segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Minha doce Paris

No fim de semana tirei um tempinho pra organizar as fotos da viagem de fim de ano para preparar o segundo post sobre o Egito. Aproveitei também pra gravar em DVD as fotos que fizemos na nossa escala em Paris e lembrei dessa que tirei no jardim interno da Place des Vosges, situada no Marais, uma das mais bonitas da cidade. O jardim tem muitas estátuas, fontes e bancos e é cercado por imóveis residenciais cobertos de tijolinhos vermelhos e tetos pontudos de ardósia.

O doce acima foi comprado na tradicional LENÔTRE, que com suas docerias, restaurantes e cafeterias cheias de delícias açucaradas, é a principal e mais prestigiada embaixadora da gastronomia francesa pelo mundo. Por mais de 60 anos, comandada pelo mestre do paladar Gaston Lenôtre, a grife francesa luxuosa influenciou a pâtisserie, a culinária e o desenvolvimento mundial deste mercado.

A LENÔTRE está presente em 13 países ao redor do mundo com 52 luxuosos estabelecimentos entre cafeterias, restaurantes e confeitarias. Atualmente, Alemanha, Espanha, Estados Unidos, Coréia do Sul, Japão (onde estão localizados quase uma dúzia de lojas da marca), Tailândia, Arábia Saudita, Dubai, Kuwait, Marrocos, Qatar e Tunísia tem o privilégio de contar com estabelecimentos da grife, além da França, onde a LENÔTRE possui 18 lojas (cafés, confeitarias e bistrôs) e 5 restaurantes.

Quando estivemos em Paris ano passado, eu levei uma lista com alguns endereços de pâtisseries famosas que queria conhecer. E dessa vez, fizemos o mesmo, mas só tivemos tempo de conhecer a LENÔTRE. Apesar de não ser tão fã de doces, é difícil não ficar abobalhada diante de uma vitrine repleta de tortas, tarteletes, éclairs e macarons tão elaborados que mais parecem esculturas! E em Paris existe uma pâtisserie em cada esquina. Dá vontade de experimentar e fotografar (claro!) tudo. É cada doce mais lindo do que o outro, com recheio e cobertura fartos. Reparem na quantidade de frutas vermelhas no topo da torta da próxima foto!

Difícil resistir, né?

Eu lembrava de ter passado por uma filial da LENÔTRE ano passado, mas não entramos na loja. Dessa vez, resolvemos experimentar duas delícias, mas foi difícil escolher… Na dúvida, pedi o doce que tinha o design mais bonito, na minha opinião. O tom vermelho vivo da cobertura me chamou atenção e o fato do recheio ser de framboesa só reforçou minha decisão!

A loja é linda por dentro, as caixinhas para presente são estonteantes e percebe-se todo o cuidado e capricho até mesmo nos uniformes dos funcionários, que usam gravatas no tom lilás presente nas embalagens e na Logomarca. Não é possível comer dentro da loja e por isso tivemos que procurar um lugar próximo para sentar e apreciar nossas guloseimas.

O Marcelo optou por um doce recheado de chocolate, creme e caramelo, que vinha com um macaron “perolizado” no topo. O quadradinho de chocolate que vem com o nome LENÔTRE gravado em letras douradas é uma característica dos produtos da marca.

Reparem na capa que recobre o doce. Parece uma padronagem que imita madeira, bem interessante e muito gostoso. Foi o nosso preferido.

Já meu doce vermelhão era feito com uma massa bem levinha, estilo pão-de-ló e tinha um recheio cremoso de chantilly e geléia de framboesas bem suculentas com vários pedaços grandes da fruta. Aprovadíssimo!!!

Lenôtre
http://www.lenotre.fr/

Untitled-1

Conforme comentei anteriormente, ano passado levei uma lista com três endereços de pâtisseries famosas que gostaria de conhecer em Paris. Ficamos hospedados em um hotel onde o café da manhã não estava incluído e custava 8 euros por pessoa. A refeição era simples: pão, croissant, manteiga, geléia, poucas opções de frutas e um suco. Achamos muito sem graça pra custar 8 euros e combinamos de trocar o café da manhã por um doce diferente todo dia (que custavam entre 5 e 7 euros). Achei que fizemos uma ótima troca, como vocês podem comprovar nas fotos abaixo.

Ispahan (macaron de rosas com creme à base de rosas, lichias e framboesas). Pierre Hermé, Paris.

O doce acima é o carro-chefe da marca PIERRE HERMÉ, um dos vários chefs famosos que estudaram na escola LENÔTRE. Trata-se do Ispahan, um macaron de rosas com creme à base de rosas, lichias e framboesas. É uma combinação tão exótica quanto deliciosa! Também não era possível comer dentro da loja e dessa vez, escolhemos o Jardim de Luxemburgo, o maior parque público da cidade de Paris com mais de 224 mil m², como cenário para a degustação das guloseimas que compramos.

O doce do Marcelo tinha massa de torta bem leve e fininha e o recheio era uma camada de creme caramelado muito gostoso. Acertamos em cheio!

O chef francês PIERRE HERMÉ trata seus macarons como verdadeiras jóias criando coleções para cada estação do ano e também para datas especiais como, por exemplo, o de trufas brancas feito especialmente no Natal. Aliás, em Paris você não escolhe sabores de macarons, mas “perfumes”. Não é interessante?

Pierre Hermé
http://www.pierreherme.com

herme

A próxima da nossa lista era a pâtisserie do japonês SADAHARU AOKI, chef que teve sua formação tanto no Japão quanto em Paris e é conhecido por misturar ingredientes tipicamente japoneses aos tradicionais elementos da confeitaria francesa. Suas embalagens são impecáveis e os macarons coloridos enfileirados na vitrine chegam à perfeição.

OgAAAHDEDkK0rKRkKhtZDteOYdtsPi2cH2CfZ6MGugNhLzWWodvmtLg6UxO4MyM6jLfAWwvFPTkY3AnTaM04IwwhI3YAm1T1UPXPE7yVZ5hBZmVRy93_N2z-rwhz copy

Na loja da Rue de Vaugirard existem algumas mesas e dessa vez, pudemos experimentar os doces com auxílio de um garfo. Repararam nos pratinhos de vidro com acabamento rústico? Eu achei um charme?

Meu doce se chamava Bamboo e era uma inusitada combinação de chá verde com chocolate, amêndoas e café. Confesso que adoro essas misturas exóticas e já sabia que iria pedir o bamboo desde que entrei no site da loja, durante a fase de pesquisas pré-viagem. O sabor era mais ou menos o que eu esperava, dá pra sentir o sabor do chá verde, mas ele não é predominante. Por isso, podem experimentar sem medo!

O Marcelo não quis se arriscar como eu e pediu um doce que levava framboesas, chocolate amargo, amêndoas e pistache. Eu adoro essa apresentação dos doces em camadas fininhas, com massa bem leve e molhadinha.

OgAAANcPv96mjqUaTCG3GDtjRKdplLtMNep3YRB-s--uoy_oF2C95tr3hAmXFNbBVWbzH54gge_220U0IFcFW_u8hYIAm1T1UGpkgE5omYGagt31ZQTI3L5Hu-fl copy

Gostei tanto do meu doce de chá verde que resolvi levar pra casa esse chocolate que continha o mesmo ingrediente. Mas esse decepcionou um pouco…

OgAAAGhqW2Psco8hXPt1771M-6IP8qJ47kTNq2dWN7YEK6HAvLBXUWqFU_L795_Rm7eTu3AcPNXyE9CG7xG4QqJKiOwAm1T1UC03CeHOBhHXywbG_rUV_xjZIyq1 copy

Para terminar nossas aventuras gastronômicas no mundo da confeitaria francesa, fomos tomar um café com docinhos na famosa Ladurée, que com mais de um século de tradição, é famosa por produzir o melhor macaron do mundo. Seus sabores originais e receita incomparável renderam fama ao lugar, que é inspirado em casas de chá do século XIX, com belos lustres de cristal, longas cortinas de veludo e pomposos espelhos. A decoração e as antigas receitas de alguns dos melhores doces da França, fazem da loja um verdadeiro clássico parisiense.

A história de sucesso da Ladurée começou quando, em 1862, Louis-Ernest Ladurée abriu uma padaria na Rue Royale, em Paris. Durante a comuna de Paris, em 1871, seu negócio foi queimado e no lugar, Ladurée construiu uma pâtisserie, que teve o teto pintado por Jules Chéret, com querubins vestidos como doceiros, uma das marcas da loja. Alguns anos depois, os cafés estavam se tornando ícones de luxo na cidade luz, e para não perder os clientes de seu negócio, a esposa de Louis-Ernest, Jeanne Souchard, teve a idéia de unir o conceito de café com o conceito de pâtisserie, criando assim uma casa de chá, onde as mulheres também poderiam circular livremente, o que era proibido nos cafés. A partir daí a casa passou a ser conhecida na cidade.

A Ladurée se tornou ainda mais famosa quando, na década de 30, passou a produzir um doce original, unindo dois macarrons - receita criada no século XVI - com um cremoso e delicioso ganache. O doce da tradicional pâtisserie tem uma receita insuperável é considerado o melhor macaron do mundo, com seu exterior super crocante e recheio que derrete na boca. São mais de 30 sabores, e alguns são preparados de acordo com a época do ano. Entre os sempre disponíveis estão chocolate, baunilha, café e pistache, e entre os especiais e sazonais estão limão, menta, pimenta e anis. Atualmente, a loja está presente em vários países, com unidades em Londres, Mônaco, Suíça e Tóquio, além de outras na própria França.

OgAAANi0bMUiljmbgZh7RIS-a1lMepzLV3xtdQdWliOUVayX3jql2vj1ThFpD8C3Sih5HsmywuUfLO03bwA1OOJIAC0Am1T1UJSd2PyFf90AYXkNAxXTDpWu-2J_ copy

Embalagem para macarons da Ladurée, Paris.

Numa outra ocasião, voltando para o hotel, resolvemos levar uma caixinha de macarons com todos os sabores disponíveis na loja. Como andamos bastante antes de chegar ao nosso destino, os macarons ficaram meio esmilgalhados e pouco fotogênicos, como percebe-se na foto abaixo.

Macarons de pistache, rosas, caramelo, café, amêndoas, chocolate, framboesa, maracujá e alcaçuz. Ladurée, Paris.

Os meus preferidos foram o de café, pistache, caramelo e amêndoas. Achei os outro sabores muito doces, meio enjoativos. Mas confesso que eu provaria tudo de novo!

Ladurée
http://www.laduree.fr/

ladur

E quando eu pensei que o post estava terminado, lembrei dessa caixinha cheia de balas coloridas (que mais parecem pedras semi-preciosas) que trouxe de presente pra minha mãe. Vi a caixinha na vitrine da sorveteria artesanal AMORINO no Quartier Latin e me apaixonei de cara pelo mimo! Ah, os sorvetes também são deliciosos!

Amorino
http://www.amorino.fr/

Fontes:

http://mundodasmarcas.blogspot.com/2009/09/lenotre.html#ixzz0ch81gnOw
http://taste.uol.com.br/news/templates/noticia.asp?idNoticia=8260&secao=Gastronomia

Desejo uma doce semana pra todos e, pra quem mora no Rio, um feriado ensolarado na quarta-feira!

Bonfa ass

37 comentários:

luciana disse... [Responder comentário]

Adorei o post Katia sou fã de doces,imagina,fiquei com água na boca de tantas coisas lindas e saborosas.
Uma bela semana p vc!

Babi Mello disse... [Responder comentário]

Eita Katia viva os doces, caramba foram tantos e assim como o seu esposo não me arriscaria, acho que pediria coisas que ele pediu. Esse de chá verde, será? Apesar de que tomo o chá sem problema, acho bom e para ser sincera não sou tão fã de doce.

Katia queria falar que fico triste pela sua saída do criative-se, mas ainda bem que vc tem esse cantinho que posso continuar vendo as coisas maravilhosas que você faz. De coração o blog Criative-se perde muito, vc é uma das minhas preferidas de lá.

bj!

Simone - Mariana minha flôr disse... [Responder comentário]

Hum quanta coisa boa, o visual é demais, a gente come com os olhos também.
Otimo feriado para você tb, aqui tb é feriado, dia de São Sebastião (padroeiro de Porto Ferreira).
Beijos

Kaira disse... [Responder comentário]

Ai que delíciaaaaaaaaaa........
Dicas anotadíssimas pra quando eu for (daqui uns 3 anos, rsrs)...
Menina, isso que é saber viver, dar valor aos pequenos prazeres!
Bjs!

Nicinha disse... [Responder comentário]

Oi Kátia,
Estava com saudades!2009 foi uma correria, só agora conseguir da uma parada por está de férias e de malas prontas.
Acho que eu iria gostar de conhecer esse jardim...As fotos estão lindas e apetitosas também.
Eu adoro café, o aroma, a história e o ambiente que ele proporciona.Eu já pensei até em abrir uma cafeteria.
Uma tentação os doces.Essa torta deve ser maravilhosa, adoro frutas vermelhas.Achei lindo o pratinho, bem delicado, combina com o doce.
É muito bom viajar! Gosto muito das suas dicas, e você escreve tão bem, parece que estamos na mesma viagem.
Beijos,
Nicinha.

Priscila Ferreira disse... [Responder comentário]

OI Kátia!
Eu vou para a Europa em Junho, e Paris é uma das cidades que iremos visitar! Adorei suas dicas, adoro doces e agora sei onde procurar as melhores opções!!
Bjus
Pri

Rosi disse... [Responder comentário]

Ai, Bonfadini
Eu que nem sou fã de doce, fiquei com água na boca. Esses doces são verdadeiras obras de arte, não acha?
Bjs

Bird learning to fly... disse... [Responder comentário]

Ah Katia,

La vem vc estragando com minha dieta kkkk :)

Tao lindos que dar até do de comer, nao? Sou louca por doces, e esses atissam os olhos e a boca!!!

Ja vi que vcs passaram um tempo bem gostoso la em Paris, hein?!

Beijocas e adorei as fotos!!

Bird learning to fly... disse... [Responder comentário]

desculpe mas minha gramatica esta terrivel...Atiçar ou atissar? :)

Anônimo disse... [Responder comentário]

Olá Kátia!
Que post delícia!
Por acaso vc já achou algum site que forneça a receita de um macaron?
Obrigada.
bjs
Luiza

Katia Bonfadini disse... [Responder comentário]

Oi, Luiza!!!! Achei essa receita de macarons aqui: http://cybercook.terra.com.br/receita-de-macarons.html?codigo=11774

Não testei, mas parece boa! Beijos!

Wagner disse... [Responder comentário]

Bem, como amante de doces, desnecessário dizer o que achei do seu post de hoje, não?
Na minha primeira viagem à França eu tive oportunidade de experimentar um doce muito parecido com aquele de rosas, framboesas e lichias (mas não era neste sabor tão sofisticado, me refiro ao formato). Não creio que tenha sido em nenhuma confeitaria de renome (eu estava na cidade de Tours), mas, pelo visto, a maioria das confeitarias francesas prima pela qualidade e estética de seus produtos. O que eu me lembro nitidamente é que o doce tinha uma massa tão leve que praticamente se dissolveu na minha boca: um gosto e sensação inesquecíveis!!!
Adorei ver suas aventuras gastronômicas em relação aos doces, mas preferia ter experimentado em vez de apenas tê-los visto (he he he).

Beijoca.

Fernanda Alves Furtado disse... [Responder comentário]

Oi Kátia! Que post gostoso hein?
Nossa, eu sou apaixonada por doces e fiquei maravilhadas com tantas delícias. Confesso que alguns não teria nem coragem de comer de tão lindos...brincadeirinha, impossível não saboreá-los. Suas dicas são preciosas, estou guardando todas pra quando surgir a oportunidade de conhecer essa cidade maravilhosa.
Beijos!!!

Kandis Design disse... [Responder comentário]

Para com essas fotos tentadoras por favor! Hehehe!

Dá vontade de comer tudooo!!!

Bjo

Eliene Vila Nova disse... [Responder comentário]

olá
menina estou aqui simplesmente babando no teclado, esses doces tem uma textura maravilhosa, imagino o sabor heim?
adoro cafézinho, e JEsus imagina tomar um expresso básico em PAris,kkk
lindas fotos
linda viagem
as pirâmides me deixaram sem palavras.
parabéns
mulher sou sua fã cada vez mais.
que bom gosto
que talento
parabéns
beijos

Ruby Fernandes disse... [Responder comentário]

Amigaaaaa! Que sonho! Paris é Paris né?
Adorei as fotos, os doces e o lindo casalzinho ;)
Saudades de você e dos seus posts incríveis!
Bjo bjo :)

Vanessa Orgélio disse... [Responder comentário]

Uau! Olá Katia, acabei de descobrir o seu blog e achei MUITO bacana!
sempre achei que a vida de uma comissaria de bordo fosse interessante... sempre quis conhecer Paris e principalmente o Egito!
Estou seguindo seu blog! Tudo de bom!
fica com Deus!

Um abraço.

www.vanessaorgelio.blogspot.com

Ana Maria disse... [Responder comentário]

que bom conhecer detalhes de Paris. Por isso que viajar tras cultura. Aqui a gente passeio por uma porção de lugares, sem sair da cadeira...rs. Muito bom suas fotos e comentários. Bjs

Cláudia Ramalho disse... [Responder comentário]

Já li de manhã, mas não pude comentar. Engordei só de olhar. O doce vermelho parece uma cama feita. Me surpreendi quando vc disse que era um doce. Parecia mais uma cama de boneca... rsrsr

Não comi macaron em Paris, falha que terei de consertar em abril. Obrigada pelas dicas.

Viagem Afora disse... [Responder comentário]

Olá Katia, Uhhhmm !!!Adoramos Macarons, deu água na boca...
Estavamos dando uma voltinha e para nossa felicidade encontramos seu blog !!! Fantástico !!! Vamos voltar sempre aqui.
Viajamos por 5 meses e fizemos nosso blog.
Venha viajar conosco e esperamos que vc goste.
www.viagemafora.blogspot.com
Um feliz 2010 pra vc !!. um abraço
Antonio & Ellen

Sissi disse... [Responder comentário]

Oi Katita-Bonfa, tudo bem? Que saudades! E que bom te encontrar tão açucarada. Adorei as fotos dos doces e os detalhes do texto. Vou anotar na agenda para quando eu for. Beijos.

Roberta Mollica disse... [Responder comentário]

Katia, que delícia de post! Eu amo doces e fiquei aqui com água na boca! Cada doce tão lindo, tão perfeito...

Eu simplesmente adoro a Place des Vosges. Acho uma praça muito especial! Não deixo de ir: todas as vezes em que estive em Paris, estive lá! E sem pressa! Sento ali naqueles bancos e fico apreciando!

Quanto às docerias que você comentou, eu conheço apenas a LaDurée. Eu amei aqueles macarons! Não me lembro quais sabores eu experimentei, mas lembro de ter adorado!!!

bjs!

Débora Fouraux disse... [Responder comentário]

Oi Katiaa! aii q deliciaa! fiquei com vontade de provar todos os doces! essa viagem realmente foi uma deliciaaa! Beijos :*

Teodoro disse... [Responder comentário]

Que lindas fotos!

Natália disse... [Responder comentário]

Hum, que delícia de post...super apetitoso! hehehe

bjokas,NA

KEKA disse... [Responder comentário]

que tudo lindo Kátia!

engordei uns 5 kg só de olhar e babar...hehehehe

que viagem maravilhosa!!

beijocas

Lucila Zahran Turqueto disse... [Responder comentário]

Nossa sou apaixona por macarons e em especial os da Ladurée que tem sabores bem diferentes. A última vez que o meu pai foi para Paris truxe uma super caixa, mas ela veio na mala... bom daí vc já pode até imaginar como chegaram né rsssss Bjs

Joaninha Bacana disse... [Responder comentário]

Adorei esse post! Vou ter que conferir tudo pessoalmente (acabei de imprimir - um dia eu dou um pulinho de novo por lá, hehehe) porque tô babando por aqui!!! :-) Esses doces sao verdadeiras obras de arte, nao? Dá até pena de comer (pelo menos nos primeiros 10 segundos, hehehe)
Bisous, Angie

Katia disse... [Responder comentário]

Amiga Xará, que maravilha de doces. E que visual, dá até pena de comer de tão lindos que são. Mas como boa formiga e amante de doces que sou, é ruim de ficar só olhando. Muito obrigada pela oportunidade de conhecermos mais um pouco desse mundo a fora.

beijos

Katia Barbosa

Milena disse... [Responder comentário]

Amiga,agora posso acordar e ir trabalhar,né??Nossa fiz uma viagem deliciosa e confesso: marco um x na coluna de doces do Marcelo,rsrsrs
Acho que meu gosto por doces combina mais com o dele.E o resto,tudo lindo,colorido,cabelo grande,curto,sorrisão de sempre,texto caprichado...Sem mais delongas,tento amanhã ir à praia,mas que preguiça!!!Bjs,

Verônica Cobas disse... [Responder comentário]

Só comentando hoje...

Prá começar,amo Paris!!! Suas construções,sua alma, seu clima, seu cheiro, sua história...

E os macarons da Ladurée são imbatíveis. Como você sabe, Ana Luiza já trouxe uma caixa inteirinha de presente para mim. E, sim, eu comi tudo.

Lindas fotos, lindas lembranças, lindas histórias. bjssss

Lidiane Vasconcelos disse... [Responder comentário]

Ui, que medo, Kátia! Sei que o chá verde é amargo, embora não tenha experimentado. Quando você falou que tinha chá verde no doce bamboo, pensei: que mulher corajosa!... mas se o sabor não predomina, menos mal. :)

João Luis Guedes P. Pereira disse... [Responder comentário]

Não sou muito de doce, mas esses doces da Lenotre e do Aoki, são uma perdição!! Adorei o visual, e fiquei imagino o sabor.
Ainda penso, um dia, poder conhecer Paris e visitar ao longo da França as vinícolas e poder provar seus maravilhosos queijos, mas com certeza, agora não poderei deixar de provar esses magníficos doces!! Au revoir, cherie!! Baises!

Aline Amthor disse... [Responder comentário]

Kátia... você tem sorte em Paris, eu não... você acredita, que eu acho que sou a única pessoa desse mundo que foi a Paris 3 vezes e ainda não conseguiu ver a Torre Eiffel??? Como? Nem eu sei... só sei que eu só me dou mal em Paris... perdi um vôo para o Brasil e tiver que dormi no banco do aeroporto sozinha e sem grana... em uma outra vez, estava indo conhecer a torre com o Thomas (era minha lua de mel), nos perdemos tivemos que voltar... grrrr.... sem comentários.
Mas que bom que você tem sorte... e obrigada por me informar que aqui na Alemanha tem Lenôtre... quem sabe vou apreciando os doces daqui até ter uma nova oportunidade de ir a Paris. Beijos

Marta disse... [Responder comentário]

Katita.. acabei de chegar de viagem! Ficamos 1 semana em Paris... foi ótimo! Fomos tb no Laduree e comemos os deliciosos macarons... eita gostosura!!!! Imagina se estivéssemos na mesma época.. marcava um encontro com vc na cidade luz...rssss
Beijocas

Tamy disse... [Responder comentário]

pode me falar... vc ganhou na megasena e não quer contar pra ninguem... quantas viagens maravilhosas... ai quem me dera!!!!

Didi disse... [Responder comentário]

Quando vier a Brasília, conheça a Rappel Confeitaria. Uma variedade de sobremesas lindas e gostosas. Vai Amar!!

Related Posts with Thumbnails