segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Resumão das férias na Turquia – Parte 5: Istambul (primeiro dia)

Interior da Basílica de Santa Sofia (Hagia Sophia)

Detalhe de mosaico na Hagia Sophia

Antiga cisterna romana

Loja de luminárias no Grand Bazaar

Fachada da Mesquita Azul

Doces típicos recheados de avelãs na vitrine de uma confeitaria

Da Capadócia, seguimos para Istambul, que não é a capital do país, mas é a maior cidade da Turquia e a quinta maior do mundo. A metrópole ocupa ambas as margens do Estreito do Bósforo e do norte do Mar de Mármara, os quais separam a Ásia da Europa, uma situação que faz de Istambul a única cidade do mundo que ocupa dois continentes.

Só por esse detalhe, ela já poderia ser considerada um lugar excêntrico, mas Istambul tem muitas outras peculiaridades e um charme irresistível que atrai milhares de turistas o ano todo. Essa cidade milenar, que já foi conhecida como Bizâncio e depois como Constantinopla, foi capital do Império Romano no oriente, do Império Otomano e da República da Turquia até 1923. Hoje em dia, a capital do país é Ancara, mas Istambul continua sendo o pólo industrial, econômico, cultural e turístico.

A grande maioria da população é muçulmana e penso que pelo menos 80% das mulheres usam véu, mas também há um grande número de laicos e uma minoria de cristãos e judeus.

Minha primeira impressão de Istambul foi estranha porque eu não consegui comparar a cidade com nenhuma outra que havia conhecido. Túnis, Cairo, Beijing e Tóquio eram mais “exóticas” e “homogêneas”, digamos assim. Em algumas regiões, eu me senti na Europa, mas era uma Europa diferente: mais descolada, mais heterogênea, mais vibrante, mais viva!!!! É dificíl explicar a energia daquele lugar, acho que só mesmo estando lá pra senti-la e, escrevendo esse post, me descobri mais uma vez emocionada ao lembrar da viagem.

Istambul é tão grande e cheia de atrativos que vou precisar de, pelo menos, 3 posts para terminar esse relato. Ficamos 4 dias inteiros na cidade, mas acho que poderíamos ter ficado 10 e mesmo assim, acho que não veríamos tudo. E eu posso dizer que adoraria morar lá por um tempo!!!!

Deixamos as mochilas no albergue e partimos para fazer o reconhecimento do bairro onde nos hospedamos: Sultanahmet, o mais badalado da cidade. Como já mencionei algumas vezes, ficamos sempre em hotéis ou albergues simples e baratos, mas não abrimos mão de uma boa localização. Então escolhemos um quarto para casal com banheiro privativo no Antique Hostel, cuja diária era de 62 euros. Sultanahmet tem movimento 24 horas por dia e é repleto de bares, restaurantes, casas de banho turco, casas de chá, lojas e atrações turísticas.

Nossa primeira parada foi a Praça de Sultanahmet, uma extensa área onde antigamente ficava o Hipódromo de Constantinopla, que foi o centro esportivo e social da capital do Império Bizantino. Hoje em dia, somente alguns fragmentos da estrutura original sobreviveram, como por exemplo, o Obelisco de Teodósio.

Trata-se do monumento mais antigo de Istambul. O imperador Teodósio trouxe o obelisco do Egito no ano de 390 e o ergueu dentro da pista de corridas. Talhado em granito rosa, foi erguido originalmente no Templo de Karnak, em Luxor ao redor do ano de 1490 a. C.

Para transportar o obelisco até Constantinopla, Teodósio teve que dividi-lo em três partes e acomodá-las em barcos. Somente a parte superior sobreviveu à passagem do tempo e hoje em dia fica sobre um pedestal de mármore.

O obelisco é o monumento que mais se destaca no Hipódromo e é praticamente o cartão-postal do local. Seu estado de conservação é bastante impressionante, tendo em vista que existe há 3.500 anos!!!!

Não entramos no Museu de Arte Islâmica, mas adorei a padronagem que enfeitava a placa da foto acima. E a bandeira da Turquia? Eu a acho linda e ela estava por toda a parte!!!!

Tivemos a sorte de estar na cidade na época em que as tulipas florescem, e muitos exemplares dessa flor que é originária da Turquia e não da Holanda, como muitos acreditam, enfeitavam praças, parques e canteiros.

Apesar das filas gigantescas para entrar nas atrações principais da cidade, o que me deu uma certa agonia, conseguimos conhecer a Basílica de Santa Sofia, também conhecida como Hagia Sophia, logo no primeiro dia. Que lugar deslumbrante é essa imponente construção datada do ano de 537!!!!

Não sei explicar o motivo, mas quando entrei na basílica, uma emoção enorme tomou conta de mim e eu comecei a chorar copiosamente. É o tipo de coisa que me deixa constrangida, mas eu não consegui me conter. Alguma coisa ali mexeu muito comigo e acho que não foi só o fato de me sentir imensamente agradecida por estar diante de um lugar tão bonito…

A basílica foi construída para ser a catedral de Constantinopla e até 1453 ela teve essa função, com exceção do período entre 1204 e 1261, quando foi convertida para uma catedral católica romana. Entre 29 de maio de 1453 e 1931, quando Constantinopla foi conquistada pelo império Otomano, ela foi transformada em mesquita. Diversas características islâmicas como o mihrab, o minbar e os quatro minaretes foram adicionados durante esse período. Ela permaneceu como mesquita até 1931, quando Kemal Atatürk ordenou que ela fosse secularizada. Quatro anos depois, foi reaberta ao público e hoje funciona como um museu.*

Embora ela seja chamada de "Santa Sofia" (como se tivesse sido dedicada em homenagem a Santa Sofia), sophia é a transliteração fonética em latim da palavra grega para "sabedoria". Sendo assim, o nome completo da igreja em grego é "Igreja da Santa Sabedoria de Deus”.*

A basílica também é famosa por seu enorme domo e os estudiosos acreditam que a construção mudou a história da arquitetura, tendo influenciado o mundo ortodoxo, católico e islâmico. Ela foi a maior catedral do mundo por quase mil anos, até que a Catedral de Sevilha fosse completada em 1520.

Seu interior impressionante é decorado com pilares de mármore e diversos mosaicos. As maiores colunas são de granito, possuem 20 metros de altura e pelo menos 1,5 metro de diâmetro, sendo que a maior delas pesa inacreditáveis 70 toneladas!!!!

Detalhe de antigos azulejos decorados

No dia em que visitamos a basílica, havia uma exposição de cartazes interessantíssimos.

Todos os desenhos das gravuras eram formados por caracteres árabes, incluindo as molduras!!!! Eu gostaria de poder entender o que estava escrito, mas tive que me contentar em apreciar as belas e criativas composições.

O poster acima foi um dos que mais gostei e achei o resultado graficamente simples e elegante!!!!

Subimos alguns lances de escada para conhecer o segundo piso do edifício e de lá pude apreciar outras lindas vistas do salão principal.

Observem como as pessoas parecem formiguinhas se comparadas à grandiosidade do lugar!

O trabalho minuncioso dos capitéis e as pinturas nas paredes e no teto impressionam pela quantidade de detalhes.

Na época em que funcionou como mesquita, a Hagia Sophia teve seus mosaicos cristãos cobertos com emplastro, que ainda está sendo retirado aos poucos, revelando belíssimas obras.

Detalhe de mosaico

No piso superior, havia também uma exposição de fotografias de todos os mosaicos existentes na basílica.

De lá seguimos para a Cisterna da Basílica e, como eu não sabia do que se tratava, achei o nome da atração meio estranho, mas fui conferir.

Em Istambul, não lembro de ter tido dificuldade de entender alguma coisa porque praticamente tudo era escrito em turco e também em inglês. Aproveitei o tempo de espera na fila para ler a história da cisterna escrita na placa da foto acima.

A Cisterna de Basílica é a maior das dezenas ou centenas de cisternas construídas em Istambul durante a época bizantina e se encontra perto da Basílica de Santa Sofia. Construída em poucos meses no ano de 532, possui uma estrutura que conta com 336 colunas romanas feitas de mármore. Ocupa uma área de 10.000 m², tem 8 metros de altura e capacidade para 30 milhões de litros de água. Foi utilizada até finais do século XIV como cisterna e em meados do século XIX foi restaurada depois de ser usada como armazém de madeira.*

Eu nunca pensei que um simples reservatório de água pudesse ser tão bonito. Fiquei encantada com esse lugar e é uma pena que não filmei lá dentro porque a cenografia é lindíssima. A iluminação difusa, o espelho d’água que reflete tons amarelados, a umidade do ar geladinho e a suave música ambiente me deixaram arrepiada!!!! Parecia que nós havíamos sido transportados para outro mundo ou outro século e foi uma visita fascinante. O lugar é tão incrível que serviu como cenário para o filme de James Bond, “Moscou contra 007”.

Entre as 336 colunas, duas são destaque por terem cabeças de Medusa em suas bases. Elas estão localizadas perto da saída da cisterna e o mais curioso é que uma das cabeças está ao contrário e a outra em posição lateral. Os historiadores acreditam que as cabeças vieram de uma construção romana, mas ninguém sabe dizer porque elas foram colocadas ali.

Quando bateu a fome, começamos a procurar um lugar para comer e um restaurante simples com um cardápio variado nos chamou a atenção. Fomos super bem atendidos em todas as partes do país por onde passamos e em Istambul não foi diferente. Como gostamos de observar as pessoas que caminham pelas ruas, escolhemos uma mesa ao ar livre.

O Marcelo pediu uma Pide de queijo de cabra, a pizza local, enquanto eu preferi comer algo mais suculento e optei pelo Adana kebab, um prato típico que consiste em uma longa tira de carne de carneiro prensada, assada no carvão e temperada com pimenta vermelha e pimentão. A carne normalmente é misturada com a gordura da cauda do animal para acentuar seu sabor. O kebab veio acompanhado por um arroz alaranjado bastante saboroso, uma fatia de pão, salada e pimenta verde grelhada. Estava DELICIOSO e fiquei ainda mais apaixonada pela cozinha turca. Que explosão de sabores, gente!!!!! Eu devorei a comida, incluindo o arroz, coisa que não gosto e não como, a não ser que seja em um risoto.

Para a sobremesa, optamos por experimentar a guloseima mais famosa da Turquia, que se chama Turkish Delight. Trata-se de uma espécie de bala de goma, como a nossa “jujuba”, porém menos doce e com mais variedade de sabores, tipo a da foto acima, feita com água de rosas, pedaços de avelãs e côco ralado.

Segundo a Wikipedia, “Delícia turca, manjar turco ou mais conhecido como lokum ou loukum é uma sobremesa turca feita de maisena e açúcar. Tem geralmente sabor de água de rosas ou limão, o que dá a sua cor rosa pálido característica. É macio, com consistência de geleia e coberto com açúcar de confeiteiro para não endurecer rápido.”

Entramos em uma das diversas confeitarias de Sultanahmet e enchemos um pratinho com um pedaço de cada variedade da “Delícia Turca”, cobrada por peso. O Marcelo gostou do doce de rosas e eu preferi os que tinham nozes e pistaches.

Para acompanhar a sobremesa, o Marcelo pediu um café turco, que é bem forte e deixa uma borra no final da xícara. Segundo o site KEBABSALONU, “O café turco é uma das muitas formas de se fazer e tomar café no mundo. A técnica para fazê-lo consiste em se utilizar a moagem mais fina possível do café, colocando-se o mesmo diretamente na água fria, onde ocorre uma rápida infusão. A tradição diz que devemos esperar o café levantar três vezes na Ibrik (a panelinha onde se faz o café), sem deixar queimá-lo, para após um minuto – quando a borra do café baixa para o fundo da panelinha – servi-lo. O sabor do café turco é único. Não parece um espresso e muito menos um café de coador. O café turco bem preparado possui um creme espesso e delicado e seu sabor é forte e intenso.”

Reparem como a xícara na qual o café foi servido é fofíssima!!!! No último dia em Istambul, não resisti e levei 4 peças pra casa, todas feitas à mão com um desenho lindo, que mostrei AQUI.

A parada seguinte foi no GRAND BAZAAR, um dos maiores mercados cobertos do mundo com 60 ruas e 5 mil lojas, imaginem isso!!!! É difícil não se perder por lá…

Uma dica que eu gostaria de deixar aqui é a de esperar para visitá-lo perto da hora de fechar porque fica bem mais vazio. Nos horários de pico, é complicado se movimentar lá dentro. O mercado fica lotado e um pouco incômodo.

Coloquei até os óculos para poder analisar melhor cada luminária que encontrei pelo caminho, mas eram tantas e tão diferentes!!!!!!!! Nessa hora eu desejei que minha irmã do meio e minha mãe, que tem um gosto parecido com o meu, estivessem lá também… foi muito difícil escolher a peça que melhor se encaixaria no que eu procurava. Mas, finalmente, entrei em uma loja onde o Marcelo se distraiu por um bom tempo conversando com os vendedores sobre futebol e pude comprar as duas luminárias de mesa que mostrei NESSE POST.

No fim da tarde, demos uma passada na Mesquita Azul com a esperança de que a quantidade de turistas tivesse diminuído, mas que nada!!!! A gente sempre encontrava uma fila quilométrica e decidia voltar no dia seguinte. Aliás, todas as atrações em Istambul são assim e nós viajamos no final de abril, hein? Ainda era baixa temporada!!!!!

Já que não entramos na mesquita, aproveitamos para fotografar os belos canteiros ornamentados com tulipas e o pátio interno.

Pátio interno da Mesquita Azul

Achei interessantes esses cartazes que estavam presos debaixo de cada um dos arcos da construção e continhas frases que acredito terem sido retiradas do Corão, como, por exemplo: “Deus não é misericordioso com aquele que não tem misericórdia pelo próximo.”

No caminho de volta para o hotel, vimos essa construção coloridinha que me lembrou muito o Caminito, em Buenos Aires. Não consegui descobrir do que se tratava, mas a fachada não parecia ser de verdade.

Resolvi tirar algumas fotos de uma das avenidas principais de Sultanahmet para lembrar de como essa parte da cidade era bastante cosmopolita e movimentada. Lá encontramos bares e restaurantes típicos de diversos países, como um pub inglês e uma casa de tapas espanhola.

Como eu nasci e cresci no Rio de Janeiro, onde vivo até hoje, fico sempre impressionada com a limpeza das cidades que visito pelo mundo afora e algumas dentro do Brasil. Moro em uma rua grande e movimentada que, no final do dia, fica completamente suja e com bueiros lotados de papel e lixo. Istambul é enorme e bem mais populosa do que o Rio, mas, mesmo assim, é muito mais limpa!!!!!

À noite, no bar do albergue (foto acima), assistimos ao Real Madrid vencer o Barcelona. Quer dizer, o Marcelo viu o jogo enquanto eu tomava uma cerveja e postava algumas fotos no Facebook, rsrsrs!

E assim terminou nosso primeiro dia em Istambul, que me deixou com uma sensação ótima, apesar da multidão de turistas e das filas gigantescas. A cidade é linda, o povo é simpático e caloroso, a comida é deliciosa e, como mencionei no início do post, ainda vai levar um tempo até que esse relato termine por conta da quantidade enorme de atrações que conhecemos!!!!

Então espero vocês aqui para a parte 6 da saga que poderia se chamar “Viagem à Turquia: um sonho realizado”!!!!!!

Um grande beijo com votos de uma ótima semana!!!!

*Fontes de pesquisa:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bas%C3%ADlica_de_Santa_Sofia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cisterna_da_Bas%C3%ADlica
http://pt.wikipedia.org/wiki/Adana_kebap
http://pt.wikipedia.org/wiki/Istambul
http://www.minube.pt/sitio-preferido/obelisco-de-teodosio-a4183
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hip%C3%B3dromo_de_Constantinopla

Bonfa-ass

26 comentários:

Tera disse... [Responder comentário]

Que passeio lindíssimo fiz com vc agora! Obrigada por mostrar um pouco da Turquia. Não tinha ideia que este pais fosse tão lindo.Tenha uma semana muito especial!

Beth/Lilás disse... [Responder comentário]

Olá, Bonfa!
Você é mesmo uma sábia viajante e passa-nos dicas de viagem perfeitas.
Tenho que me lembrar de abrir teu blog antes da próxima viagem internacional, pois você tem muita experiência nisso tudo.
Fantástica esta viagem à Turquia e é um dos próximos roteiros que gostaria de fazer com o marido.
Amei ver a linda Sophia por aqui e as comprinhas que fez dessa vez, todas de muito bom gosto.
um grande abraço, carioca


Unknown disse... [Responder comentário]

Linda viagem Kátia! viajei junto com voce atavés de cada foto! Lindas tulipas.Com certeza estarei aqui para o post da parte 6 com muita alegria e um prazer estar presente na realização desse seu lindo sonho.Uma abençoada samana para voce.

Dani Hoffmam disse... [Responder comentário]

Tudo muito lindo! A arquitetura, os mosaicos, as tulipas, ahhhhhh as tulipas, eu amo, mas qdo casei não tinha e tive q mudar meu buque para lirio, q tbm ficou lindão!

Achei lindas as xícaras, como naquele post eu já havia comentado e o que falar das luminarias? São perfeitas, meu sonho de consumo, acho q eu ficaria doidinha numa loja dessas. Não sei qto custou, mas fui na feira de artesanato internacional q teve aqui e a menor custava mais de 500,00. Quase cai dura, rsrrsrs. Acho melhor comprar numa viagem!!!!

Ah, hj aqui tá o maior sol. Putz, sacanagem!

Bjos,
Dani

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@TeraTera, sou eu que agradeço seu comentário! A Turquia estava na minha lista de sonhos há 16 anos e não me decepcionou, é um país sensacional e mágico! Um grande beijo!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Beth/LilásOi, Beth! Ah, inclui esse roteiro na sua lista sim, é muito bonito o país e ele tem paisagens bastantes diversas. Istambul tem uma energia especialíssima! Um grande beijo!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@UnknownRealizar um sonho é bom demais, né? Sou muito agradecida por ter tido essa oportunidade da qual vou lembrar pra sempre! As memórias que foram criadas não vão me abandonar nunca e não tem preço!!!! Um grande beijo e obrigadíssima pelo carinho!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Dani HoffmamDani, querida!!!! Que delícia foi nosso encontro no fim de semana! Comi um pedaço da torta no café da manhã, não resisti, rsrsrs! Estava deliciosa! Muito obrigada mesmo pela gentileza, carinho, boa vontade... vc é muito especial e merece uma vida cheia de realizações! Ontem choveu em Guarapari pela manhã, mas à tarde, o tempo abriu e pegamos até um solzinho! Foi um final de semana relaxante e gostoso! Um grande beijo!

Dani Hoffmam disse... [Responder comentário]

Obrigada Katia! Vc tbm merece tudo de bom! Thiago que é super tímido gostou muito de conhecer vcs, veio falando no carro e até na hora de dormir ele ainda falava q vcs são mto gente boa, mto simpaticos, ele ficou bem a vontade e se soltou, pois as vezes saimos com amigo e ele quase não fala, enquanto eu fico igual uma tagarela, rsrsrs. O comentário ta ficando grande, vou te passar um email,

Ah que legal, porq lá em casa choveu o dia todo, até de madrugada. E sobre a torta, eu q não sou besta fiz uma para mim tbm, pra saber se não ficou ruim, rsrrsrs. Comi ontem depois do almoço! Que bom q aproveitaram o passeio, vc foi nas tres praias?
Bjs

Vida disse... [Responder comentário]

Bonfa, eu PRECISO ir à Turquia. Estou viajando com vc, sabe? Sei que não será por agora, pois ainda há outros lugares mais 'acessíveis' que quero conhecer, mas entrou na minha lista de lugar que tenho que ir antes de morrer. rs

bjim

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Dani HoffmamAmei seu e-mail, Dani! E, como comentei por lá, a recíproca foi totalmente verdadeira! E estou te esperando agora no Rio, hein? Um mega beijo!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@VidaMenina, pois é... essa viagem demorou 16 anos pra se tornar realidade justamente porque as passagens não são baratas, mas a hospedagem e comida são. Além disso, a maioria das pessoas que conheço preferem conhecer lugares menos "exóticos", digamos assim, e eu sou o contrário, rsrsrs! Quanto mais diferente e imprevisível, mais o lugar me cativa!!!! Mas, é assim mesmo, nada como um dia após o outro!!!!! Valeu a espera!!!! Um grande beijo!

Gabi disse... [Responder comentário]

Linda as fotos...deve ter sido lindo ir lá!
Morro de vontade de ir em paises assim, mas meu marido não gosta...quem sabe mais pra frente rsrs
Beijos

Marta disse... [Responder comentário]

Katita, é tudo lindo demais! Quanto detalha e quanta cor!!!
E os doces? Menina.. que loucura!!!
Exóticos!
Beijoss

Anita disse... [Responder comentário]

pelas fotos deu pra perceber que a viagem foi fantástica, adorei.

http://anitamakingof.blogspot.com.br

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@GabiGabi, te entendo perfeitamente! O Marcelo amou a viagem, mas nossos roteiros do topo da lista são diferentes! Eu quero ir pro oriente e ele, normalmente, prefere o ocidente. Por isso, fiquei super empolgada com essa viagem. Mas, ao mesmo tempo, o mundo é enorme e praticamente qualquer lugar rende bons passeios e ótimas memórias! Um grande beijo!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@MartaMartinha, muita cor mesmo! Ih, vc precisa ver as fotos dos barcos-restaurantes! São muito interessantes! Aguarde o próximo post, rsrsrsrs! Beijão!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@AnitaIstambul é incrível e eu adoraria voltar com mais calma!!!!! Pra refazer os passeios e conhecer outros lugares, mas na baixa temporada pra evitar as enormes filas, rsrsrs! Beijão!

Liliane disse... [Responder comentário]

Katia, que lugar maravilhoso.
Adorei conhecer um pouco de Istambul.
Beijinho
www.caminhodagula.blogspot.com

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@LilianeQue bom, Liliane! Sei que vc também adora viajar, que tal pensar em Istambul como um destino para as próximas férias???? Estava com saudades de vc! Um grande beijo!

Claudia Liechavicius disse... [Responder comentário]

Katia,

Que delícia de post. O texto está incrível!!!! Devorei.
Ainda não conheço Istambul. Quero muito conhecer e fiquei ainda com mais água na boca.
Um beijo
Claudia

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Claudia LiechaviciusClaudia, que saudades! Como assim a mulher mais viajada que eu conheço não foi a Istambul???? Sei que vc vai amar a cidade, adoro seus relatos e seus roteiros ecléticos, vc tem a mente aberta e aproveita ao máximo todos os lugares por onde passa! Admiro muito seu jeito de viajar! Um grande beijo!

Casar é assim... disse... [Responder comentário]

Oiiii!!

Puxa, então Istambul é uma cidade grande memso, vcs ficaram 4 dias e não foi o suficiente!! rsrs...Posts recheados de informações culturias =)
Esse obelisco já é alto, imagine se tivesse com todas as partes? rsrs..
Claro que pela foto a gente consegue ver um pouco da beleza da basílica, mas pessoalmente deve ser algo realmente extraordinário! Por isso o tamanho da sua emoção =)
Acho que eu tb ia gostar do doce com pistache...Adoro!
Essa xícara de café é linda mesmo....desenhadinha...imagina numa mesinha toda vintage? =)
E que gracinha o albergue que vcs ficaram!!!
Minha vizinha foi pra Turquia e adorou tbm, vai voltar no fim do ano!! rsrs..

beijos!!!

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

@Casar é assim...Pois é, Gabi, hj separei os dias de viagem em pastinhas separadas e realmente acho que vou ter que fazer mais três posts! Tem muita coisa pra conhecer, inclusive um harém e um palácio maravilhoso e ocidentalizado com um dos maiores candelabros do mundo! Istambul é fascinante e quero muito fazer os posts com bastante calma pra não deixar nada de fora! Um grande beijo e até breve!!!!

Gislaine Cunha disse... [Responder comentário]

Passeio fantástico e tão lindo!! Mas aqueles doces me deixaram com água na boca! A aparência deles já me faz suspirar...
Abraço♥♥♥

Renilza Santos disse... [Responder comentário]

A tempos quero. viver assim eu e meu marido nao temos filhos, quero muito viajar, a Turquia sempre me encanto, vc ama historia ne?

Related Posts with Thumbnails