segunda-feira, 19 de abril de 2010

A linda Estocolmo, capital da Suécia (Parte I)

Lembram da minha viagem a Finlândia? O post de hoje é sobre nossa segunda parada na linda região da Escandinávia, que fica no norte da Europa. Estocolmo é a capital da Suécia e nossa primeira impressão da cidade foi ótima! Chegamos de navio e percebemos que o litoral exibia muitas árvores com folhas em tons de amarelo, vermelho, laranja e rosa, além de charmosíssimas casas de diversos tamanhos.

Eu e meu pai no deck do navio que nos transportou de Helsinque (Finlândia) até Estocolmo (Suécia).

As árvores com folhas em tons fortes e vibrantes e o mar tranquilo me transmitiram uma profunda sensação de paz…

À medida que nos aproximamos do porto, fomos avistando casas de vários tamanhos e cores e todas tinham janelas bem pequenininhas. Com uma vista linda dessas, não entendi o porquê das janelas pequenas. Imagino que seja por causa do frio intenso que toma conta da região durante a maior parte do ano. A cidade é formada por um conjunto de ilhas de diversos tamanhos interligadas por pontes.

Depois de desembarcarmos e fazer o check-in no hotel SCANDIC INFRA CITY, partimos para um city tour pela cidade. Nossa primeira parada foi a ilha de Gamla Stan, que fica na parte antiga de Estocolmo e conserva a história da cidade em seus edifícios históricos, nas igrejas de estilos e arquiteturas distintas, no Palácio Real com os seus pátios e jardins, bem como nas ruelas antigas, onde cada recanto guarda uma nova descoberta.

Fundada há mais de 700 anos, a catedral de Estocolmo que aparece na foto à esquerda com sua fachada em estilo barroco italiano, passou por muitas reformas que lhe deram sua fisionomia atual. Seu interior é repleto de preciosas obras de arte. Infelizmente, o tempo era curto e a catedral estava fechada quando passamos por lá de manhã.

Essa é uma das entradas do Palácio Real

O Palácio Real foi construído no começo do século XVIII e substituiu o antigo edifício destruído por um incêndio no final do século XVII. Hoje ele não serve mais de residência à família real e é aberto à visitação, exceto quando utilizado em banquetes oferecidos a chefes de estado estrangeiros ou em cerimônias oficiais. O maior destaque da visita são os Aposentos Reais. No palácio funcionam ainda dois museus, o Museu Gustavo II, dedicado ao rei assassinado e o Museu Tre Kronor, sobre a história do Palácio Real.

Não entramos no palácio, mas percorremos seu entorno e tivemos a oportunidade de assistir à troca da Guarda Real, conforme registramos na foto abaixo.

Cerimônia da troca da Guarda Real

Depois do Palácio Real, seguimos caminhando pelas ruelas charmosas de Gamla Stan, considerado o maior e mais bem preservado centro histórico medieval da Europa.


O ar fresco da manhã, o friozinho ameno, a tranquilidade e beleza desse lugar nos fascinaram e tornaram nossa passagem pela cidade inesquecível…

Na foto acima, cliquei o detalhe da decoração de uma casa inspirada nas Runas, que são um conjunto de alfabetos relacionados que usam letras características (as runas) e eram usadas para escrever as línguas germânicas, principalmente na Escandinávia e nas ilhas Britânicas. Em todas as suas variedades, as runas podem ser consideradas como uma antiga forma de escrita da Europa do Norte e tem relação com os Vikings. Segundo diz a lenda, a sabedoria das runas foi deixada aos Vikings pelo deus nórdico Odin, para que os homens a ela recorressem, para se divinizar e obter um sábio aconselhamento quando necessário.

Essa praça fica bem no meio da parte antiga da cidade e está sempre lotada de turistas que costumam descansar nos bancos enquanto apreciam as típicas fachadas à sua frente.


Amei essa fonte que tem um ar rústico e medieval…

Esse é o prédio da Academia Sueca, que atualmente possui 18 membros e é responsável por escolher o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura.


E que tal esse café, onde meu pai se empolgou e fez uma pose junto à boneca que ficava próxima à entrada?

As ruas de Gamla Stan são bem estreitas e o espaço para mesas e cadeiras é reduzido, mas acho que esse pequeno desconforto é compensado pela atmosfera acolhedora e aconchegante dos vários bares e restaurantes que ficam na região.


As lojas de souvenirs em Gamla Stan estavam cheias de pequenos Trolls na forma de chaveiros, porta-moedas, abridores de garrafa, ponteira de lápis etc.

O Troll é um personagem lendário descrito como uma criatura antropomórfica do folclore escandinavo. Poderiam ser tanto como gigantes horrendos - como ogros - ou como pequenas criaturas semelhantes a goblins. Viviam em cavernas ou grutas subterrâneas. Na literatura nórdica, apareceram com várias formas, e uma das mais famosas teria orelhas e nariz enormes. Nesses contos também lhes foram atribuídas várias características, como a transformação dessas criaturas em pedra, quando expostas à luz solar. Os trolls foram adaptados a muitas outras culturas e obras, como nas obras de J.R.R. Tolkien e J.K. Rowling.

Procurei, pesquisei, perguntei e não consegui descobrir o nome dessa igrejinha que ficava meio escondida em Gamla Stan. Talvez seja famosa, mas não consegui reconhecê-la nas fotos que encontrei na Internet. Se alguém souber, me fala?

Na foto à esquerda, vocês podem ver a Catedral de Estocolmo novamente e, à direita, eu e minha mãe estamos em frente à entrada do prédio do Parlamento Sueco. Esse prédio é impressionante!


Fiquei impressionada com a tonalidade desse gramado todo aparadinho. Parecia até artificial de tão perfeito!

 

Na foto à esquerda, eu e mami em frente ao Grand Hôtel Stockholm, e, à direita, com o Marcelo a caminho da Kungstradgarden, praça muito frequentada pelos habitantes de Estocolmo, lotado no verão, e com um rinque de patinação disputado no inverno.

 
Adoro a foto que tirei dos meus pais em frente a esse jardim bem colorido!

Ponte sobre o rio Norrstrom

O prédio da foto acima é a sede do Parlamento Sueco, o Riksdagshuset, visto de outro ângulo.


Para cruzar a cidade e passar da parte antiga para a área mais moderna de Estocolmo, os habitantes utilizam essa rua de pedestres cercada de lojas, bares e restaurantes que fazem a festa dos turistas.

Achei lindo esse pórtico que abre a passagem entre a parte antiga e a parte moderna da cidade.

Gosto muito de observar e fotografar os detalhes da arquitetura local, principalmente no que diz respeito às fachadas de construções antigas.


Existiam várias estatuetas de leões fofinhos como essa na rua de pedestres. Outra coisa que me chamou a atenção foi esse cartaz anunciando a NOITE DO FORRÓ no BAR BRASIL em Estocolmo. Estamos por toda a parte! É sério, nunca fiz uma viagem onde não tivesse encontrado pelo menos um grupo de brasileiros. Até quando estive em Qufu, cidade chinesa onde nasceu Confúcio, encontrei um casal de brasileiros. Visitei o país em 1997 e Qufu é uma das menores cidades da China!
 
Nessa mesma rua, um pouco antes da hora marcada para encontrarmos o pessoal da excursão e voltarmos ao hotel, paramos em um barzinho e provamos o carpaccio de rena. A carne tinha uma aparência estranha, era meio estriada, mas muito saborosa. A carne de rena foi uma das mais macias que já tive a oportunidade de experimentar.

Essa é a parte mais nova da cidade, que abriga o enorme chafariz e a loja de departamentos Ahlens City, onde encontrei lindos objetos de design para uso no dia-a-dia. Infelizmente não comprei nada porque tudo era caríssimo!

A prefeitura da cidade de Estocolmo chamada Stadshuset, foi construída no começo da década de 1920 em estilo gótico escandinavo e sedia anualmente a cerimônia de entrega dos prêmios Nobel. O edifício pode ser visto por dentro em visitas guiadas.

 

A ponte da foto acima se chama Skeppsholmen Bridge e possui, como adereço, uma coroa em sua parte mais central.

Aconteceu um fato engraçado enquanto eu pesquisava sobre a ponte pra preparar esse post. Encontrei um site em inglês onde a autora dizia que a coroa era fotografada milhares de vezes ao dia por turistas (até aí tudo bem) e que a pose mais comum era se colocar embaixo dela para dar a impressão de tê-la sobre a cabeça. E eu achei que tinha sido criativa quando “inventei” a pose!!!!! Foi a maior decepção…

A placa da foto à esquerda indica as atrações do parque Paradiset, que abriga um interessante conjunto de esculturas executado por Jean Tinguely e Niki de Saint Phallo. Foi exibido ao público inicialmente na Exposição Internacional de Montreal em 1963, e está em Skeppsholmen (uma das ilhas que formam Estocolmo) desde 1972.

Entre as outras atrações do parque está o Museu de Arte Moderna e o Museu de Arquitetura. As coleções do primeiro são compostas por peças produzidas a partir do começo do século XX por artistas como Chirico, Salvador Dalí, Picasso, Andy Warhol e outros grandes mestres. Segundo o guia Frommer´s, o Museu de Arquitetura não é uma atração indicada para o visitante comum porque tem um acervo muito específico que só interessa a quem realmente entende do assunto.

Ficamos somente passeando pelo belo jardim, cujo gramado estava coberto por muitas folhas amarelas que caíram das árvores, e admirando as esculturas coloridíssimas!

Confesso que estou cada vez menos inclinada a visitar museus durante as minhas viagens. Deixem-me explicar o porquê. Eu gosto muito de conhecer o trabalho de novos ou “velhos” artistas através de exposições, porque acho fundamental ter tempo para apreciar as peças e sentir que eu realmente extraí alguma coisa da experiência. Em museus imensos como o Louvre, por exemplo, a quantidade de informação é tão grande que a impressão que eu tenho é a de que não vi nada além da Monalisa. Sinceramente não lembro direito do acervo do museu. Aconteceu a mesma coisa no Museu D´Orsay, em Paris. Eu fiquei tão encantada pela fachada esplendorosa e pela arquitetura interna do prédio, que não consegui prestar atenção nas telas e esculturas dos artistas famosos. Já se eu morasse na cidade e pudesse visitar o museu de tempos em tempos, a coisa seria diferente… como eu gostaria disso!

Mais uma pose junto às divertidas e coloridas esculturas. As cores do meu cachecol são as mesmas da escultura que aparece na foto, repararam?

Bom, pessoal, vou me despedindo por hoje, mas meu relato de viagem não termina por aqui! Deixei outro post programado para ir ao ar no dia 26 de abril contendo a segunda parte da saga “Viagem à Suécia”.

Espero vocês!!!!

Beijos,

Bonfa ass

 

 

 

Fontes:

http://www.destinoseviagens.com/2009/viagens/europa/estocolmo/
http://www.manualdoturista.com.br/detalhes7.ASP?pesquisa=1161
http://www.tiosam.net/enciclopedia/?q=Runas
http://www.culturabrasil.pro.br/runas.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Troll
http://dicasprabonvivant.blogspot.com/search/label/Estocolmo%20-%20Stockholm
http://www.estocolmo.com.pt/citywalks.htm

24 comentários:

Tati Alberti disse... [Responder comentário]

Amigaaaa...
Saudades, saudades, saudades!!!
Volte descansada (difícil né...rsrsrs) e com novidades!!!
Caso veja coisas diferentes sobre/para criança tire fotos e poderá montar um post...
Beijos

Fatinha Costa disse... [Responder comentário]

Que delícia de post!

Desperta a vontade de conhecer tudo isso ao vivo.

Fatinha

Leticia disse... [Responder comentário]


É lindo lá!!! Lindo mesmo... tudo respira história!
Beijos
lelê

Luci Cardinelli disse... [Responder comentário]

Muito gostoso viajar através dos seus posts.

Nesse link dediquei um selinho para seu blog. Mesmo que prefira não publicar aqui, receba meu carinho
http://reencontrandoaspalavras.blogspot.com/2010/04/selinhos-e-mais-do-rio.html

beijos e espero que esteja tendo uma viagem maravilhosa

Natália disse... [Responder comentário]

Oi Kátia!

Que delícia hein? Viajar é sempre bom...

bjokas,NA

Ana Maria disse... [Responder comentário]

Menina, fico aqui pensando. Ou vc. viaja com um caderno onde vai anotando tantos detalhes ou depois ficas pesquisando na internet, que tb não tira os seus meritos em descrever tão bem todos os lugares que visitas. Ficou uma delicia este post. Adorei. Bjs e até a volta com muito mais posts bacanas e cheios de detalhes.

Dani Etoile disse... [Responder comentário]

Que delícia de post! As fotos estão fantásticas... E aquelas árvores??? Parecem uma pintura!
Amei!
Beijinhos saudosos! rsrsrsrsrs
Dani

Barbara Paludetti disse... [Responder comentário]

Bonfa, sem dúvida nenhuma vc tem q escrever um livro de roteiro de viagens!!!!
Amo suas fotos, seus lugares visitados, sua disposição, sua criatividade!!!!!
Bjos e boa viagem!

Luciana Casado disse... [Responder comentário]

Bonfa, que cores são essas nos jardins?! É um verde mto verde, um laranja mto laranja, amarelo bem amarelo, eu não cansaria de tirar foto dessa natureza tão exuberante!
E qto a cidade, lindíssima! Mas eu me empolgo mais com a parte antiga, amo ver as construções antigas, lindo!!
Bjus, Lu

azuki disse... [Responder comentário]

Kátia,

A Suécia é linda! E vc, com suas fotos maravilhosas nos faz ter mais vontade de conhecê-la! Realmente é tão gostoso visitar o seu blog, sempre, pois viajamos aqui, sem sair do lugar...bjs

Marisa
www.azukidesign.blogspot.com

Frozen... Stolichnaya disse... [Responder comentário]

Oi Kátia.. realmente a Suécia é linda... e voce pegou tudo verdinho hein! :) Onde voce está? Meu voo para Portugal foi cancelado, a Europa está parada :(
Hoje meu post é sobre o Brasil, Sao Paulo e o interior do Estado.

Gina disse... [Responder comentário]

Viajar é um dos meus maiores prazeres. Quanto lugar maravilhoso está na minha lista de espera!
Belas imagens.
Boa semana!

Andrea Guim disse... [Responder comentário]

Oi, Katia!!!

Só posso dizer uma coisa: Uaaaauuuu!!!!!
Ah! Copiei a foto dos prediozinhos coloridos pra pintá-los, tá!!

Beijins e aproveite muuuito!!!

Roda Maria disse... [Responder comentário]

Adorei ler seu relato de viagem, ver as fotos e viajar junto com vc!!!
Eu como Historiadora fiquei encantanda com algumas coisas q escreveu sobre a cidade antiga e as fotos tbm!!! Que vontadee de ver de perto tudooo!!! =)

Continue aproveitando muitooo!!! São experiências únicas e maravilhosas o que nos proporciona a viagem!!!

Beijo!

Claudia Liechavicius disse... [Responder comentário]

A Escandinávia é muito charmosa. E, tão pertinho da Alemanha. Você está a um pulo de Copenhague que é uma cidade encantadora.
Boa viagem!!!

Carol Novaes disse... [Responder comentário]

Olá
adorei as suas dicas, paisagens... Fiquei até com vontade de ir pra lá.

bjos,
Carol Novaes
http://coisinhasdafamilia.blogspot.com/

Lídia Lc disse... [Responder comentário]

Oi Kátia!
seu blog é lindo!
amei suas fotos, que lugares lindos! fico aqui suspirando...rs
bjs.

Babi Mello disse... [Responder comentário]

oi! Katia, que lugar lindo e rico de história e patrimônio cultural.
Gostei muito e você como sempre fazendo o que é mais legal nessa vida: viajar!
bjocas!

A. Martinez disse... [Responder comentário]

Lindas fotos!

Ozenilda Amorim disse... [Responder comentário]

Oi Kátia,
Faz tempo que não venho por aqui, é que estou sem tempo para o blog e aí dá nisso. Mas resolvi colocar as visitas em dia.
Que viagem linda, adorei as fotos, as paisagens, as árvores coloridas, tudo.
Aquele senhor é seu pai? Desculpa se perdi isso na leitura, mas é que gostei da foto dele beijando a estátua, ficou tão divertida.
;)

Simone Scharamm disse... [Responder comentário]

Oi, Kátia
Saudades!!
Adoro os seus posts de viagens, porque são tão ilustrados e enriquecidos de detalhes, que dá pra "viajar" também!
Espero que aproveite bem as férias!
Beijos!

Marta disse... [Responder comentário]

Que fotos lindas e que lugares deslumbrantes!!! A paisagem é belíssima!!!
Beijocass

Thica disse... [Responder comentário]

Cidade linda! Parabéns pelas fotos!

Beijin.

Karina disse... [Responder comentário]

Nossa Katia, adorei as fotos da Suecia! Morei lah 3 anos e desde de 2006 nao fui mais lah! Que saudade que deu!! Espero que vc tenha amanha a Sverige!
Faltam fotos do Canada... e Sao Francisco!

xoxo,
Karina

Related Posts with Thumbnails