até que conheço o Gustavo só que com outro nome.Megalomaníaco, mitômano, esse até que falava inglês muito bem.Mas recentemente, ao ler o livro da psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva, Mentes Perigosas,descobri outra, digamos assim, característica, do sujeito: psicopata.Consegui me afastar dele há algum tempo mas ele quase destruiu minha vida, juro.

Babi Mello disse... [Responder comentário]

Bonfa, muito legal o texto da Joana e sabe "Gustavos" existem aos montes por aí e como é chato convivermos com eles. Chega a ser nojento.
bjos e até sábado com o resultado do sorteio idade interior.
bjocas!

Marina Mott disse... [Responder comentário]

Muitos Gustavos e Gustavas, diga-se de passagem, pela vida afora... Gente que, ao primeiro contato, você imagina exatamente o que está escrito no texto: que pessoa megablasterfantásticamenteótima! Aí, na medida em que você vai conhecendo...E, são éssoas com as quais vc mal consegue entabular um debate, porque sua lógica é pessoa, únical e absurda, fugindo daquela espinha dorsal da sociedade.
Na minha vida como advogada há muita gente assim; na minha vida doceira, bem menos (mas também há!).
Enfim, ótimo post! Vou lá conhecer o Alexandre! Bjs!!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse... [Responder comentário]

Eu adoro essa menina, a Joana! Ela merece mesmo essa indicação, é uma pessoa de muita inteligência e é uma amiga ótima!
eu sou fã dessa menina. Aliás tem mta gente aqui que é demais, q eu adoro.

Obrigado por citar o texto da Maria Caras! foi um texto que serviu até como desabafo, sabe... mas acho que no fundo todos conhecem alguns Gustavos e Maria Caras, não é?

Kátia, muito obrigado pelo link, viu? te agradeço de montão!
bom fds!

Giuliana: disse... [Responder comentário]

Kátia,

Primeiramente, é um grande prazer chegar ao seu blog, que pelo que vi é ótimo e com excelente conteúdo, nem vou perder mais tempo e vou seguí-lo logo!

Sua convidada é uma pessoa espetacular, a Jô realmente escreve textos fantásticos, super inteligente, e que nos instiga a refletir, sempre nos acrescenta mais conhecimento e amadurecimento.

Alexandre é outra pessoa espetacular e o texto dele sobre Maria Caras é sensacional.

Gustavo...ou melhor Gustavos, tantos dele estão espalhados pelo mundo corporativo, fui lendo o texto e de cara identifiquei um Gustavo que conheço, no final das contas quem os suporta?

Beijos.

Related Posts with Thumbnails